Tuesday, March 21, 2017

Poema curto



A tua pele!

5 comments:

Teresa Durães said...

A tua pele
Que mal a senti
Rasgou meus versos
Entreguei-me a ti.

Não jurei bandeiras
Nem alarde fiz
Mas a tua pele
Que mal a senti
Quis-me reclamando
Chorando um longo pranto
Que me entreguei a ti.

Justine said...

Gostei muito! Que o dia da poesia seja quando os poetas (e quem gosta de poesia) quiserem!

O Puma said...

Vozes ao alto

Pata Negra said...

Curto de mais, eu recitaria:
na tua pele...
no teu toucinho...
Um abraço, sempre porco...

Maria said...

Obrigada por terem passado por aqui.