Monday, October 01, 2012

O meu abraço


 
Hoje não tenho palavras para ti. Mas tenho um abraço. Nesta tempestade de palavras recolho a tua lágrima e guardo-a. E tenho um abraço. Terás o meu grito, sempre que necessário. E também o meu abraço. Solta-te em lágrima, deixa que escorra e fique no passado. O manto do futuro aconchega-te. E o meu abraço. O meu abraço...

10 comments:

OUTONO said...

...há sempre um abraço...no olhar do desejo...nos momentos de cada viver...nos compassos de cada nota de um calendário...que teima entoar...sempre a mesma ode: - SEM RETORNO.
Beijo

trepadeira said...

Um abraço,sempre um abraço,tão necessário,tão reconfortante,tão desejado quando ausente.

Abraço,
mário

Agulheta said...

O abraço Maria é das coisas mais reconfortantes no tempo que corre,e tanta gente a precisar dele para aliviar o sofrimento.
Um beijinho amigo e um soltar de amarras que nos asfixia

mar said...

olá Maria. gosto tanto das tuas palavras. e dos teus abraços? isso nem se fala...
um grande beijinho

A_T

Justine said...

Um abraço vale por todas as palavras do mundo...

elvira carvalho said...

Um abraço em tempo certo é um bem precioso.
Abraço

O Puma said...

Bjs tantos

sempre

Licínia Quitério said...

Muito bonito esse abraço com sabor a estrelas. Beijo, Maria.

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui.

Abraço para todos.

Sérgio Ribeiro said...

Bom teres adivinhado que precisava dele, neste 1 de Outubro!

Um beijo