Thursday, February 10, 2011

Faço-me ao mar


Faço-me ao mar em dias de acalmia porque os dias de tempestade são para ficar a olhar-te, mar. Como és belo! Que força tens aí dentro que te faz lançar rugidos que afastam os pescadores da faina. Faço-me ao mar sempre que me deixas porque o meu respeito por ti é enorme, mar. Como és belo! Que sofrimento tens no teu ventre para berrares assim na hora do parto em que a onda se desfaz. Faço-me ao mar enfim todos os dias. Às vezes fico-me pela areia onde enterro os pés e me sorves. Outras atrevo-me a enfrentar-te porque preciso de te respirar. Dentro de ti. Beber-te. Lamber-te. Amar-te. A ti, sim. Como se fosses o meu mar...
Por isso me faço ao mar, em ti.

(de passagem. depois volto.)

28 comments:

Mar Arável said...

Muito belo

e sentido

como sempre

Bj

Agulheta said...

Querida amiga.Sentido pleno este faço-me ao mar!Hoje vim e sinto já as saudades dele.Lindo poema,como digo...com alma.
Beijinho de amizde

A.S. said...

Tão lindo Maria!!!

O mesmo mar... um só fascinio!


Beijos,
AL

Fernando Samuel said...

É o teu mar...

Um beijo grande.

Luis Eme said...

olá Maria Mar

beijinho

Cris Caetano said...

Volte logo, como as ondas desse mar...

Beijinhos, Maria

AFRICA EM POESIA said...

MARIA

Vim deixar a noticia...

Sábado dia 19 De Fevereiro

Tenho apresentação do meu livro

Caminhei ...Caminhando
e a apresentação de Algumas telas...

a Apresentação Será às 15H 45 Minutos
na Casa Luso-Angolana

Associação Lusófona do Porto

PRAÇA DAS FLORES

Edifício Fontanário.

Porto

Conto contigo e leva amigas(os)


beijos

Paula Barros said...

Considerando que falas do mar, e sei que amas o mar, é linda esta relação. Lembrando uma relação de troca de energia, de buscar a energia e a força e a inspiração, para os dias, para a vida.


E se lermos como o mar sendo um grande amor, uma relação entre pessoas, é muito lindo, é sensual, porque uma pessoa que lembra o mar, deve ser fantásticas.

Lindo, e cheios de imagens.

beijo

Rosa dos Ventos said...

Isto é amar o mar!

Abraço

Filoxera said...

Gosto muito desta tua navegação.
Beijos.

trepadeira said...

Também quero fazer-me ao mar,agora que está revolto,para lhe extrair as dores e os podres que nos vão corroendo.
Um abraço,
mário

mfc said...

Então... façamo-nos ao mar!

Justine said...

Que bela confissão de amor!
(também de passagem - e quem não está?)

Beijo

Alien8 said...

Maria,

De passagem eu também!
Que o mar te trate bem.
Um abraço.

svasconcelos said...

E fazes-te sempre a tempo e de forma tão bela!:)
Um beijo,

vovó said...

Amigaminha! :)
já percebi, que ainda não pousaste...!...
Força aí! :)
beijocassssss
vovómaria

João P. said...

Maria:

Faz-te ao mar! sempre! Sempre

Beijo

João

BRANCAMAR said...

Maria, como eu te compreendo, quem ama assim o mar, tem uma relação com ele de amor e respeito, mas a sua proximidade e o seu enleio sempre nos deixa inteiros. É um fascínio, que nos tira todas as dores.

Beijinhos e volta depressa.
Branca

Fernando Santos (Chana) said...

Olá Maria, muito belo Espectacular....
Cumprimentos

Luma Rosa said...

Intenso seu amor pelo mar!! Bem sei e imagino como é, pois também sinto a necessidade de ter sempre o cheiro da maresia no ar e sentir que ele está por perto. Mesmo que não caia ao mar, sei que está ali e que posso a hora que bem quiser espreitá-lo!!
Boa semana! Até!

Apenas eu said...

e cada um tem o seu mar...

beijos

OUTONO said...

...ai o mar do verbo amar...sem navegação ou velas soltas!!!

heretico said...

de belíssimo efeito literário, o talento com que "personalizas" o (teu) Mar.

beijos

A.S. said...

Como sei do teu fascinio pelo mar!!!


Beijos, Maria!
AL

Duarte said...

Que tem o MAR que cativa?!

Bonita declaração a esse mar imenso pleno de mistérios e atractivos...

Um grande abraço

GR said...

As tuas palavras sempre tão lindas, como a beleza e força do MAR.

BJS,

GR

Vanda Paz said...

Como é belo Maria

Beijos

Maria said...

Muito obrigada pela vossa presença aqui.
Fiz-me ao mar... e voltei.

Beijos.