Monday, May 27, 2013

Um post diferente



Sei das águas de ti flores de todas as primaveras árvores do futuro. Das minhas desaguadas nos mares antes de tempo e em tempos outros. Sei do aconchego da manta urdida de afectos que nos cobre em noites frias. E da vermelha sangue vida que nos envolve em tardes quentes de luta. Mas não sei dos trilhos que vais percorrendo na vida. Às vezes queria perder-me nos meus, mas encontro-te sempre ao virar da esquina. E é bom encontrar-te. Não importa o tempo que demora, mas encontrar-te, sempre...
(foto oferecida por uma amiga)

5 comments:

Paula Barros said...

Suas palavras, são sempre lindas de se ler.
Adoro.
Belíssima imagem.
abraço

Papoila - BF said...

Andamos sempre por trilhos do passado :) Lindo e beijos

JP said...

Essa manta urdida de afetos, não só nos aconchega nas noites frias como nos pode orientar nos trilhos da vida.

Beijinho

Justine said...

Um hino à amizade? Um desviar de emoções?
Poesia, isso de certeza!

Maria said...

Obrigada por terem passado por aqui.
Beijos.