Monday, March 21, 2011

Dia Mundial da Poesia, todos os Dias!

A Defesa do Poeta

Senhores jurados sou um poeta
um multipétalo uivo um defeito
e ando com uma camisa de vento
ao contrário do esqueleto
Sou um vestíbulo do impossível um lápis
de armazenado espanto e por fim
com a paciência dos versos
espero viver dentro de mim
Sou em código o azul de todos
(curtido couro de cicatrizes)
uma avaria cantante
na maquineta dos felizes
Senhores banqueiros sois a cidade
o vosso enfarte serei
não há cidade sem o parque
do sono que vos roubei
Senhores professores que puseste
a prémio minha rara edição
de raptar-me em crianças que salvo
do incêndio da vossa lição
Senhores tiranos que do baralho
de em pó volverdes sois os reis
sou um poeta jogo-me aos dados
ganho as paisagens que não vereis
Senhores heróis até aos dentes
puro exercício de ninguém
minha cobardia é esperar-vos
umas estrofes mais além
Senhores três quatro cinco e sete
que medo vos pôs na ordem?
que pavor fechou o leque
da vossa diferença enquanto homem?
Senhores juízes que não molhais
a pena na tinta da natureza
não apedrejeis meu pássaro
sem que ele cante minha defesa
Sou uma impudência a mesa posta
de um verso onde o possa escrever
ó subalimentados do sonho !
a poesia é para comer.

Natália Correia

17 comments:

Rosa dos Ventos said...

Óptima escolha!
Eu seleccionei António Gedeão mas só o vou postar de manhã:
Estou perdida de sono!
A leitura de um poema todos os dias é um "medicamento" que só faz bem! :-))

salvoconduto said...

Dia mundial da poesia é todos os dias aqui no blog.

Abreijos.

Carminda Pinho said...

No dia mundial da poesia, um beijinho especial para ti, Maria.
:)

Parapeito said...

Que seja um manjar que nunca cause azia!
e porque é primavera...que seja o nosso sorriso ramalhete de ml cores a perfumar o dia que começa.
brisas doces para ti*

Filoxera said...

Não melembrava que era hoje.
Só me lembrava da Primavera...
Boa escolha.
Beijos.

samuel said...

Muito eu a ouvi dizer isto no "Botequim"!
Muito bom!

Abreijo.

A. Jorge said...

Um poema de primavera, próprio para o dia de hoje.

Beijos

Jorge

Cata- Vento said...

Uma bela homenagem à poesia no dia em que se comemora o seu dia mundial e começa a Primavera.

Deixo-te um cravo daqueles que trazemos ao peito.

Bem-hajas, Maria!

Beijinho

Fernando Samuel said...

É para comer, pois claro que é.

Um beijo grande.

Justine said...

Para comer, para beber, para ouvir, para dizer!
Bjinhos

Sérgio Ribeiro said...

Obrigado por também me teres lembrado... e escolhido esta advogada de defesa.

Beijos

Papoila - BF said...

Para a poeta Maria

Um Beijo
BF

mfc said...

Quem me dera ser de verdade o enfarte de certos filhos da mãe!!

heretico said...

grande Mulher, grande Poetisa!
empolgante Poema,

beijos

svasconcelos said...

Boa escolha, Maria! A Natália, ai a Natália...:)))
Um beijo

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram aqui.
Boa semana, com muita Poesia!
Beijos.

João P. said...

Maria

Que poema fortíssimo! desconhecia o que é uma falha enorme

Belo, belo

vou já imprimir

Beijo

João