Saturday, November 19, 2011

Música para o fim-de-semana




Não canto porque sonho

Não canto porque sonho
Canto porque és real
Canto o teu olhar maduro
o teu sorriso puro
a tua graça animal.

Canto porque sou homem
Se não cantasse seria
mesmo bicho sadio
embriagado na alegria
da tua vinha sem vinho.

Canto porque o amor apetece
Porque o feno amadurece
nos teus braços deslumbrados
Porque o meu corpo estremece
ao vê-los nus e suados.



6 comments:

Rogério Pereira said...

O canto
O som
As vozes
O corpo que estremece
...e a vontade que não esmorece

BlueShell said...

Me arrepiei toda! Muito obrigada e um bom fds para ti também.
Bj

Filoxera said...

Gosto tanto desta! Tanto...
Beijos.

trepadeira said...

É bom recordar.
Bela para começar o dia.

Um abraço,
mário

Paula Barros said...

Um canto ainda no domingo, cantar o sentir, o real, o real do sonho.

beijo

CRN said...

Que belo som.

Um abraço