Sunday, January 20, 2008

Sem nome....

Há tanta poesia no teu gesto

Vontade, sonhos, violetas,

amor, paixão e segredos

Obra de um deus perverso

que fez nascer borboletas

nos teus dedos...
(L.)

29 comments:

malukinha d'arroios said...

maria,


tão linda, esta síntese...

sabes que em tempos tive um blogue, que só publicava, assim excertos... depois vendi-o em saldo...

se alguem me escrevesse isto que publicaste, tenho a certeza, que era desta... sim aquela coisa... lolol

a bicha é mesmo horrivel, horrorosa, feiosa.


abraço

tufa tau said...

coincidência...
acabei de vir de um blog (pin) onde a vontade anda perdida e aqui encontro tanta!

um abraço

FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Maria, bom dia!
Acabei de acordar e a minha primeira e única vizita esta manhã é a ti.
Obrigada do coração pelo prémio! Mas vou contar-te um segredo! não sei tirar o prémio daqui.
Vou pedir a algúem que me ensine e então levo-o.
Fiquei emocionada com o teu post.
Está perfeito e muito sujestivo!
Concordo contigo sobre a nossa amizade.
Agora vou tomar uma banhoca, porque vou almoçar com um casal amigo ao pé do mar ( Guincho ).
Que o teu dia seja feliz.
Beijinhos com carinho e amizade.
Fernandinha

avelaneiraflorida said...

Amiga maria,
quando o sentir é grande não são precisas muitas palavras!!!!
bastam estas!!!!
Bjkas!!!

Luís Galego said...

um texto lindo que me atrevo de catalogar de florbeliano...

Pitanga said...

Há tanta suavidade neste poema! Gosto de coisas suaves.

beijos de domingo

marias said...

Às vezes um Deus perverso faz-nos andar mesmo rodeados de borboletas e envoltos em sonhos encantados...
Que importa se sem sonhos não há viver!...Quando o sentir é grande tudo faz sentido.

MIMO-TE said...

Deus perverso Maria! Não creio, se é Deus!

Preversos somos nós que nos esquecemos que nascemos nus e quando morremos ao fim de pouco tempo cheiramos todos mal. Isto sim é preverso...


Mimos querida
BFS
Mimo-te

Manuela said...

A poesia filha de um Deus Humano...
Assim és, quando escreves, muito, muito Humana, assim te gosto, assim te conheço com a poesia no coração... Gosto muito e sempre.
beijo meu

Meg said...

Maria, não me parece nada que um deus que faz crescer borboletas nos dedos, seja assim tão perverso.
Talvez num dado momento... o tenhas sentido.
Mas é muito bonita a imagem que nos dás, cá do nosso lado!

Beijos

flor...o nome da minha mãe said...

entendo-te maria,


o deus perverso, o tal que criou

adão,
a eva,

... a maçã

abraço resto de domingo bom

Ana Luar said...

É nos teus gestos que existe poesia minha doce Maria... vem e vê o que te reservo.

http://desafiosdeamigos.blogspot.com/

LB said...

Se é perverso... será deus? Sendo duvido da perversidade...

Beijinho

rosa dourada/ondina azul said...

Há poesia, em cada gesto, se quisermos ...:)


Beijinho,

Rosa Maria said...

Tão simples... tão belo!

Boa semana

lena said...

Maria

senti a poesia, deixei-me ficar neste doce embalar de cada verso


prendi-me à bela imagem e à poesia


beijo meu e um terno abraço


lena

Sophiamar said...

Há tanta poesia no teu blogue! Da boa!

Beijinhosssss

Boa semana!

Agulheta said...

Querida Amiga. Agradeço prémio e visita,pois é sempre bem vinda,sobre este pequeno poema,pode ter algo perveso,como diz,mas tem vida...gostei.
beijinho de amizade lisa

Jose Gonçalves said...

Maria

Eu nada entendo de poesia, mas o meu sentir diz-me que a poesia está em tudo o que fazemos, em tudo o que mexemos, em tudo o que sentimos...
Uma boa semana.
José Gonçalves

MiE said...

Poesia linda.

Um beijinho

Maria said...

Muito obrigada a todos que por qui passaram.

Beijos.

Maria said...

luís galego

Não consigo entrar no teu blog para comentar....
... só te leio em RSS, quando tento entrar cai o sistema...

Sininho said...

Não sei se concordo que dedos feitos borboletas sejam uma coisa perversa...
Talvez, visto de outro ângulo...

Amei.

Beijinho

Um Momento said...

E quanto sentimento nas tus palavras...

Beijo grande!!

(*)

MIMO-TE said...

Querida Maria,

Vim deixar-te um enorme beijo e um abraço sentido. Dos meus, que são verdadeiramente sentidos, e puros...

Sabes querida, são as pequenas coisas que nos fazer crescer e aprender. Hoje linda, apesar de ainda ser manhã, já aprendi tanto, que esse tanto irá mudar a minhda vida. É também aí que reside a poesia, algo simples mas que nos abre um novo caminho para um futuro mais lúcido.
Miguinha, eu não sonho com castelos e princesas, eu não sonho com romances de novela. Não Maria, os meus sonhos são bem maiores e sem qualquer futilidade. Será que me entendes Maria!?

Um beijo meu amiga

Maria said...

mimo-te

Não sei se te entendo, mas vou tentanto e vou-te conhecendo mais à medida que te leio...
... se é que me faço entender...

Um beijo, Mimo.

O Sibarita said...

Hummmmmmmmmmmm aiaiaaiaiai... kkk

Tá bom, tá bom! kkkk

Oi muito bacana mesmo seus versos, viu Maria?

bjs
O Sibarita

MIMO-TE said...

Gostava que tivesse nome, como posso eu dizer-te o que sinto Maria!

Um beijo de quem são esquece e tanto cala.

MImo-te

Maria said...

mimo-te


e porque calas?

beijo