Saturday, November 28, 2009

Música para o fim-de-semana



La Quête

Rêver un impossible rêve
Porter le chagrin des départs
Brûler d'une possible fièvre
Partir où personne ne part

Aimer jusqu'à la déchirure
Aimer, même trop, même mal,
Tenter, sans force et sans armure,
D'atteindre l'inaccessible étoile

Telle est ma quête,
Suivre l'étoile
Peu m'importent mes chances
Peu m'importe le temps
Ou ma désespérance
Et puis lutter toujours
Sans questions ni repos
Se damner
Pour l'or d'un mot d'amour
Je ne sais si je serai ce héros
Mais mon cœur serait tranquille
Et les villes s'éclabousseraient de bleu
Parce qu'un malheureux

Brûle encore, bien qu'ayant tout brûlé
Brûle encore, même trop, même mal
Pour atteindre à s'en écarteler
Pour atteindre l'inaccessible étoile

34 comments:

margusta said...

Querida Maria,
...sempre bom ouvir esta música. Obrigada por este momento.

Abraço ENORME,
Margusta

salvoconduto said...

Uma boa forma de iniciar o fim de semana.

Abreijos.

Memória de Elefante said...

Gostei , uma bela música .Também só podia ser de Jaqcues Brel, mas prefiro Ne me quitte Pas, para mim é imortal!

Um abraço

Pitanga Doce said...

Um dia muito especial para ti, Maria. Que passes do jeitinho que quiseres e com quem quiseres.

beijos da Mila

anamar said...

Beijos Maria e bom fim de semana...
Já foste para os países baixinhos...?
Pelo amor dde Brel, imagino qie sim...
:))

bettips said...

De Ary, da Fausto, de Brel... de tantos passados e ilhas é feito o nosso caminho, a casa do fumo, monstros.
Mas atentas, preocupadas. Ilhas de sentir.
Obrigado, Maria, pela tua presença constante!
Bjinho

Carminda Pinho said...

Fico a ouvir o Brel...e desejo-te um bom fim de semana.:)

Beijos, Maria.

Ana said...

Sento-me à tua mesa, Maria, e celebro contigo. Que seja um dia em que todas as estrelas sejam acessíveis.
Obrigada por me fazeres acreditar que é possível sonhar.
Um beijo com amizade.
Ana

viajantes said...

Obrigada Maria!
bfs
abraço!
..............................

"Rêver un impossible rêve
Porter le chagrin des départs
Brûler d'une possible fièvre
Partir où personne ne part"...

Fernando Samuel said...

Com Brel, um fim-de-semana em cheio...

Um beijo grande.

PreDatado said...

Muito bem escolhida, sim senhora. Bom fim de semana.

Ana said...

Abro uma excepção, hoje, para também te deixar aqui o meu abraço.

Que tenhas um excelente dia!

Beijinho

Oris said...

Como sempre, ouve-se boa música por aqui...

:))

Bom fim-de-semana...

Beijitos

paula barros said...

Uma bela música. Gostaria de acompanhar com a tradução.

beijos, bom final de semana.

Manuela Freitas said...

Olá,
Que emoção ouvir Brell, eternamente com Brell!...
Os poemas, as músicas, a interpretação, a voz...inesquecível BRELL!...
Beijinhos,
Manuela

zmsantos said...

Beijos. Mil!!!

Agulheta said...

Maria.Boa escolha de fim de semana,palavras para quê..Jacques Brel! Lindo simplesmente.
Beijinho bfs
Lisa

Catarina Alves said...

Bom Fim-de-semana...
Gosto-te.

Beijinho.

Sérgio Ribeiro said...

Épá! Esta... mas qual não?
Esta ópera do D. Quixote-Brel acompanhou-me em viagens de carro até Bruxelas. Sozinho... com o Brel. Que rica companhia.
Obrigado e um beijo

Joao P. said...

Maria:

Que boas memórias me trás esta musica.

Era ainda rapazinho quando, pela mão do meu irmão mais velho ouvia a versão da Maria Bethânia.

E ouvia, ouvia, vezes sem fim.

Vim a saber depois que era do Brel.

Emociono-me sempre quando a ouço pois lembro-me dos meus "sonhos impossíveis que sonhei"

Uns realizaram-se
Outros não
E outros já nem me lembro de quais eram

Beijo

João

Memória de Elefante said...

Só passei para agradecer a visita e desejar um ótimo domingo !

Um abraço além oceano...

Pedro Branco said...

Queria deixar-te um rio
Feito de calor e de frio
Uma torrente e uma fonte
Um pequeno cheiro de mim
Que fica em nós no horizonte
Que se perde sem nunca ter fim
Só para te abraçar...
Queria deixar-te o mar.

Queria deixar-te o vento
Esse que existe e que invento
Uma tempestade e uma brisa
Como um beijo de aromas e doces
Que se faz na mão mais precisa
Na mão tua como se fosses
Do tamanho do teu olhar...
Queria deixar-te o mar...

Queria deixar-te o meu peito
De amor e paixão mais que imperfeito
Um vagueamento apenas, silêncio e grito
Poema maior, o mundo!
Tudo aquilo que em nós acredito
Como um sangue vermelho e profundo
Que de tão quente nos vai desaguar
Neste rio, vento e peito
Que em ti te quero e vou deixar.


Sei-te, Maria.

tulipa said...

Obrigado por me teres "levado" nos meus pensamentos para as lembranças dos 4 dias que passei recentemente em Paris, através desta música.

Por vezes dá-me vontade de desabafar e "partir tudo", foi o que ontem fiz num post com o título "Através de".

No próximo sábado - dia 5 de Dezembro vou receber o meu primeiro prémio na área da escrita – uma menção honrosa por um poema que participei num livro colectivo.

Descubra-me através das respostas que dei a um desafio que me foi proposto: qual a minha mania, o meu pecado capital, o melhor cheiro do Mundo para mim, uma história de infância, enfim, um sem número de situações que aconteceram na minha vida.

Até uma melhor oportunidade, deambulei por PARIS e já estou de volta, mostrando um pouco do que por lá vi e passeei.
As fotos não são as melhores porque a cor do céu não ajudou muito, quase sempre nublado, mas o mais importante é que não apanhei chuva.

Beijinhos.

Brancamar said...

Obrigada Maria por nos recordares Jacques Brell e esta bonita canção.

Persigamos então a estrela inacessível, sempre com a mesma persistência dos sonhos a conquistar.

Um beijinho e um Bom Domingo para ti.

Branca

Pico minha ilha said...

Sei que foi ontem e hoje já venho atrasada, mas não podia deixar de passar aqui e lhe desejar tudo de bom e que se repita por muitos anos, parabéns.Um abraço

Apenas eu said...

Já o fiz pelo telefone!
Os Parabéns, é claro! :))
e agora vim até aqui dar-te muitos beijinhos e dizer-te que és uma linda!

Justine said...

Que bom ouvir Brel, enquanto a chuva tamborila no telhado
Bom domingo, amiga!

Violeta said...

Obrigada por este naco de Brel...
Bjs

Chris said...

Intemporal Brel, uma excelente escolha.
Um abraço
Chris

Lúcia said...

Olha que bom, Maria, estas redordações...

Óptima semana para ti.
Beijinhos

Filoxera said...

E em francês qualquer canção tem outro impacto...
Um beijo.

clic said...

:)))

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui.

Beijos a todos

Cris Caetano said...

Brel é especial pra mim... obrigada! :)

Beijinhos