Monday, January 10, 2011

Eu amo-te tanto...


Eu amo-te tanto
que nem sei se é
racional ou possível
amar assim
quase perdidamente
quase a dar a vida
quase a extinguir-me
se for preciso
Eu amo-te tanto
que o medo de te
perder me assalta
dia e noite em
sonhos que não quero
que não percebo
e que são quase reais
às vezes
Eu amo-te tanto
que acordo quando me
chamas e dizes
não teve importância
O que importa é este
amor que nos agarra
e aperta e machuca
e que não vai acabar nunca.

22 comments:

Parapeito said...

:)) obrigada Maria pelas tuas palavras no parapeito e no face...nao sabia que eram da mesma pessoa...
Um belo poema de amor..que tambem se pode ajustar ao amor que sinto pelo meu pequeno Duarte..."o que importa é este amor que nos agarra"
*
e que nunca nunca acabe.
Um abraço cheio de brisas mansas para ti nina*

Leticia Gabian said...

Lindo, Maroca, como tudo que sai do teu coração!

Beijo imenso, AICeT!

Filoxera said...

Um amor assim preenche a vida...
Beijos.

CNS said...

Um feliz 2011 para ti, Maria!

De Amor e de Terra said...

Minha querida Maria, é mesmo verdade qque o AMOR tem destas coisas...às vezes é tão grande, tão grande, que até dói!
Bjs.
M.M.

Manuela Freitas said...

Muito forte e muito intenso!
Que mais dizer? Que é bom quando se ama assim!
Beijos,
Manuela

Tod(as) palavras said...

de tanta beleza e intenso que a palavra é o próprio amor. belíssimo. meu abraço.

Fatuxa said...

Olá doce Maria!
Que bom é entrar de novo na tua casa e ver que o Amor continua a reinar por aqui....
Ama e vive esse amor na plenitude... sem amor a nossa vida nao tem a mesmo cor...

Tenho uma casinha nova.. quando puderes e se quiseres passa por lá..


Deixo-te um beijo e um desejo de que tudo te vá correndo pelo melhor...

svasconcelos said...

Ai, Maria... fizeste-me suspirar e sonhar. :))
O Amor é esta força veemente que se propaga eternamente... por todos os corações.

Um beijo,

Fernando Samuel said...

... é fogo que arde sem se ver,
é chama que dói e não se sente...

Um beijo grande.

Cris Caetano said...

Uau!!! É assim mesmo. :)

Beijão, Maria

BRANCAMAR said...

É o amor que move a vida.
Como tudo ele cresce, amadurece e se torna sereno.

Um beijinho para ti.
Branca

Justine said...

Só se pode amar assim, se se quer chamar amor ao que sentimos...
Belíssimo poema, Maria!

mdsol said...

Vive l'amour!

:)))

ausenda said...

Poema forte, como só a força do amor!

Beijinho

João P. said...

Maria

;-)

João P.

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui.

Beijos a todos.

Teresa Durães said...

por vezes o medo é tão tonto, noutros tem tanto sentido. Amas-me? Responde-me apenas

Maria said...

Teresa

Porque não haveria de te amar?

;)

Paula Barros said...

Amor intenso, amor imenso. E suas palavras conseguem passar a força deste amor.

beijo

Duarte said...

Grande, formoso, quando expressado assim, nota-se, sente-se, que é real, sabe a verdadeiramente puro.
Enamorei-me destes dizeres...

Beijinhos

Vanda Paz said...

Lindo esse amor!

Saudades tuas

Beijos