Wednesday, March 19, 2008

Águas de Março


É pau, é pedra, é o fim do caminho
É um resto de toco, é um pouco sozinho
É um caco de vidro, é a vida, é o sol
É a noite, é a morte, é um laço, é o anzol
É peroba no campo, é o nó da madeira
Caingá candeia, é o matita-pereira
É madeira de vento, tombo da ribanceira
É o mistério profundo, é o queira ou não queira
É o vento ventando, é o fim da ladeira
É a viga, é o vão, festa da cumeeira
É a chuva chovendo, é conversa ribeira
Das águas de março, é o fim da canseira
É o pé, é o chão, é a marcha estradeira
Passarinho na mão, pedra de atiradeira
É uma ave no céu, é uma ave no chão
É um regato, é uma fonte, é um pedaço de pão
É o fundo do poço, é o fim do caminho
No rosto um desgosto, é um pouco sozinho
É um estepe, é um prego, é uma conta, é um conto
É um pingo pingando, é uma conta, é um ponto
É um peixe, é um gesto, é uma prata brilhando
É a luz da manhã, é o tijolo chegando
É a lenha, é o dia, é o fim da picada
É a garrafa de cana, o estilhaço na estrada
É o projeto da casa, é o corpo na cama
É o carro enguiçado, é a lama, é a lama
É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã
É um resto de mato na luz da manhã
São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração
É uma cobra, é um pau, é João, é José
É um espinho na mão, é um corte no pé
São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração
É pau, é pedra, é o fim do caminho
É um resto de toco, é um pouco sozinho
É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã
É um resto de mato na luz da manhã
São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração

(Tom Jobim)

54 comments:

Agulheta said...

Olá Maria.
Um pouco tarde;mas sou a primeira, e dizer que belo post,com letra de Tom Jobim que tão bem era cantado pela voz maravilhosa de Elis Regina,como gostava desta canção... lindo.
Beijinho Lisa

samuel said...

Maria

Acabo de passar pela Sal, que postou exactamente o vídeo desta cantiga.
Isto anda tudo ligado :)))

Abreijo

FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida amiga Maria, grata por poder relembar a linda poesia, na voz extraordinária da Elis Regina... Muitos beijinhos de ternura e amizade,
Fernandinha

António Inglês said...

Maria

Toda esta tua postagem hoje é para ficar e lembrar mesmo.
Tom Jobim é demais e esta música é eterna.
Depois fizeste muito bem em pôr São Martinho do Porto no teu blog.
Esta Baía é das coisas mais lindas que vi no nosso país.
Obrigado amiga Maria.
Lamento a morte de António Melenas.
Que descanse em paz.
Um abraço sentido.
António

jorge said...

Cresci ouvindo Tom, Vinicius, Milton, Caetano e Chico Buarque.
É sempre bom ler e ouvir o nosso "eterno maestro".


Abraços,

Jorge Elias

Blue Velvet said...

Ora nem sei o que te deu para pôres aqui esta letra/música.
Mas o facto é que não é preciso nenhuma razão especial.
Elis, Tom Jobim, música brasileira e mar: pois, é o fim da picada!
Beijinhos e veludinhos, amiga

Carminda Pinho said...

É promessa de vida no teu coração grande, Maria!

Beijos

Sophiamar said...

Maria, vim at� aqui ao encontro do ombro amigo , pois a morte do Ant�nio Melenas deixou-me muito triste. Os cravos que aqui postaste, p�-los ele no seu blog em Abril do ano passado. Pediu-mos pensando que fossem fotografia minha.Disse-lhe que eram do Google mas que podia sempre levar o que quisesse. Amigo da Liberdade, dos seus camaradas, da solidariedade, da justi�a...
Mais um que nos deixa, Maria. Que vida!
Desculpa este desabafo mas tinha de vir aqui.
Tom Jobim vem dar um bocadinho de cor a este dia.
Que esteja bem se a vida for uma passagem para a outra margem.

Beijinhosssss

Dija said...

é mas é grande como tudo!!

Maria Clarinda said...

Sem sombra de dúvida uma das minhas canções preferidas (letras) de Tom Jobim, principalmente quando cantados pela Elis!!!!
Um beijo, um beijo de carinho por tudo!
Onde está...o António está Feliz e em Paz. Jinhos

Catarina Alves said...

hummm

Deu saudade de dança-la... hihi E apenas uma semana passou. :P

Escolhas fazem com que deixemos de fazer coisas que gostamos muito... mas apenas porque preciso agarra uma oportunidade.


(Comentário fora de normal, só podia ser meu!)

rui said...

Olá Maria

Sempre adorei esta letra!
São águas de Março abrindo o caminho do amor, pois aqui Março é Primavera!

Beijinhos, muitos

Pepe Luigi said...

Cara Maria,

Fiquei com um enorme nó na garganta ao ter conhecimento da morte de António Melenas.
A notícia apanhou-me de chofre. Não é que sejamos eternos! Mas o facto é que não me habituo à idéia de ter perdido um grande amigo da blogoesfera, tanto nas idéias como nas acções.
Presto aqui a minha homenagem ao Homem, ao Poeta, ao Herói da Vida que foi António Joaquim Gouveia, o nosso querido António Melenas.

Pepe

Berta Helena said...

Como gosto desse poema cantado pela Elis!

Beijos.

CNS said...

Acho que fiquei com a voz da Elis no ouvido...

bjs

Maria P. said...

Apetece dançar:)

Beijinho*

Maçã de Junho said...

oh Maria..... como é que eu nao soube do falecimento do amigo melenas..... que desgosto que tive agora...
Fica a saudade dos seus escritos e a jovialidade da sua presença....

Beijo
M

Ka said...

ahhhh adoro esta canção!!!
Se não te importas vou roubar-te a ideia e pôr ´como música no meu blog, posso?

Beijos Maria e um excelente dia!!

amigona avó e a neta princesa said...

E em Março te deixo um abraço, amiga...vais comigo no pensamento...fico triste pelo post abaixo...fica bem...beijocas...

veritas said...

Saudades da voz de Elis Regina...

Bjs, Maria, Boa semana!

Luís Galego said...

porque será que os brasileiros têm esta arte mágica de verbalizarem tão bem os sentimentos? porque será, será...

isabel said...

águas de Março. espero que sejam breves.

beijo e boa Páscoa se não nos "virmos" antes

isabel said...

águas de Março. espero que sejam breves.

beijo e boa Páscoa se não nos "virmos" antes

Sininho said...

Está quase tudo incluído nesta letra.
E é Março e chove.
Esta quase Primavera é cruel para muita gente cuja saúde é débil.

Um beijo grande para ti.

Gerlane said...

Que bom encontrar aqui um clássico da Bossa Nova! Realmente, as águas de março já estão fechando o verão por aqui.

Uma ótima Páscoa pra ti! Paz, fartura e momentos bons!

Beijos!

Mocho-Real said...

Grande poema e grande canção! Muitas vezes a cantei enquanto a ouvia!
Intemporal!

Um abraço, Maria.

Jorge G.

C Valente said...

Gosto muito da musica , apesar de não conhecer bem a letra. Obrigado
Saudações amigas e Santa Pascoa

Oris said...

Lê-se, cantando....

Beijitos, Maria.

brisa de palavras said...

È a vida, rindo e cantando...
um abraço
brisa de palavras

Ana said...

Li... e fizeste-me ouvir :-)

Deixo ficar os meus votos de uma boa Páscoa.
Um beijo, Maria.

foryou said...

Bonito! Lindo!
Mas quando cheguei ao fim deparei-me com o post anterior... :(

fj said...

poema bonito, musica linda!
(não a ouço mas imagino)
um beijinho grande e continuação de boa semana de Pascoa

Justine said...

Canção eterna, perfeita,obrigatória.
Beijinho por tê-la trazido a nós.

avelaneiraflorida said...

Ainda no outro dia pensava nesta canção!!!!!
Agora ela está aqui!!!!
"Brigados" Amiga!!!!!
Bjkas!!!

Meg said...

Maria
Em tempos que já lá vão tive cá a
filha do Dorival Caimy. Podes imaginal o que foram aqueles 15 dias? Não faltou ninguém.
Tom Jobim, claro, todos do nosso lado.
Uma boa Páscoa e um grande abraço
(agora encontramo-nos em casa do meu "mano", estou felicíssima.

JOSÉ NEVES said...

Uma letra fabulosa de uma canção que encanta, como sempre um excelente cenário fotográfico a acompanhar,

Beijos com votos de Páscoa Feliz.

Cris Caetano said...

Eu A-DO-RO essa música! :) Principalmente no dueto Tom/Elis. Obrigada, Maria.

Beijinhos

Meg said...

Maria, tens um assunto para resolver lá em casa do mano. Não sei se te apetece ser Santa Maria... mas tu tens a última palavra. Lá terás de ler os comentários, mas ... sem isso nada feito. Eu também estou por lá e o mano também.

Te esperamos

OUTONO said...

Hesitei...hesitei...
Março é o meu mês.
É verdade...já estou mais velho!
E Tom jobim, é uma das minhas fortes inspirações.

Obrigado

Outono

Nilson Barcelli said...

Parabéns pela escolha.
Um poema e uma canção que são quase imortais...

Boa Páscoa, beijinhos.

Maria said...

Muito obrigada a todos que por aqui passaram....
Boa Páscoa
Beijos

Sunshine said...

Adoro esta música.
Sim Março é promessa de vida...
Beijinhos

Maria said...

sunshine

... no nosso coração....

Beijos

Kalinka said...

Acabei de saber da morte do nosso António Melenas, dos blogs Escritos Outonais e Enquanto e Não.

Só hoje e foi aqui que soube...
Estou triste, muito triste.

Bela homenagem!!!
Também eu já sinto saudades....

Maria said...

kalinka

É a morte que tanto tememos mas que faz parte da vida....
Ele é já saudade...

Filoxera said...

Adoro ouvir a Elis cantar esta canção.
E também gosto de S. Martinho do Porto.
Beijos.

isabel victor said...

Ai, estas águas na voz da eterna Elis ...

Ai que saudade

Ai ...


BJ* de Primavera e Poesia (que bem precisamos para doirar a vida e abraçar os lados mais frios do mundo. As pessoas que sofrem)

Maria said...

filoxera

A Elis é única. A baía de S. Martinho também....

Beijo

Maria said...

isabel victor

As águas de Março são eternas, como eterna é a voz de Elis...

Hoje já é o dia mundial da poesia.
Façamos dela a nossa arma para tentar construir um Mundo melhor...

Beijo

pin gente said...

e por cá o fim de março o que abrirá?


beijo

Rosa dos Ventos said...

E vai chover ainda mais!
Gosto imenso desta "cantiga".

Abraço

Maria said...

pin gente

por aí eu imagino o que o fim de março vai abrir....
... e estou a preparar-me porque vou ser rio a correr....


beijo

Maria said...

rosa dos ventos

Eu também gosto. E gosto de chuva.....

Abraço

Besnico di Roma said...

Olha a minha baía!... São “Portinho do Marto”