Tuesday, March 25, 2008

Partilhando um... quê?


Recebi hoje este mail.
O/a professor(a) classificou Bom +++++.
Será com certeza de uma menina do 1º ciclo, mas como eu gostava que a Ministra visse e "comentasse"....

Boa semana a todos.

47 comments:

Agulheta said...

Maria.
Que ternura e feito com as maozinhas pequeninas que deixam seu encanto...agora amiga pedes um sonho,um só! a ministra comentar,gostaria de ver.
Beijinho Lisa

Fernando Vasconcelos said...

Nem sei se o mais triste é a nota ou a ausência de correcção da professora. Ou seja provavelmente nem leu o que a criança escreveu ou então teria que dizer alguma coisa ...

Outonodesconhecido said...

Lindo e ternurento, mas o Bom +++++ não é do professor. a letra é de criança e muito igual ao autor do texto
Embora reconheça que poderia ser possível. Desde que vi uma ficha feita por um professor do 1º ciclo em que entre erros gramaticais e de sintaxe não havia ponta por onde se lhe pegasse...
boa semana
http://jasmimdomeuquintal.blogspot.com/ e outono

samuel said...

"...e e e mortal."
(é o poder da música...) :)
Genial!

Abreijo

FERNANDA & POEMAS said...

Olá minha querida Maria, recebeste e fizeste muitíssimo bem postá-lo... Também gostaria que a Senhora Ministra comentá-se... E esta em ???????
Beijinhos de carinho querida amiga,
Fernandinha

O Sibarita said...

Oi dona moça! Voltei PURIFICADO, tô na aréa, se derrubar é penalte viu fia? kkkk

Ai aiaiaiaiaiai...kkkk

Oi ai como cá os professores...

bjs
O Sibarita

Pitanga Doce said...

De fato Bom ++++ tem a mesma letra do texto. Talvez uma criança brincando de escolinha, sonhando um dia ser uma professora, e ficar à espera do comentário da Ministra. Diz logo a ela, Maria que a Ministra não vem.

beijos de quem já brincou muito assim.

Pitanga Doce said...

Ah, e aqui o Ministro também não costuma vir!

Blue Velvet said...

Ó Maria, não sejas mázinha...
A criança é um génio: só tem 4 anos e já sabe escrever o Hino Nacional!
Lindo:))))
Beijinhos e veludinhos

Entre linhas... said...

A capacida da criança é fantástica,muuito relevante dao á sua pouca idade,mas a caligrafia da classificação é idêntica á do texto,no entanto não deixa de ser bastante valor.
Bjs Zita

Vera said...

Foi feito por uma criança pequena que já conhece mais que muita gente... A bandeira e o hino...
Será que a ministra conhece? Será que aquela gentinha que está no poleiro sabe que supostamente vivemos em democracia?
Fico-me por aqui... Ainda vou presa...

Beijo Maria

Catarina Alves said...
This comment has been removed by the author.
Catarina Alves said...

Será que se o/a aluna fosse de ensino secundário teria a mesma nota?! :S
Talvez seja para onde estamos a caminhar.

Para quem não sabe, um dos critérios (se assim o podemos chamar) da avaliação dos professores será o sucesso dos alunos, em que a partir de uma percentagem reduzida de insucesso estes serão avaliados negativamente.

Ou seja, os professores mesmo sendo excelentes, serão maus se tiverem alunos com negativas!

Pois é, querem que as taxas de sucesso dos alunos em Portugal sejam altas. Mas assim, ao muito me engano, ou só incentivam os professores a darem essas notas, pois se os alunos forem bons, eles também são!

Assim, creio que vai haver muitos bons+++++++++ (+)

Mas que sei eu disso, apenas sou uma aluna atenta, que ouve diariamente professores...

- Excelente post! -

Nani

Maria P. said...

Sem cometários claro...

Beijinho Maria*

veritas said...

Olá Maria!

Gostei que tivesses partilhado. Ainda há momentos assim...

Bjs. Boa semana.

Ka said...

Bem, pelo menos já sabe a letra (o que é mais que muitos adultos), só não sabe é escrevê-la (será que alguém a ensinou de verdade???)!

Agora quanto à classificação suspeito que não seja da professora pois, corrige-me se estiver errada, quando os professores corrigiam era a caneta vermelha não era?

Beijinho e um bom dia

Justine said...

Maria, se isso fosse verdadeiro, seria assustador. Mas se calhar há situações reais ainda mais assustadoras...
Boa semana também para ti

eremita said...

amiga, com todo o respeito nunca sabemos a origem destas coisitas que aparecem.
Imaginar que qualquer prof pudesse classificar de bom tanto erro escapa-me e, em verdade, não
acredito apesar de haver muitos licenciados, nas várias áreas, que dão uns erros bem graves.
Mas vim também dizer-te que sobre o Jogo das 12 Palavras podes inscrever-te em qualquer altura, desde que a adesão não seja de tal monta que eu não dâ vazão, mas se quiseres aderir desde já não é vinculativo escrever sempre um texto a partir das palavras que forem seleccionadas. Podemos não ter incpiração, tempo, disponibilidade interior, etc, etc...Cada um escreverá quando sentir que sim e que pode. Mas serás smepre bem-vinda.
fraterno abraço.

Oris said...

Foi, com certeza, escrito por uma aluna das Novas Oportunidades...e foi ela mesma que o classificou...

(eu sei que estou a ser mazinha....)

:))

Mal, mas sabe o hino, coisa de que muitos adultos não se podem gabar..

Beijitos

poesianopopular said...

Tudo isto é normal numa criança de quatro anos, escrever como fala, colocar o mastro da bandeira do lado contrário, enfim;ninguém nasce ensinado.
O que está mal em tudo isto é o "Bom" ou será que dão "Bom" a todos e depois há uma retificação colectiva, sim porque individual não acredito, penso tambem que, este DEsgoverno anda a brincar com coisas muito sériase que rápidamente deve ser penalizado por isso, mas cuidado: mais do mesmo,Nããããããõ!
Abraço
José Manangão

Ana Luar said...

O mail é deveras bonito... se fosse real e saido das mãos e do coração pequenino de crianças de 5 anos (com quem estou habituada a lidar) ...

Sinceramente... não gosto quando usam os mais pequenos para causas (pessoais) que não são a defesa da sua segurança e a de uma qualidade de vida para todossssss.

Este mail... fez-me lembrar a conversa na sala de aula da minha filha... quando uma colega dela perguntou à professora pk estava uma camisola preta de luto pendurada no quadro... e a pergunta inocente foi... quem é que morreu professora?
ao que ela responde a rir... "com um bocado de sorte morre a senhora ministra este fim de semana na manifestação".... (consegues perceber a gravidade?)

Anda tudo maluco?

Já ninguém respeita ninguém?

Ninguém se dá ao respeito?

Onde está o verdadeiro ensino? Onde?



Tu sabes como sou Maria... não gosto de ir atrás do "rebanho"...

Continuo a debater-me pela EDUCAÇÃO e menos pela avaliação...

não vejo nada de mal em sermos avaliados quando nos achamos capazes de um excelente trabalho. :) Afinal na vida não somos todos nós avaliados diariamente?
E da forma mais dura!

Concordo que alguns dos termos da avaliação não sejam os mais correctos....... mas acho que dão tanta importância a este caso... quando diàriamente se enterra a cabeça na areia no assunto... violência escolar.... que a meu ver é muito mais grave.

Até os "filhos da mãe" dos politicos são avaliados de 5 em 5 anos........... e se lá continuam é pk (nós) os avaliamos com menor ou melhor nota.

Já o disse mil vezes e repetirei as vezes que forem precisas....

Eu luto contra uma educação de teoria inventada às presas nas mesas de debates deprimentes... Mas... debato-me sem armas nem peixeiradas a favor de um ensino melhor para os alunos e por um maior respeito aluno/professor e vice versa.

E o que eu queria que a ministra viesse esclarecer era........


Que raio senhora ministra fez até hoje para que a disciplina escolar volte a ser como antes?
Que incentivo tem sido dado nas escolas para ensinar os alunos e os professores a respeitarem-se mutuamente?
Ou a senhora não sabe que os professores merecem todo o respeito do mundo em comunhão com os alunos?


Aos pais eu pergunto: Estão vocês a cumprir com o vosso dever de pais ensinado os vossos filhos a respeitarem novos e velhos, pretos e brancos, professores ou patrões, crianças ou adolescentes? Estão?

Ou ainda discutem à frente dos vossos filhos assuntos sobre a má formaçaõ deste ou daquele professor como se fosse uma regra geral?(isso só lhes dará força à má educação já existente)

Podem usar o lirismo que quiserem... mas os filhos serão sempre um reflexo da educação que adquirida em casa.


Tenho pena de que este mundo esteja realmente a mudar... mas para pior.

Que raio de mundo dei eu de presente às minhas filhas?

Sérgio Figueiredo said...

maria,

Não deixa de ter a sua ternura o mail que partilhas. Li e cantei o Hino...
Contudo sou da opinião que, e com todo o respeito, deixem as crianças viverem a idade delas e não as consumam a favor e a uso de outros (os mais velhos). Sou a favor da luta dos professores, mas...como sabemos, há uns que são... e outros que não são...
A Ministra, não foge á regra.

Bjs

Sérgio Figueiredo said...

maria,

Não deixa de ter a sua ternura o mail que partilhas. Li e cantei o Hino...
Contudo sou da opinião que, e com todo o respeito, deixem as crianças viverem a idade delas e não as consumam a favor e a uso de outros (os mais velhos). Sou a favor da luta dos professores, mas...como sabemos, há uns que são... e outros que não são...
A Ministra, não foge á regra.

Bjs

tempoparaamar said...

Ternurento com mão de criança.Lá a nossa ministra comentar acho que só em sonho.Beijinhos com raios de sol que é assim que aqui está o dia, simplesmente divino.Salomé

Filoxera said...

Parece-me que a criança brincou a fazer o duplo papel, de aluno e professor...
Beijos.

Meg said...

Maria, estou irritada com isto tudo e não sou professora. Das duas uma, ou vou desenrolar aqui uma série de desabafos, ou então faço minhas as palavras da Ana Luar.

Respeito? Onde? Em casa?
Vou-te contar uma memória tão antiga!!! Eu tinha os meus 5 ou 6 anos e de às vezes, no colégio, lá do outro lado do mar, metiam-nos bandeirinhas portuguesas na mão e as professoras levavam-nos a desfilar pelas ruas de Luanda. Só muito mais tarde é que percebi que quando isso acontecia havia graúdos do "puto" em visita a Luanda. Que espectáculo bonito as criancinhas a desfilarem de livre vontade!!!
Este mail deve ter a mesma origem virginal... e eu não admito que se brinque com a inocência das crianças.

Um abraço Maria

Meg said...

Maria, estou irritada com isto tudo e não sou professora. Das duas uma, ou vou desenrolar aqui uma série de desabafos, ou então faço minhas as palavras da Ana Luar.

Respeito? Onde? Em casa?
Vou-te contar uma memória tão antiga!!! Eu tinha os meus 5 ou 6 anos e de às vezes, no colégio, lá do outro lado do mar, metiam-nos bandeirinhas portuguesas na mão e as professoras levavam-nos a desfilar pelas ruas de Luanda. Só muito mais tarde é que percebi que quando isso acontecia havia graúdos do "puto" em visita a Luanda. Que espectáculo bonito as criancinhas a desfilarem de livre vontade!!!
Este mail deve ter a mesma origem virginal... e eu não admito que se brinque com a inocência das crianças.

Um abraço Maria

rui said...

Olá Maria

Sem palavras!

Beijinhos, muitos

mfc said...

Tá muito bem, mesmo!!!!!!!!!!

Kalinka said...

Ainda bem que existem «pequeninos» com talento!!!

No 3º aniversário do «kalinka» relembrei as pessoas que deixaram de ser virtuais e fui ao encontro delas para as conhecer, na realidade.
Assim nasceram novas Amizades, com as quais me sinto feliz.

Mas…como a vida segue o seu rumo, mesmo contrariando alguns de má fé que se atravessam no «meu caminho», convido-te.

Vamos?

avelaneiraflorida said...

Querida Maria,

deveríamos prevenir a criancinha que o futuro dela como professora ou como aluna ...não parece muito brilhante!!!!!

Ou então está já a treinar para ser membro de algum futuro governo!!!!!
Bjkas!!

Bichodeconta said...

Contra os problemas da educação(ou falta dela) Marchar marchar..Pobre criança, como poderá aprender o que não lhe ensinam? Ternura, mão mãos pequeninas, que ao seu geito querem .. Este problema é Nacional, sinto-me deveras triste ..Cada vez agradeço mais a Deus a professora que a minha filha teve, aquilo a que eu chamo de professora da velha guarda.. Que se seja benevolente em algumas coisas? Ok! Mas que o que se aprende fique sabido e não apareçam estas aberrações de nota num trabalho que de facto não está bom..Obrigada pelas tuas palavras de carinho..É verdade..logo logo chega, e não é que já chegou..Beijinhos, ell

FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Maria, deixo-te muitos beijinhos de carinho e amizade,
Fernandinha

Nilson Barcelli said...

Nunca vi uma ministra tão importante...
É por ser importante que tanta gente fala nela?
Ou o que será que ela fez de mau...?
Já sei: é ela que não quer dar mais poderes aos professores... mas quais?

Beijinhos.

Spectrum said...

Imagino que se a ministra comentasse despediria a prof por nem se ter dado ao trabalho de corrigir. Ou não?!
Abraços, Maria

Rui Caetano said...

Nem sei o que dizer.

Maria said...

Quando ontem coloquei este post não imaginava que iria dar esta pequena polémica nos comentários...
Creio que quase todos dos que comentaram se lembram de como era no outro tempo, para o bem e para o mal.
E sabemos todos o que se passa hoje.
Sei o que era andar de bandeirinha no ar e vir ao Estádio Nacional no “dia da raça”, fazer demonstrações para os velhos do Restelo.
Sei que nesse tempo havia a tal “menina dos cinco olhos”.
Felizmente que tudo mudou.
Infelizmente alguns pais demitiram-se da sua função de educadores, pelas mais variadas razões. Acham que TUDO compete à Escola. E não é assim.
Ninguém, nenhum professor, nenhuma escola, substitui a educação que é dada em casa. Ou deveria ser.
Não sei quantos anos tem a garota que escreveu o Hino. Tem com certeza mais de 5 ou 6, a avaliar pelas letras. Não sei quem escreveu a nota, mas não me espantaria que fosse uma professora. O “c” não foi com certeza escrito pela miúda de 5 ou 6 anos. Está escrito de uma forma demasiado firme.
Não me vou pronunciar sobre nenhum dos comentários, devendo embora dizer à Ana Luar que, obviamente, não posso concordar com a resposta da tal professora sobre a camisola preta.
Fico por aqui, agradecendo a visita de todos que aqui passaram, e reafirmando mais uma vez que não pretendia discutir aqui coisa alguma, apenas partilhar um mail que tinha acabado de receber, e ao qual achei imensa piada.

Muito obrigada.
Beijos

Ana Luar said...

Mariaaaaaaaaa... ai Maria... discutir faz tão bem amiga... tão bem!


Deixa que se exponham as opiniões... é tão raro o blog que nos deixa falar das nossas magoas e medos. Estamos fartos de estar calados......... deixa que cada um de nós siga as linhas da sua verdade... e depois juntos........ chegarmos ao concenso do certo ou errado.

Não fiques preocupada... todos nós... TODOS... temos formas divergentes de entender as coisas e não és tu a culpada... o mail que recebeste é maravilhoso... eu ADORO de paixão o meu hino... este que tantas vezes cantei logo pela manhã na escola... e digo-te com sinceridade e sem vergonha alguma... muitas vezes ponho-o a tocar para não me esquecer a grandiosidade de um povo... o meu povo.
Eu não sou contra os professores........ isso nunca... seria o mesmo que ir contra tudo o que sou.

Mas fico triste pk vejo que a cada dia........ as coisas ficam mais deprimentes.
As nossas lutas perdem o sentido pela conversa aplicada... pelos meios utilizados.

Não fiques triste Maria!

È visivel o nosso amor por ti... e por tudo o que deixas neste blog... por isso saimos e entramos vezes sem conta durante o dia... para ler... responder....... e simplesmente ficar sentados à varanda da tua casa... com esse mar maravilhoso pela frente.

Não deixes de colocar posts destes... nós responderemos e aprenderemos uns com os outros.

As nossas ideias são formadas pelo que lemos, ouvimos e vivemos... nunca te esqueças disso Maria.


Gosto-te tantooooo..............:)

Valsa Lenta said...

Agradeço a sua partilha, Maria. Contudo, infelizmente este não é nem será caso único. Acredite já li algumas barbáries! Algumas delas levam-me a crer que os professores nem lhe puseram a "vista" em cima.
Todos nós desejamos um melhor ensino. Que o professor tenha mais autoridade ou que seja reconhecido como tal. Mas, a primeira socialização de cada ser é feito na família. Esta, frequentemente foge às responsabilidades que lhe compete - o da educação moral ao longo do seu desenvolvimento.
Depois, é claro, qualquer tipo de insucesso é sempre culpa do professor / educador / animador!

Uma vez mais obrigada pela partilha.

Felicidades

Anonymous said...

ana luar

valsa lenta

Não estou em casa. Quando chegar volto a este post. Fica prometido.

Beijos

Maria

Um Momento said...

Maria...
É uma ternura esse desenho e essa menina saber o hino nacional
( coisa rara hoje em dia em muitas crianças...) mas... bom com tantos mais?...com esses erros todos?...
Será que a professora leu ?...
Quanto á ministra ler e comentar?... até lá já essa menina aprenderá a corrigir os seus erros:)))))))))))))))))
( assim espero)

Beijo !

(*)

isabel said...

não me espanta que seja verídico. já todos recebemos mails com este tipo de erros...

Maria, voltando uns dias atrás, caso denise, escola problemática: não se consegue ser "democrata" com pessoas (filhos) que estão longe de saber o que representa essa palavra. O próprio conselho disciplinar ilibou-se de qualquer responsabilidade. Logo, numa escola deste tipo a atitude da prof. foi a mais correcta (do meu ponto de vista, claro). Óbvio que não acho que se deva proceder assim em todos os casos.

beijo

Maria said...

ana luar

Eu disse que voltaria a este post. Só a falta de tempo me impediu de o fazer antes.
Querida Ana, é na divergência de opiniões e na discussão dos assuntos que muitas vezes pode (deve) nascer uma solução para resolver um problema. Não tenho dúvidas que quem vem aqui é porque gosta, ou tem curiosidade, em ler o que coloco. É o que todos fazemos.
Neste caso estou plenamente convencida que foi uma garota quem escreveu o Hino, e uma professora que (não) o corrigiu....

Eu só fico triste com a injustiça e a maldade que existe por aí, com a fome e a miséria por que passam tantas crianças.
E fico triste que este Povo, que é o meu, não aprenda e não perceba que, quando está a pôr o voto na urna, está a eleger gente que nos vai governar. Já deviam ter aprendido. Já deviam ter exigido o cumprimento das promessas feitas. é uma questão política, e não quero fazer daqui, deste blog, um espaço de discussão política "forte". Apenas umas achegas, de vez em quando, sabem bem.
Até porque ninguém tem dúvidas sobre o lado em que me coloco....

Beijinhos

Maria said...

valsa lenta

É verdade que o educação é em casa que se recebe.
Se os pais se demitem disso.... temos o que vemos....

Abraço

Maria said...

um momento

A ministra tem mais que fazer...
:))))

Beijos

Maria said...

isabel

A falta de educação dos alunos é o que me perturba.
Eu não sei como reagiria se estivesse na posição da professora....

Beijos

lisboeta said...

Mas a caligrafia da classificação é a mesma do texto... A assinatura "Silvana" é da aluna. Comparem o S e as outras letras...
Olhem que os professores escrevem/classificam geralmente a vermelho. Se usarem outra cor, não é igual à usada pelos alunos.