Friday, March 21, 2008

Sophia, sempre...


Eis-me

Tendo-me despido de todos os meus mantos
Tendo-me separado de adivinhos mágicos e deuses
Para ficar sozinha ante o silêncio
Ante o silêncio e o esplendor da tua face
Mas tu és de todos os ausentes o ausente
Nem o teu ombro me apoia nem a tua mão me toca
O meu coração desce as escadas do tempo em que não moras
E o teu encontro
São planícies e planícies de silêncio
Escura é a noite
Escura e transparente
Mas o teu rosto está para além do tempo opaco
E eu não habito os jardins do teu silêncio
Porque tu és de todos os ausentes o ausente

(Sophia de Mello Breyner Andresen)

(e hoje, no Dia Mundial da Poesia!)

43 comments:

Carlos Barros said...

Gosto dessa solidão que retrata.
beijo

Rui Caetano said...

Ora, Sophia. Umabeleza bem escolhida. Uma boa Páscoa e que os dias se invadam de imensa poesia.

Oris said...

Gosto de Sophia...e este poema é lindo...triste...mas lindo.

Boa Páscoa, Maria.
Beijitos

joão marinheiro said...

Sempre Sophia, eterna. Passei para deixar um abraço à ilha.

samuel said...

Nocturno!...

Abreijo

Outonodesconhecido said...

Sophia fica bem em qualquer dia da semana ou festividade.
Boa Páscoa

Menina do Rio said...

E a todos os poetas que nos emocionam com seus sentimentos eu deixo aqui o meu beijo

Boa Páscoa querida!

MiE said...

Sofia sempre!!

...e neste dia em especial.


Um beijo

grande

e

Boa Páscoa

JOSÉ FARIA said...

O COMPASSO

Anda a sineta tão persistente,
Na freguesia sempre a tocar.
Soa aos ouvidos de toda a gente,
De todas as ruas, de qualquer lugar.

Vem o compasso, é festa é alegria,
Traz água benta, o incenso e a cruz.
E ouvem-se vozes: Aleluia!
Já todos beijam os pés a Jesus.

Entram em casas, casebres, vivendas,
Em todos os lares, de rico ou pobreta.
Em cada visita recebem oferendas,
Persistente na rua toca a sineta.

“Tenha esta casa e quem nela mora
Viver fraterno, saúde e amor!”
E logo o compasso não se demora,
Lá vai de novo com a cruz do Senhor.

Estão as soleiras atapetadas,
Há verdes, flores e rosas no chão.
E não para o sineiro as badaladas
É festa e alegria do povo cristão.

Jesus ressuscitou, Aleluia!
Salta água benta do alecrim.
Anda o compasso numa euforia,
E canta a sineta tlim, tlim
Tlim, tlim. Tlim, tlim!

José Faria

Carminda Pinho said...

Sophia no dia mundial da poesia e...para sempre.

Beijos

amigona avó e a neta princesa said...

Linda escolha, querida...um computador(sem acentos!) de um vizinho do filhote deixou-me vir aqui...beijinhos minha amiga e muitas saudades mas, como sabes, estou MUITO FELIZ!!! Boa Pascoa...

Fernando Samuel said...

Sophia sempre, a Poesia sempre...

Maçã de Junho said...

POÉTICA
1
Que é a poesia?
uma ilha
cercada
de palavras
por todos os lados.

2
Que é o Poeta?
um homem
que trabalha o poema
com o suor do seu rosto
Um homem
que tem fome
como qualquer outro
homem.

Cassiano Ricardo,

Justine said...

Que a poesia esteja presente na nossa vida, todos os dias, nem que seja apenas numa cintilação.
A foto e o poema fazem um todo.
Beijo, Maria

Sophiamar said...

Sophia será sempre a nossa escolha. Desculpa a minha ousadia, Maria, em utilizar o "nossa" mas já te vou conhecendo. Do lado esquerdo da vida porque a Liberdade não pode ser esquecida. Nem a Poesia! Nem a POETA!

Beijinhossssss amiga

FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida amiga Maria, belíssima escolha para festejar este dia, tão especial...
Votos de Santa Páscoa!
Beijinhos muito especiais...
Fernandinha

velha gaiteira said...

venho somente deixar os meus votos de boa Páscoa.

fj said...

... muito bem escolhida esta poesia da sophia neste Dia da poesiae também em Dia internacional da Marionete; Dia Mundial contra a descriminação Racial e o Dia Mundial da Arvore...
Maria
já plantaste uma arvore??
eu ja!! foi logo ás 7h da manhã.Plantei duas figueiras(adoro figos)
bjinhos Maria
Uma Boa Páscoa!!!

Sininho said...

A escolha exacta para o dia que eu não me lembrava ser o da Poesia.
O TEU dia, portanto.

Beijinho

mfc said...

É sempre um prazer enorme reler Sophia.

pin gente said...

os jardins de silêncios oprimidos são difíceis de habitar

O Profeta said...

Mulher da ilha é solidão
É espera do vapor da madrugada
É aroma de milho em mesa de pão
É pio de milhafre, alma assombrada

Mãe em ninho feito de frias pedras
Por duras mãos cheias de jeito
Não sei se de ti brota um morno leite
Ou escorre rubra lava do teu peito


Uma Santa Páscoa


Terno beijo

poesianopopular said...

Maria
Escolha perfeita!
Abraço
JoséManangão

Encontro de Olhares said...

Olá Maria,

Obrigado pela informação de vírus!!!

E obrigado pela amizade :)
Beijinhos
Manuela Fonseca

tempoparaamar said...

_♥♥___♥♥
_♥♥___♥♥_________♥♥♥♥
_♥♥___♥♥_______♥♥___♥♥♥♥
_♥♥__♥♥_______♥___♥♥___♥♥
__♥♥__♥______♥__♥♥__♥♥♥__♥♥
___♥♥__♥____♥__♥♥_____♥♥__♥_____
____♥♥_♥♥__♥♥_♥♥________♥♥
____♥♥___♥♥__♥♥
___♥___________♥
__♥_____________♥
_♥____♥_____♥____♥
_♥____/___@__\\___♥
_♥____\\__/♥\\__/___♥
___♥_____W_____♥
_____♥♥_____♥♥
_______♥♥♥♥♥

Beijinhos e uma Santa e feliz Páscoa amiga...Salomé

Vb said...

Sophia no dia da poesia, é uma alegria!

Deixo os votos de uma boa Páscoa!

Beijinho!

Um Momento said...

Maria:))
Também eu gosto imenso de Sophia
( acho que já sabes)
Grata por tão divina partilha
Deixo um beijo com muito carinho e votos de uma Boa Páscoa com tudo de muito Bom!

(*)

LB said...

Belo poema!

Beijinho e boa Páscoa

multiolhares said...

Existem momentos que temos de nos despir de todos os mantos e em silêncio nos encontrarmos connosco

beijinhos

tufa tau said...

e poesia rima t�o bem com sofia...

beijo

Rosa dos Ventos said...

A inesquecível Sophia cuja poesia eu adoro!
Que comentário corriqueiro num dia destes e perante semelhante poema...

Um abraço

Sal said...

É belo, Maria.

Bons sonhos


beijinho, bom fim-de-semana

Ana Luar said...

Eis-me fã incondicional de uma mulher eterna. :)

Agulheta said...

Maria.
Que somos nós ou seriamos,sem poesia,ela é a alma e coração que transpira,morreu por a cantar e dizer aos homems como devia ser a poesia...Livre.
Beijinho boa Páscoa e se feliz.Lisa

Vera said...

Uma excelente escolha neste dia especial!

Um beijo Maria

Blue Velvet said...

"De todos os ausentes o ausente"
Sei!
Querida Maria, bela escolha, mas triste.
Vá meu colinho, minha amiga, um sorriso te deixo.
E beijinhos e veludinhos

Carminda Pinho said...

Maria,
passo para te deixar um grande abraço com amêndoas e, folar de Páscoa.

Beijos

PS: Não deu para ir ao CCB, amiga.

avelaneiraflorida said...

Querida Maria,

SOPHIA. PONTO.

Bjkas!!!

Maria said...

Obrigada pela vossa passagem por aqui.
É isso: SOPHIA, Ponto.

Beijos

viajante said...

...e no Dia Mundial da Poesia, Sophia também lá esteve.
Boa Páscoa, Maria.

Maria said...

viajante

Já por lá passei.
Obrigada pelo Nambuangongo

Cris Caetano said...

Gosto demais de Sophia e acho que já sabes disso. :)

Beijinho

Anonymous said...

cris caetano

sei, sim....

beijinho
Maria