Monday, September 08, 2008

Mil vezes


Já te disse mil vezes e vou repetir aqui
que o meu amor por ti, de antanho,
é um amor sem tamanho

Já te disse mil vezes que nada faz sentido
se tudo não for vivido, assim,
como se fosse o fim

(Vou acolá. Depois eu volto.
Deixo beijos a todos)

58 comments:

Vera said...

Tudo tem que ser vivido, mil vezes, intensamente!

Vai lá! Cá te espero :)
Diverte-te.

Beijo grande

De Amor e de Terra said...

..e disseste muito bem, minha querida Maria, muito bem mesmo!!!
Há lá coisa mais bonita que um AMOR assim?!...

Gostei muito.

Beijos

Maria Mamede

De Amor e de Terra said...

..e disseste muito bem, minha querida Maria, muito bem mesmo!!!
Há lá coisa mais bonita que um AMOR assim?!...

Gostei muito.

Beijos

Maria Mamede

pin gente said...

a essa acolá um dia irei
(escreve em frente ao tejo)
boa viagem e boa estada lá no acolá

beijo, maria

Rosa dos Ventos said...

A Festa são só 3 dias, por isso volta depressa!

Abraço

Lúcia said...

Vive, como se fosse o fim.
E diverte-te
Beijinhos

Serenidade said...

Concordo,

o AMOR deve ser vivido com toda a intensidade, pois se for aputado com medos... nada se vive, é um amor sem sabor...

Vai mas volta rápido:)

Serenos sorrisos

zmsantos said...

A Maria, na sua Ilha.
Constante gaivota que regressa a casa.

Beijinho e aproveita bem!

Apenas eu said...

Nada como ter a certeza do sentir em pleno...
beijos

Vai lá e volta fazes-me falta!

Leticia Gabian said...

Vais berlengar....Já sei!
Respira o mar e troca confidências com ele.

Até a volta!
Beijo grande, amiga-irmã!

Fernando Samuel said...

Sendo o início como se fosse o fim...

Um beijo grande.

tempoparaamar said...

Vai Maria, vai à ilha mas volta.Beijo aqui da ilha também.Salomé

Maria said...

se não fosse, urgente e intenso, seria amor ? ;)

mfc said...

A verdade sempre... e em todos os campos!

Zé Ernesto - Gaia said...

Cara Maria
Aguardo a visita ao meu blog!

Sophia de Mello Breyner Andresen

Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão.
Porque os outros têm medo mas tu não.
Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.

Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

Um bem haja

GOOGLE
site:zuluechopaparomio.blogspot.com poetário
BLOG - Visitar e comentar basta clicar sobre a imagem de Jesus Orando

BlueVelvet said...

E vais-te assim, com esta declaração de um Amor lindo,e vou ali já venho...
Então está bem.
Cá fico à tua espera.
Beijinhos e veludinhos azuis

Ludo Rex said...

Bonito momento. Volta logo... Kiss

Ana said...

Calculo que um descanso te saiba bem.
Como calculo que o melhor local para descansares será ao pé do mar.
Ao pé do cheiro a maresia.
Na ilha que tanto cantas nos teus poemas.

Um beijinho, Maria e até à volta,

Ana said...
This comment has been removed by the author.
Filoxera said...

Bem, este blog é um mar de amor...
Beijos.

Justine said...

Tem muita força, este teu poema. Como o rochedo da fot...

Então vai e vem, depressa e bem.
Aceito os beijos. E retribuo.

FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Maria, como te compreendo Amiga, como te compreendo!
Beijinhos vde muito carinho e amizade,
Fernandinha

FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Maria, como te compreendo Amiga, como te compreendo!
Beijinhos vde muito carinho e amizade,
Fernandinha

Agulheta said...

Vai Maria. Ama muito como se fosse o Último dia,nós esperamos por uma amiga sempre.
Beijinho

em azul said...

Um amor, se é amor, nunca é demais repetir... repete, maria!

Beijo
em azul

Pedro Branco said...

E eu já te pedi mil vezes para me mostrares a tua ilha...

É uma certeza que tenho bem guardada, sem pressa. Eu sei.

Beijo grande.

Eduardo Aleixo said...

Maria

Lindas palavras. Beijo, Maria.
EA

Mar Arável said...

Sempre Maria

bjs

fj said...

"...nada faz sentido se tudo não for vivido, assim,como se fosse o fim..."

amiga Maria,
este pensamento assusta-me:(
e hoje sou do contra ;)

- acho mesmo que tudo faz 100tido, mesmo q não seja vivido como se fosse o fim.
:)
Abreijos

fj said...

já voltaste???
:))

O Sibarita said...

De novo, é fia? Assim eu não guento não! kkkk

-Guenta sim!
-Guento nada, sua menina? kkkkkkkkk

Que diabo de tanto ir acolá e já voltar? Onde ja se viu isso? Ai meu Deus do céu! kkkkkkkk

Essa criatura ainda me mata! kkkkk

bjs
O Sibarita

Sonhadora... said...

O amor deve ser vivido em sua plenitude.

bjo e linda semana!

tulipa said...

Boa viagem
e boa estada
no acolá...

Imagino
que te apeteça
um descanso!
Sei
que o melhor local
para descansares
será ao pé do mar.
Ou será
que desta vez
foste para o campo?

Beijo, Maria

samuel said...

Então vá... recarrega a bateria e volta. :)

Abreijos

Papoila said...

Acertivas palavras ...

Beijinhos Maria

BF

Carla said...

e mil vezes mais dirás...porque é bela a força desses dizeres
beijos e volta aqui rápido

Gui said...

Fico à espera.

lisse said...

Viver na urgência dum fim que se ignora.Breve estremecer de asas...
Voltar com as mãos cheias de sal e mar.
Sinto o cheiro e a brisa...
Abraço
até que seja a hora do regresso(sem pressa...)

bettips said...

Estas pedras a falar de amor, como se gente fossem...
E calculo o cansaço brilhante depois desses dias plenos. Bom descanso!
Bjinho

Nilson Barcelli said...

Não sei como consegues dizer tanto com tão poucas palavras. E de uma maneira poeticamente brilhante.
Parabéns pela tua criatividade.
Beijinhos.

elvira carvalho said...

Boas férias.
Um abraço

heretico said...

bonita forma de viver. e amar...

beijos.

andorinha said...

Mesmo dito mil vezes, tem sempre o sabor da primeira. Sobretudo se fôr com palavras como as tuas.
Beijo e volta breve.

Sal said...

Adorei o poema e adorei reencontrar-te na Festa.
Para o ano há mais sopa de pedra!
De preferência sem chuva...
Beijinho

CNS said...

A ilha em Setembro...


um beijo grande

r_ogeri_o said...

"Já te disse mil vezes que nada faz sentido
se tudo não for vivido, assim,
como se fosse o fim"

uiui

as velas ardem ate ao fim said...

Sortuda!´

bjo

O Profeta said...

Mil vezes dito...há-que acreditar...


Doce beijo

Maria P. said...

Um dia vou mesmo para a tua ilha...:)

Beijinho, até...*

Delfim peixoto said...

Volta depressa

LB said...

Ah, esse mar...!

Beijinho

Meg said...

Isto é que é um andar de cá para lá.
Mas a esta hora já estás cá. Passei para, com mais tempo te ler, e de partida te deixar uma abraço. E viva o amor de antanho, que é tamanho!
Bjs

joão marinheiro said...

Preciosa a foto. Saudades da nossa ilha.
Abraço naufragado.

Cris Caetano said...

Também acho! Se é amor sem tamanho, daquele grande assim... tem de ser vivido intensamente.

Beijinhos

Teresa Durães said...

já vim e tinha saudades de te ler

rosa dourada/ondina azul said...

Cada momento deve ser vivido pelo que vale !


Vai e volta bem :)))


Beijo,

Parapeito said...

Ohhh...nao te vi lá :))

Beijoooo

LOURO said...

Olá amiga Maria, nunca mais soube de ti, continu-o a passar pelo teu blogue, mas nem sempre o tempo, permite deixár um alô,
Bom fim de semana,
beijinhos,
Lourenço