Tuesday, June 16, 2009

Ilha


9.00 da manhã de 11 de Junho de 2009

Deitada és uma ilha E raramente
surgem ilhas no mar tão alongadas
com tão prometedoras enseadas
um só bosque no meio florescente
promontórios a pique e de repente
na luz de duas gémeas madrugadas
o fulgor das colinas acordadas
o pasmo da planície adolescente
Deitada és uma ilha Que percorro
descobrindo-lhe as zonas mais sombrias
Mas nem sabes se grito por socorro
ou se te mostro só que me inebrias
Amiga amor amante amada eu morro
da vida que me dás todos os dias


David Mourão-Ferreira
(24 Fevereiro 1927 - 16 Junho 1996)

32 comments:

Pico minha ilha said...

Uma ilha de amor como tão bem David Mourão-Ferreira soube descrever.Bela comparação.Beijos Maria aqui da outra ilha

simplesmenteeu said...

Bem que, alongo o olhar, além mar, para ver se te descobro...

Mas só, o cantar das marés me responde.

Abraço enorme,
em tempo de saudade

Agulheta said...

Maria. Nesta ilha de uma beleza finda,o meu olhar ficou na imagem,e o meu coração nas palavras de Mourão Ferreira,lindo.
Beijinho fica bem

Ana said...

Só os poetas são capazes de pintar um quadro com palavras...

Beijinho.

Apenas eu said...

Depois de ler esta poesia fiquei, como sabes que fico, com bolhinhas no cérebro :)

é tão linda a descrição que não há nada que se possa dizer. Perfeito!

beijos Maria
Muitos
saudades

Papoila said...

Um beijinho em poesia Maria da Ilha :)

FERNANDA & POEMAS said...

QUERIDA MARIA, BELÍSSIMA POSTAGEM... ABRAÇO-TE COM MUITA AMIZADE,
FERNANDINHA

PreDatado said...

O poema do David Mourão-Ferreira é excelente apesar das colinas serem vulcões que de vez em quando entram em erupção. :)

joão marinheiro said...

Fantastica a cor a essa hora da manhã em que o sol caminha lentamente para sul, e o carreiro nos convida a chegar à pousada...
Fantasticas as palavras de David, professor poeta homem grande das nossas letras...

Abraço com mar azul

Filoxera said...

Não sabia que fazia anos que faleceu. Adoro a escrita do David Mourão Ferreira. E esta tem tudo a ver contigo.
Beijos, amiga.

samuel said...

Tão bonito!

Abreijo.

Carminda Pinho said...

David Mourão-Ferreira, "cantou" o amor como poucos.

Beijos, Maria.

anamar said...

Belo, Maria!
:))

Abdoul Hakime Zahrah al Jounoub عبد الحكيم زهرة الجنوب said...

Todas as histórias terminam com
"... e foram felizes para sempre",
Depois de todas terem
Começado com " Era uma vez..."

Ah, vida! Um dia ainda te pergunto por que
Não és como os livros; por que escruel e calada;
E na impossibilidade de receber um sim ou um não,
Hei ainda de te pedir perdão pela minha insensatez.

GR said...

Muito bonito.

Um bj do tamanho da "tua" Ilha.

GR

Esterilização Obrigatória said...

Vem ver no nosso Blogue, a entrevista com a Alexandra do Bazar do Ronrons, e sabe a realidade dos gatos em Lisboa.
http://esterilizacao-o.blogspot.com/

Rosa dos Ventos said...

David Mourão-Ferreira tinha uma maneira extremamente delicada de apresentar estas metáforas!

Abraço

utopia das palavras said...

Simplesmente...belo!

Obrigada!

Bjinho

Teresa Durães said...

gosto bastante de David Mourão-Ferreira

Fernando Samuel said...

Linda a foto.
Lindo o poema.
Que mais se pode desejar?

Um beijo grande.

Lúcia said...

Amo D M ferreira. Esse poema, então, é... O poema. AINDA QUE tenha outros melhores. ESte é diferente.

Um beijinho, Maria

O Sibarita said...

Que bela ilha em moça? Cantada e decantada em belo poema, espetácular!

Dona Maria como foi o dia de Santo Antonio? Fez seu pedido, sua simpatia, foi? kkkkkkkkkk

bjs
O Sibarita

Licínia Quitério said...

Gosto muito do erotismo deste poema. Aliás, gosto muito do David.

Até à volta, Maria.

Maria P. said...

Lindo...

Beijinho, minha Maria*

mdsol said...

"Amiga amor amante amada eu morro
da vida que me dás todos os dias"

Só os poetas sabem das coisas

:))

elvira carvalho said...

Um belo poema de um poeta que gosto muito
Um abraço

Sunshine said...

Muito bonito o momento que retiveste na tua foto.
Um beijinho desta ilha

Anonymous said...

Todos os momento e todas as ilhas...de amor.
Lindos, poema e a tua - sempre, sempre - foto de mar e rosas bravas nele.
Bjinho da Bettips

Cris Caetano said...

Essa capacidade de transformar amor e desejo em poema me faz reverenciar um artista. Lindo.

Beijinhos

margusta said...

Que lindooooo Maria esta "ILha" de David Mourão-Ferreira.

Maria, a tela não subiu no leilão....mas foi muito bom!!! Porque das 27 só 15 foram vendidas...e a minha foi uma delas!...Bom sinal!!!

E sei que ajudei a Instituição :) :) :)

Beijinhos para ti..lá no Bugio!

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram aqui.

Beijos

Deusa Odoyá said...

Olá minha doce amiga.
Uma ilha de belos encantos.
Fiquei maravilhada com a imagem,e com seu doce poema.
Beijinhos da sua amiga do aldo de cá.
Regina Coeli.
Fique na paz.