Friday, June 26, 2009

Porque me apetece Mário Cesariny

Em todas as ruas te encontro
em todas as ruas te perco

conheço tão bem o teu corpo
sonhei tanto a tua figura
que é de olhos fechados que eu ando
a limitar a tua altura
e bebo a água e sorvo o ar
que te atravessou a cintura
tanto tão perto tão real
que o meu corpo se transfigura
e toca o seu próprio elemento
num corpo que já não é seu
num rio que desapareceu
onde um braço teu me procura

Em todas as ruas te encontro
em todas as ruas te perco

(Mário Cesariny)

29 comments:

clic said...

Apetites... :)

Joao P. said...

Maria:

Fabuloso!

Fabuloso mesmo

é para imprimir

beijo

João

FERNANDA & POEMAS said...

QUERIDA MARIA, AINDA BEM QUE NOS DÁS ESTA MARAVILHA... ABRAÇO-TE COM CARINHO E TERNIURA,
FERNANDINHA

mjf said...

Olá!
Lindo...
Tens bons apetites:=)
:=)

Beijocas

anamar said...

Maria, é a segunda vez que leio este poema esta semana... lindo de morrer!
O jantar foi bom???
Foi com pena que faltei....
Bj

Ana said...

Apetecem-te sempre coisas boas ... e nós ficamos a ganhar. Cesariny é para se ler. Sempre.

Um beijo, Maria.

salvoconduto said...

Em contra-partida também encontramos um pouco de Mário Cesariny em todas as ruas.

Abreijos.

Carminda Pinho said...

Imagino como a festa deve ter sido bonita. A amizade e a solidariedade quando se juntam, fazem milagres.

Também gosto do Cesariny.

Beijos, Maria.

Fernando Pinto said...

Devoro a nossa poesia...

Beijinhos

P. S. Quanto ao meu novo blogue... Obrigado pela tua visita! Este meu vídeo ("A Ria a Preto e Branco")tem 7 minutos e 50 segundos (7'50").

Decidi colocar este fragmento para que pudessem ver um pouco do meu trabalho. Mas o resto também é muito lindo!

Beijinhos

Arabica said...

Em todas as ruas me encontro
em todas as ruas me perco.



Lembranças para mim de mim.

:)

Bom dia com café e um beijo

elvira carvalho said...

É lindo. A menina tem apetites de qualidade.
Um abraço e bom fim de semana

zmsantos said...

Encontros. Desencontros. Correm rios que já foram ruas onde sonhei o teu corpo.Tão perto e tão real.

Beijos. Por seres grande, e boa.

A CONCORRÊNCIA said...

Em todas as ruas nos encontramos ... e que magnificos são esses encontros ...

Um beijo de quem ficou mais rica ontem ...

Lúcia said...

DElicioso - numa manhã de Verão:)
Beijinhos, Maria

Huma Senhora said...

E quem não se perde a ler Mario Cesariny? Quando entramos em poemas como este fica difícil encontrar o caminho de volta.

João Videira Santos said...

Cesariny?

Conheci.

Ele e Ary, sempre controversos, enriqueceram algumas das minhas tardes.

Bom é saber que há quem os mantenha vivos através dos seus posts.

O Profeta said...

Nasceu!
Nascem a todo o instante
Os sentires vindos da alma
Tatuados a cada semblante

Um beijo na tua procura
Um abraço fica suspenso
Um sorriso desponta da tristeza
Um olhar prende o momento


Bom fim de semana



Doce beijo

Teresa Durães said...

este poema é bastante bonito!

Ana said...

Quando se está apaixonado...

Beijinho

maresia_mar said...

olá minha querida Maria
lindo!!

«Viver é desenhar sem borracha!»

bom fds

Anonymous said...

em todas as ruas te perco......
sonhei tanto a tua figura.........
.....a limitar a tua altura........
e bebo a água e sorvo o ar que atravessou a cintura.....tanto tão perto e tão real onde um braço meu te procura...

É lindo este poema!!!

...

Agulheta said...

Lindo amiga de ler,é um desenhar de palavras na escrita de Cesariny? adorei.
Beijinho bfs fica bem.

Lídia Borges said...

Mário Cesariny sempre uma óptima escolha.
Este poema é lindíssimo!

Um beijo

joão marinheiro said...

Cuidada a escolha, Verdadeiras as palavras e as ruas...
Abraço junto ao mar

O Puma said...

Belo

bjs muitos

Fernando Samuel said...

Este nosso tão humano perder e encontrar... e voltar a perder e voltar a encontrar...

Um beijo grande.

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui.
a noite hoje foi de trabalho, com cantigas, palavras e poesia à mistura... e foi BONITA!!!

Beijos a todos

Ana Camarra said...

Me gusta mucho!

beijos

Parapeito said...

..e ainda bem que te apeteceu..a mim tambem me apetece ler :)
Um abraço*