Sunday, June 07, 2009

Porque me apetece Joaquim Pessoa


(foto de Nuno P.)

De esperas construímos o amor


De esperas construímos o amor intenso e súbito
que encheu as tuas mãos de sol e a tua boca de beijos.
Em estranhos desencontros nos amamos.
Havia o rio mas sempre ficávamos na margem.
Eu tocava o teu peito e os teus olhos e, nas minhas mãos,
a tarde projectava as suas grandes sombras
enquanto as gaivotas disputavam sobre a água
talvez um peixe inquieto, algo que nunca pudemos ver.
As nossas bocas procuravam-se sempre, ávidas e macias
E por muito tempo permaneciam assim, unidas,
Machucando-se, torturando as nossas línguas quase enlouquecidas.
Depois olhávamo-nos nos olhos
No mais profundo silêncio. E, sem palavras,
Partíamos com as mãos docemente amarradas e os corações estoirando uma alegria breve
Quando a noite descia apaixonada
Como o longo beijo da nossas despedida.

(Joaquim Pessoa)
(estarei todo o dia a trabalhar. depois vou respirar para aquele mar lá em cima. e depois volto. logo. fiquem bem.)

70 comments:

Luis Eme said...

e apetece-te tão bem.

beijinhos Maria

salvoconduto said...

Pois eu nem te digo o que me apetecia hoje, lá mais para o fim da tarde...

Abreijos.

Ana said...

Tão belo o poema como o azul do mar.

Um beijo, Maria, à espera que regresses.

Maria P. said...

o azul...
Que corra tudo bem.

Beijinho, minha Maria*

Joao P. said...

Maria:

Obrigado pelo belíssimo poema do Joaquim Pessoa!

Brilhante

Beijo

João P.

Carminda Pinho said...

Lindos, o poema e a foto.
Um bom dia de "trabalho", que tudo corra bem.:)

Descansa, e depois volta, que eu espero.

Beijos, Maria.

GR said...

LINDO!

Um grande bj,

GR

Baila sem peso said...

Joaquim Pessoa fica na certeza
Na foto que canta beleza...
Decerto um lindo estar!

Até ao teu voltar!

Um beijo

samuel said...

Bela escolha!

Bom trabalho... e abreijos!

DelfimPeixoto said...

Apeteceu-me vir ler.... porque sim!
Jnhs

anamar said...

Bom dia para ámanhã..
E já somos 2 a ir para o mar mais a norte,,,
Quem sabe se nos encontramos???
:)))))))

Oris said...

Boa escolha ...

Que tudo corra bem hoje.

Bom descanso.

Beijitos

asas said...

falar de ostras a estas horas!
só mesmo tu Maria. e depois, vais lá acima ver o mar...onde fica o teu mar ;))))

os gajos num se calam. daqui de cima ouço tudo, com o mar ao fundo ahahahahah

beijo
asas

asas said...

Ah!
e apeteceu-te muito bem ;))

beijinho

mariam said...

Maria,

não conhecia! e adorei este teu 'apetecer'. obrigada!

então... bom dia de trabalho, e melhor final dele, respirando e observando todo esse mar amado..

um grande abraço e o meu sorriso :)
mariam


ah!se puder, dia 25 lá estarei! :)

mjf said...

Olá!
Foto e imagem lindos:=)

Beijocas
Bom Domingo

Fernando Samuel said...

Como sempre, apetece-te bem.
Até logo.

Um beijo grande.

Pirate said...

O Joaquim tem destas coisas, mas eu prefiro a poesia do Mar. Não leves a mal...:-)

Pico minha ilha said...

Que o azul do mar seja de nova conquista.Beijos Maria

A.S. said...

Maria...

Um belo poema de Joaquim Pessoa!
Talvez não seja por acaso que hoje o colocaste aqui...:)) Será?


Beijos!

Apenas eu said...

Olá Maria!
boa escolha, Joaquim Pessoa...
Não conhecia este poema.
Mas disse-me muito. tanto ou mais do que eu estava á espera de ouvir hoje.
tenho saudades disso tudo. "disso" que tive um dia quando a noite descia apaixonada... agora a noite é calma, tranquila, vejo a Lua mas ela (a noite) não cai com a intensidade suficiente de me abanar as estruturas...
A noite não cai apaixonada. Agora simplesmente anoitece em mim.
Vai e volta cá te espero.

Beijo Grande.

Lúcia said...

J. Pesssoa apetece-me sempre!
Fica bem, Maria:)
Beijinhos

carmen said...

MAria,

Fizeste-me conhecer a beleza de Joaquim Pessoa. Mesmo distante de ti, aprecio teu blog, infinitamente.
Bj

Ana Patudos said...

Querida Maria
Parece que o sol hoje,(07-06-2009)voltou a brilhar na minha terra.
A esperança é a última a morrer.
Como diz a canção:
... o Sol brilhará pra todos nós.
beijos
viva a democracia .
AP

margusta said...

Querida Maria,

..passo para te deixar um beijinho,

posso não vir muitas vezes aqui, mas nunca te esqueço!

Mié said...

Lindíssimo poema.

tão belo de tão simples


espero que estejas bem, tu e o teu mar.

Um beijo enorme

maria ilha dos amores.

Fica bem

Teresa Durães said...

um poema bem escolhido

Maria Clarinda said...

Lindo o poema...e...a foto!Espero que aproveites bem aquele mar mnaravilhoso! Jhs

utopia das palavras said...

Joaquim Pessoa apetece sempre!

Também estive a trabalhar o dia todo e não consegui ao fim da tarde...fugir para o mar!

Aproveita bem!!

Beijinho

Meg said...

Maria,

Parece que andamos muito atarefadas... mas teremos o direito de nos queixar?
Mas diverte-te também.

Um beijo deste lado

Nilson Barcelli said...

A mim também me apetece lê-lo de vez em quando.
Este poema é admirável.

Querida amiga, boa semana.
Beijo.

Ana said...

E que o S.Pedro não te vire as costas!

Bom descanso.

Beijinho.

O Sibarita said...

Moça que beleza de poem, hein? Você descobre é coisa e coisa da boa!

Minha lusa-baiana você é retada mesmo! kkkk

bjs
O Sibarita

Violeta said...

lindoooooo!
amanhã vou...ver um mar enorme.
bjs

Filoxera said...

Parecido com os teus poemas.
Beijos.

rosa dourada/ondina azul said...

Deixas-nos com um amor de "Esperas"
e vais para o teu Mar!!!


Boa estadia:)

Beijo,

Arabica said...

Continuamos de olhos fixos no nosso mar interior de espera.


Um abraço.

Carla said...

beijo nesta espera de onde salta o amor...foi bom ler Joaquim Pessoa nesta tua "ilha"

Aproveito também para te convidar a estar presente no lançamento do meu primeiro livro de poesia, caso possas, claro.
Deixo-te um beijo

Fernando Santos (Chana) said...

Olá Maria, belo poema...Espctacular....
Beijos

heretico said...

beijo,Maria

excelente escolha.

gosto muito do poeta Joaquim Pessoa.

Justine said...

E não é que a mim também me apetecia, e não sabia...
Respira muito bem:))

AnaMar (pseudónimo) said...

a mim , apetece-me sempre porque adooooooooooooooroooooooooo-o.
Bjs
Há um especialmente (que agora não encontro para o postar aqui) mas que começa assim:

"Eu sei, não te conheço mas existes.
...
...

mas é contigo que eu quero ficar só
porque é a ti
que eu amo."

Beijossssssssssssssssssssssssss

maria inês said...

que excelente apetite, o teu!

Ana Camarra said...

Aí Maria

E eu que embirro com o Joaquim Pessoa!

Nada a fazer!

beijos

(mas o azul do mar é sempre o azul do mar!)

Clotilde S. said...

Lindo!

Poema e imagem, uma bela partilha!

Beijinhos e aproveita bem o mar, eu também fui visitar o meu mar ontem á tarde e estava maravilhoso.

**
Clo

Apenas eu said...

Vim aqui ver-te e tomar um café...
Mas ainda não voltaste.
Vinha-te dar um beijo.
Deixo-o pendurado na tua porta.
Quando chegares guarda-o contigo, porque é nosso.

;)

bettips said...

E porque sabes: porque é que o mar te fascina, porque nunca é igual mas é terno quando preciso. E deixa-nos livre o pensamento. Persiste.
De fugida, para te deixar um beijo.
As fotos são do Alentejo mas há quase 10 anos... O Alentejo que agora vi tem golfs, herdades e piscinas, marinas. Contudo e tal como te escrevi à parte, ainda há esperança naqueles brancos-azuis-amarelos e é uma terra de mouros encantados...fico sempre fascinada com a lonjura solta dos bichos e pessoas, sim!

Parapeito said...

..Gosto dos teus apetites:)
Que hajam sempre assim esperas.
Uns feriados bons...cheios de brisas mansas****

SILÊNCIO CULPADO said...

Maria


Um lindo poema de amor, algo envolvente e algo nostálgico.


Vive o teu dia, Maria, e tem um bom interregno.


Abraço

Maria Faia said...

Com amor na palavra Joaquim Pessoa indica um estado de alma.
Bonito amiga. Muito bonito.

Beijo amigo, com votos de feriado feliz,

Maria Faia

mfc said...

... e apetece-te sempre muito bem!
Beijos.

Chris said...

Bonita paisagem

Maria P. said...

Como me apetece aceitar o convite...:)
Mas não posso:((

Beijinho, minha Maria*

simplesmenteeu said...

Quando o silêncio se alonga... começamos a perguntar-nos:
tudo bem?
O mar também bate aqui perto mas tenho passado longe dele...

Beijo grande e terno

Lídia Borges said...

Maravilhosa forma de dizer o Amor a de Joaquim Pessoa.

Excelente escolha.

Um beijo

Luis F said...

Amiga

Para ti o meu forte aplauso por este belo momento...

Adorei ler e recordar estas palavras...

Com amizade
Bj
Luis

elvira carvalho said...

E não é que os seus apetites são sempre excelentes.
Bom fim de semana.
Um abraço

Pitanga Doce said...

"depois vou respirar para aquele mar lá em cima" e que mar, Maria! E que céu!

Sofá Amarelo said...

Infelizmente o Joaquim Pessoa é um dos mais mal-amados poetas portugueses porque - para mim - teve o azar de ter Pessoa no apelido e os mais distraídos - a maioria - dizem, não é Joaquim, é Fernando.

Tamanho desconhecimento, Joaquim Pessoa proporcionou que se fizessem das coisas mais bonitas nas letras e nas músicas portuguesas: basta ouvir Carlos Mendes ou Carlos do Carmo dos anos 70 para perceber isso...

mdsol said...

E que bem que apeteceu!

Bom descanso depois do trabalho.
:))

Menina do Rio said...

Poema lindissimo! Magnifica escolha, Maria.

Um beijo deste lado

Arabica said...

Bom...a menina foi e nem sei quando voltará :))


Beijinhos

Papoila said...

E apetece-te muito bem porque Joaquim Pessoa transmite tanto de tanto…
beijinhos
BF

dona tela said...

Desculpe não comentar, mas ando bastante baralhada com isto tudo.

Reiterados cumprimentos.

amigona avó e a neta princesa said...

E ainda bem que te apeteceu!...Um abraço minha querida...

Tite said...

Joaquim Pessoa...
Que bom que te apeteceu.
Foi a forma que eu tive de me relembrar que este poeta existe.
Esperava que ele ocupasse o lugar do Ary e tão pouco o tenho ouvido.

Fizeste com este post que navegasse na net e o reencontrasse.

Que bom!!!

Obrigada

Maria P. said...

Tu não achas que é tempo de voltar?!:))

Brinco:)

Beijinho, minha Maria*

salvoconduto said...

Se é aquele aqui de cima tem cuidado que ele traz uns blocos de gelo à mistura...

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram aqui.
Tive saudades vossas...

Beijos.

Cleopatra said...

Vim espreitar a Ilha e perguntar se o comentário entre ( ) é teu...
Fez-me lembrar:- eu! :-)))