Monday, October 19, 2009

Da saudade


Não quero matar a saudade
porque não quero que ela morra!

38 comments:

Filoxera said...

Não. É daquelas coisas que não perecem.
Mesmo quando pensamos que vamos matá-la, aumentamos a vontade de
:-)
Um beijo, Maria.

Sal said...

Bem visto, sim senhora!
Já somos duas.
E queres saber uma coisa? Estou com saudades de bebermos um pirata!

Beijinhos

Pedro Branco said...

Volta-me o sopro da saudade no peito
Neste silêncio que da solidão me atormenta
Canto-me o tempo forte e desfeito
Que hoje me inquieta e acorrenta

Sei dos dias contados em lágrimas ou canções
Das curvas que desfazem os caminhos
Sei que os mantos nem sempre aquecem os corações
E que por vezes das saudades somos sozinhos

Volta-me o verso, o tormento, o abraço
De apenas um sopro, brisa pura de sentir
Por isso te beijo assim, entre os aromas do sargaço
Que em nossas ondas são sempre de ir e vir!

anamarta said...

Eu vim hoje aqui para matar a saudade que tinha deste belo cantinho, onde se respira Amor, Alegria, Liberdade etc…, mas quando sair levo-a comigo…
Um beijo para Ti.

anamar said...

Matar a saudade é uma forma metaforica de saciar a mesma...
A saudade, alimenta-se...
Um abracinho e obrigada, Maria.

P.S. saberas, por favor dizer-me quais os blogues da TULIPA...
Obrigada..

Joao P. said...

Maria:

A Florbela Espanca dizia que quanto mais quisesse esquecer mais a saudade andasse presa a ela.

Eu também gosto de saudades.

Obrigado

Beijo
João P.

Carminda Pinho said...

Quantas saudades, Maria.:)
Virei tentar matá-las um dia destes.:)))

Beijos

Justine said...

Mesmo que quisesses! Há saudades que nunca morrem, por mais que a gente tente matá-las...

A CONCORRÊNCIA said...

É impossível matar a saudade. Adormecemos umas ficam as outras.
A saudade depende directamente da capacidade de cada um de nós amar os outros. E é tão bom amar ...

Beijo grande

hfm said...

Nunca!

paula barros said...

Pôxa, gostei mesmo. E matando a saudade, muitas vezes quem morre somos nós.

abraços, bom dia!

PreDatado said...

Bela frase mas às vezes é bom mandar a saudade embora e ficar com quem se tinha saudade.

Silvana Nunes .'. said...

Maravilha o seu cantinho.
Na intenção de divulgar o meu trabalho, cheguei até você.
Gostei muito do seu espaço. Eu não estou podendo ler tudo de uma vez porque a tela do computador atrapalha um pouco a minha visão, mas certamente voltarei mais vezes. O meu oftamologista pediu que desse um tempo da telinha... e eu sou fraca ?
O meu território já está demarcado.
Convido a dar uma espiada em "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER.." ( o seu cantinho de leitura), em:
http://www.silnunesprof.blogspot.com
Terei sempre uma história para contar.
Saudações Florestais !

Cris Caetano said...

Ah, eu quero... :) (mas entendi).

Beijinhos, Maria

Rogério Charraz said...

Conheces aquela do Sérgio:

Eu matar não gosto muito
Mas saudades é diferente
É como matar pulgas
Alivia a gente!

Abraço-te!

ausenda said...

A saudade alimenta-se de ternura, não sei se a ausência de saudade é uma "coisa" boa!

Beijinho

anamar said...

Maria,
obrigada pelas 2 informações...
A segunda era de uma enorme lacuna... e estava lá há tanto tempo...:)
Beijinho

Fernando Santos (Chana) said...

Olá Maria, gostei da frase...Espectacular....
Beijos

Nilson Barcelli said...

Há saudades e saudades. Umas só pelas costas, outras trazem a esperança às costas...
Boa semana, beijos.

heretico said...

beijo. saudoso...

Clotilde S. said...

Adoro saudades!

beijos por te lindo post,

Beijinhos

Clo

tulipa said...

SAUDADE...

Huummm, quantas saudades tenho dentro de mim!!!

Criei um novo post, uma ideia que tive, aproveitar as minhas muitas fotos, são centenas e juntá-las a uma poesia, onde exista uma palavra que tenha a ver com a minha foto.
Queres espreitar esta nova ideia?
Espero por ti.
Aguardo a tua opinião.

Beijo e abraços.
Boa semana.

samuel said...

A saudade não morre... transforma-se...

Abreijo.

Fernando Samuel said...

Bonito! - e bem visto!

Um beijo grande.

Ana said...

Ter saudades é manter viva a lembrança de algo que foi bom!

Um beijo, Maria.

amigona avó e a neta princesa said...

Ter saudades é bom mesmo quando ficamos tristes!
Beijos Maria...

Baila sem peso said...

Ah, saudade de beijar a lágrima
que chegou pela manhã...
e nos enfeitou a todos
com seu gestinho...
fresquinho!!!!!

Folhinhas salpicadinhas
de doces ternurinhas...

Beijinho

LOURO said...

Olá Maria!

Matar saudades de alguêm querido é
bom...

Beijinhos de carinho e amizade,
Lourenço

Leticia Gabian said...

E ela não morre, Maroca.

Beijo enorme, AICeT

Rosa dos Ventos said...

É tão paradoxal este verbo aplicado à saudade...
Matam-se saudades dos vivos e não se podem matar as saudades dos que apenas estão vivos dentro de nós!

Abraço

rosa dourada/ondina azul said...

Maria, lindo!

A saudade não morre,
às vez adormece !


Boa semana,
Beijo,

Pico minha ilha said...

Saudade, anda de braço dado com a vida.
Por aqui o verso voa em liberdade e a mão que o escreve também se sente assim solta (feliz).

Beijinho Maria

duarte said...

é sempre bom lembrar sentindo...
abraço do vale

Otavio said...

O DIA D PARA A MÚSICA BRASILEIRA.

A PEC da Música irá à votação no dia 21, quarta feira, às 14h na Câmara dos Deputados e sua participação é decisiva!

A presença dos músicos, artistas, produtores e outros interessados no tema é fundamental para pressionar os deputados a votarem a favor da PEC. Haverá estrutura para recebê-los e todos estão convidados!

Precisamos de 308 votos (de um total de 513). Contate os deputados do seu estado e peça que votem a favor. Divulgue a proposta em suas redes de relacionamento, blogs, e-mails etc. Esta é a hora de pressionarmos.

Dúvidas: Gabinete do Deputado Otavio Leite (autor da proposta)
Em Brasília: (61) 3215-5437
No Rio de Janeiro: (21) 3388-6240
E-mail: tatiana@otavioleite.com.br / gabinete@otavioleite.com.br
Saiba mais: http://www.otavioleite.com.br/pesquisa.asp?q=pec+da+musica

Mateso said...

A saudade tem o gesto de ontem, o suspiro da manhã e olhar do presente.
Belos Jarros. Voltam a florir tímidos, mas voltam ..
Bj.

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram por aqui.

Beijos

Little Monster said...

Ai maria... saudade, essa tal palavra que nao devia existir!

Eu também sei o que são saudades e dói a ausência, dói o querer e o não poder ter...... oh...

1 beijo grande linda maria

A. Jorge said...

É verdade! E as saudades que eu já tinha de te visitar!... Se as tivesse morto, agora já não as tinha! :)
Adorei o passeio que por aqui fiz e de certo modo reviver um pouco as minhas lides "bloguisticas" que por uma mudança radical de estilo de vida aquardam melhores dias.
De vez em quando dá-me a dita e vagueio pelos meus antigos "mais que tudo", e gosto! Depois da visita a todas as capelinhas, escolho uma e deixo o meu cumprimento. É isso que estou agora a fazer. Estou a cumprimentar-te e a dizer-te que nunca esqueci os bons momentos que passei enquanto frequentador da blogosfera e do núcleo de amigos que existia no qual estavas incluida. O "Vagabundices" ainda existe mas está em "stand by" aguardando melhores horas.
Gostava de ter notícias. O meu endereço de E-mail é: ajgos@hotmail.com

Vou, com certeza, continuar a visitar-te.

Um beijo

Jorge