Tuesday, February 23, 2010

Zeca, sempre!



Sem mais palavras. Porque não as tenho. Apenas muita saudade...

22 comments:

Joao P. said...

Maria:

Coimbra (onde estudei) + O Zeca = sem palavras e muita emoção

obrigado

João

vovó said...

Zeca, sempre!... e muita, muita saudade...

beijocassss
vovó Maria

samuel said...

Esta dói!

Beijo.

Ana said...

Emoção pura ! E foi apenas ontem! Como é possível tanta saudade!

Um beijo, Maria, a ouvir...sempre!

zmsantos said...

O Zeca continua a fazer-nos acreditar que o Sonho é possível e que é nas utopias que se arranjam forças para lutar.

Beijos Maria.

duarte said...

zeca.
faz falta... muita.
quando cheguei ao Porto , ele partiu para outras baladas.
nada sabia dessa pessoa, desse artista, do homem que atravês de suas letras me ensinou a palavra intervenção.
quando no rivoli um cantautor françês , que eu apreciava(Renaud) , resolveu cantar uma música emblemática, escolheu "grândola", e de repente a sala toda levantou-se, e eu na minha adolescência, fiz o mesmo gesto. havia muitos punhos no ar.
ainda não sabia, a minha adolescencia, não tinha vivido nada desses acontecimentos, que transformaram um país.
e Renaud disse: era para decorar o hino... mas decorei este hino.
agora, como eu te entendo Renaud, e que falta fazes zeca.
abraço do vale

viajantes said...

se existem linhas fortes que me cosem a este pedaço de canto do mundo ei-las aqui carregadas de história e alma deste país.

ausenda said...

As palavras poucas mas enorme a emoção (sempre) que se ouve a sua voz!
Tal como disse o Duarte, tanto que compreendi do País naquela época, através das suas letras.

Beijo

clic said...

Vinha no carro, a relembrá-lO, e tive a certeza que O encontrava aqui, contigo! :)

Luis Eme said...

quem não temn saudades do rei dos trovadores?

beijinho Maria

Cris Caetano said...

Zeca é bom demais, Maria! :)

Obrigada.

Beijinhos

Fernando Samuel said...

Terrivelmente belo.
(o que eu chorei!...)

Um beijo grande.

Maria said...

Fernando Samuel

O que nós chorámos... porque sabíamos que ele não voltava a cantar...

Um beijo grande.

Pirate said...

Sempre actual o autor de venham mais cinco. Criou novos rumos para a MPP. Zeca, Mário Branco, S.Godinho, Fausto, Julio Pereira, Janita,etc...Portugal jenuíno. As tendências de hoje são globais -hip hop, rap, acid, - perdemos identidade a cada dia que passa e ganhamos o quê?
Ídolos perenes?

Akhen said...

Maria

De que callada manera puedo yo decir que amo aquella isla? Mi Cuba querida! La quiero y mucho.
Agora do Zeca. Uma voz na Revolução ou a própria Revolução.
E para ti

A terra
rasgou do mar o véu
e a agua
à sua volta fez-se espuma.
Olhando o céu
a terra fez-se ilha.

Paz e Luz no teu caminho

Maria P. said...

Sempre.

Beijinho, minha Maria*

▒▓█► JOTA ENE said...

ººº
O eterno Zeca Afonso

heretico said...

beijo e beijo...
com emoção.

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui.

Beijos a todos.

Lilá(s) said...

Saudade mesmo, tive a sorte de assistir a esse espectáculo, que saudade....
Bjs

A.S. said...

ZECA... SEMPRE!!!

Ricardo Santos said...

Pois o Zeca sempre mesmos !