Monday, November 26, 2007

Jardim da saudade


Tenho ainda em mim o teu cheiro
o cheiro do amor e sinto-te
como se estivesses aqui
Tenho-te aqui comigo, em pensamento,
e abraço-te e beijo-te e quero-te outra vez
da mesma maneira como nos quisemos
e nos amámos ontem ainda
Olho-te e sorris com esse sorriso maroto
de menino
Nos teus olhos há estrelas que cintilam
e eu já não sei o que faço ou
o que penso, porque tu, com esse teu jeito,
levas-me pela mão para o jardim da saudade...

49 comments:

Ana said...

Esse é o jardim onde as memórias florescem em ternura.
Que bonito lê-lo nas tuas palavras.
Um beijo.

maria said...

Mas que jardim tão belo!... quando as memórias são boas a saudade é um elixir para o nosso Eu... fica tudo tão presente que é como se estivessemos a viver de novo!...

Adorei o teu jardim da saudade!

Bons sonhos!...

Bjs

Pitanga said...

Eu também vivo neste jardim:

"Pra me perder nesses recantos
Onde tu andas sozinha, sem mim
Ardo em ciúmes deste jardim
Onde só vai quem tu quiseres
Onde és senhora do tempo sem fim
Por minha cruz, jóia de luz
Entre as mulheres."

Ali só vai quem nós quisermos,não é Maria?

beijos (se eu fosse uma gaivota, estava com a asa ferida)

Sophiamar said...

Ai os teus poemas!!!!! Lind�ssimos, Maria! Este, mais um, em que o sentimento salta direitinho para quem o l� e a l�grima rola....

Beijinhossssss


p.s. Tentarei responder hoje ao teu desafio.

isabel c. said...

vou lá hoje!

quero ver o verde da esperança.

beijo maria e boa semana.

maresia_mar said...

Olá querida Maria,
perdi-me neste jardim da saudade, lindo,lindo.. Bjhs grandes e boa semana

amigona avó e a neta princesa said...

Hoje saio devagarinho...levo a lágrima comigo...

Ka said...

Bonito jardim este...

Beijo e boa semana

Berta Helena said...

Maria,

Tão bonita a tua poesia. Não só hoje. Com essa qualidade, bem que podias publicar.

Beijinhos.

Leticia Gabian said...

As estrelas que cintilam nos olhos não se apagam nunca, apesar de qualquer coisa.

Beijo grande

MiE said...

O cheiro do amor...

...e deixo-te um beijo

LB said...

E que belo é este jardim da saudade...

Beijinho

Maria P. said...

Saudade...por um lado é bom sentir, por outro faz doer...

Beijinho*

MIMO-TE said...

Lindo Maria,

Tens um lado t�o meigo, t�o doce. :)



Beijos Maria gostei de estar aqui.

Carol Bonando said...

está vendo aquele naquinho, ali do outro lado do lago?
pois é... queria muito estar nele hoje, agora...
lendo esse poema, muita coisa passou na minha cabeça... ontem tive uma DR - discutir relação!!!
aiiiiiiiii, q coisa... andei tanto ontem no Aterro do Flamengo, fiquei andando por horas, e é como se esse poema tivesse saído de mim, chegado em energia para você e você lindamente escreveu!
adorei porque enfim... sou eu aí nessa banquinho no lago.
bjs

obs: estou afastada do meu blog, por questoes politicas, mas logo retorno, volte sempre por lá.

Carol Bonando said...

está vendo aquele naquinho, ali do outro lado do lago?
pois é... queria muito estar nele hoje, agora...
lendo esse poema, muita coisa passou na minha cabeça... ontem tive uma DR - discutir relação!!!
aiiiiiiiii, q coisa... andei tanto ontem no Aterro do Flamengo, fiquei andando por horas, e é como se esse poema tivesse saído de mim, chegado em energia para você e você lindamente escreveu!
adorei porque enfim... sou eu aí nessa banquinho no lago.
bjs

obs: estou afastada do meu blog, por questoes politicas, mas logo retorno, volte sempre por lá.

isabel mendes ferreira said...

:)



saudaDE....


tb é um jardim. especial.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~.

bettips said...

Porque dos "poetas", milagrosos seres no xadrês das nossas vidas. Aqui, o teu jardim, entre mar e poesia. Bj

Sininho said...

Ter um jardim desses plantado no terreno das nossa memórias é o que muitas vezes nos vale, em momentos menos felizes.
Porque as flores nunca murcham e o espaço é ilimitado.
Sentir saudades dos bons momentos e reconhecê-lo, é quanto a mim, uma manifestação de inteligência.

Beijinho

Gi said...

bonito esse jardim
onde as memórias são como pétalas de flor que vão caindo e deixando o perfume à nossa volta.
bonito esse jardim
onde as árvores criaram raízes que teimam em ficar, mesmo com os ventos fortes, mesmo com a terra revolvida à volta.

bonito esse jardim

mas triste

"mal me quer , bem me quer, muito , pouco ou nada "

um beijo sereia

Rosa Maria said...

Eu sei que estou sensível!

Mas Meu Deus, parece que estas palavras podiam ser minhas.

Como eu conheço esse jardim!

Boa semana

Edna B. said...

Maria,
senti um jardim iluminado pela claridade das estrelas carregados de ternura, de saudade, de amor...
lindo
abraços, com carinho

Um Momento said...

Lindo o teu texto...
Que jardim tão imenso...
Mimando-te com carinho te deixo um beijo a ti... no teu coração

Noite linda desejo, na Paz dos Anjos
(*)

rui said...

Olá Maria

Tão bom passear por aqui, neste jardim de belas palavras.

Beijinho, Maria

Fernando Samuel said...

Lindo, maria, este Jardim da Saudade!...
«porque suidade propriamente é sentido que o coraçom filha por se achar partido da presença dalgua pessoa ou pessoas que muito por afeiçom ama»...

Um beijo amigo

MIMO-TE said...

Maria,

Tenho um desafio para ti, no meu blog :)

Beijos

Ch said...

Olá, Maria;
.
O jardim não cessa de vicejar, seja na memória, seja no coração. Ele sempre estará presente, pois sua poesia é feita de nobres sentimentos.
Abraço.
Carlos

Luís said...

São mágicos.
Esses cheiros que não nos largam...

elvira carvalho said...

Nos teus olhos há estrelas que cintilam
e eu já não sei o que faço ou
o que penso,porque tu, com esse teu jeito
levas-me pela mão para o jardim da saudade.

Gostei. Muito bom.
Um abraço, boa semana

C Valente said...

belo soneto
Saudações amigas

Vera said...

Que jardim da saudade tão maravilhoso!
Por vezes leio-te e fico assim... sentada num banco desse jardim...

Um beijo grande querida Maria

Som do Silêncio said...

Olá Maria!

Texto fantástico que acabei de ler...
Obrigada por este momento!
Fiquei sensibilizada com as tuas palavras no meu blog...
És linda, sabias?

Bjs

samuel said...

Por vezes, acompanhados ou não, é bom ir aos jardins da saudade lavar a alma.

almada said...

não há duvida que "Nos teus olhos há estrelas que cintilam".
E é tão bom poder contemplar essas nebulosas

borrowing me said...

a culpa é do cheiro
se eu sofresse de uma doença grave de olfacto, não tinha metade doa problemas da minha vida
acredita!

é maravilhoso ler este teu texto
revejo-me aqui

bja

O Sibarita said...

Ô moça retadamente apaixonada meu Jesus!

Belo poema!

Oi nem vou lhe dizer nada (kkk) pergunta a minha Cumadi Letícia o que é Jardim da Saudade aqui em Salvador, viu fia? kkkkk

Ah, o Pelourinho, minha nobre luso-braileira era isso mesmo que falei, aliás, ainda tem uma parte viu fia? kkkk

bjs
O Sibarita

Chip said...

quase que diria que conheço esse jardim... terei levantado a pata e marcado a minha presença?

mas esses suspiros não são para cocker's

Maria said...

A todos:

Depois de um dia de "doidos" nem coragem tenho para responder aos vossos comentários.
Obrigada por terem passado por aqui.

Beijos

Lua said...

e eu tenho em mim todo um passado, que sinto saudade de o voltar a viver.
Maria, gosto muito de te ler...
Leio-me.
beijos

Papoila said...

E neste jardim de saudades se vai vivendo...

Lindo Maria
Jinhos
BF

Maria said...

lua

papoila


Bobrigada por terem aqui passado.
Beijos às duas

Maçã com Canela said...

Porque será que este poema descreve tudo o que sinto...
Saudade que me mata e consome...
Vale-me os aromas sim... valem-me belas memória.. afinal de contas, o maor também é saber recordar!

Beijos linda maria...

P.S. amo conchinhas do mar... costumo oferece-las aos amigos...

Palavras ao vento said...

As memórias do amor nunca se esquecem... e fazem parte de tudo o que vivemos mergulhados no nectar da paixão!

Como sempre... é um prazer ler os teus maravilhosos textos.

Beijinhos minha querida.

Maria said...

maçã com canela

Linda Maçã!!!!!!!!!

Conchinhas para ti, em beijos

Maria said...

palavras ao vento

Obrigada pelas tuas palavras....

Beijinhos pra ti

herético said...

belo. como um "sorriso maroto"...

Fátima said...

Maria, passeio contigo lado a lado, nesse jardim da saudade....
Sentimos-os tao perto e ao mesmo tempo estao tao distantes de nós, porque o amor tem destas coisas, pensa que a epoca Natalicia está a porta e podemos disfrutar da companhia dos nossos amores distantes...


Beijoca com carinho !!

Maria said...

herético

com um "sorriso maroto", um beijo...

Maria said...

fátima

A época natalícia é, para mim, uma época de "falsas tréguas". É uma época em que a maioria das pessoas finge estar "tudo bem" para no dia 2 de Janeiro voltar a ser exactamente o que é. Para disfarçar, já me chega o carnaval. Desculpa a frontalidade desta resposta, mas é o que eu penso.
É uma época de fingimento.
Vou tentar que não o seja, para mim. O melhor mesmo é voar até à ilha com a outra metade de mim, e assim ficarmos, disfrutando a natureza....

Beijinhos