Friday, November 16, 2007

Sophia, outra vez...


Os troncos das árvores doem-me como se fossem os meus ombros
Doem-me as ondas do mar como gargantas de cristal
Dói-me o luar como um pano branco que se rasga.

(Sophia de Mello Breyner Andresen)
(irresistivelmente "desviado" da Gi do Pequenos Nadas)

22 comments:

MiE said...

E muito bem desviado :))

Bela imagem e belo poema,

E Sofia, sempre!!!


Um beijo

amigona avó e a neta princesa said...

Quando é para partilharmos coisas bonitas acho que vale a pena! É o caso!Beijo...

Leticia Gabian said...

Que foto linda, Maroca!
Também, pra acompanhar a Sophia, tinha que ser!

Beijo grande

Berta Helena said...

Fico sem palavras. Trazes-nos sempre coisas tão bonitas.
A Sophia com esta fotografia ficou um espanto.

Beijinhos.

O Profeta said...

Os Deuses acordaram a ilha
Passaram a noite em celeste folia
Irritaram a chuva e o vento
Construíram castelos na maresia

Bom fim de semana



Mágico beijo

MIMO-TE said...

Bem pensado esse desvio!
Apetece-me dizer: Para qu� complicar? A vida pode ser t�o simples! Amarrem-me porque posso ousar... e depois ser mal compreendida!.... :):)

Deixo mimos para ti

AJO said...

E pode ser muitas vezes porque é lindo de se ler o que ela escreve.
Uma vez mais uma bela escolha as palavras que nos revela...

Blue Velvet said...

Não sei se era isso que ela queria dizer, mas a mim, há dias em que tudo o que é belo me dói.
Tudo bonito por aqui, como de costume.
Beijinhos

LB said...

E que bem desviado foi... :)

Beijinho

Sininho said...

Aí está um desvio bem feito porque é mais uma divulgação de Sophia.
E azul é a côr que sempre lhe foi tão bem.

Há alturas em que nos sentimos assim.
Daí a cumplicidade que sentimos com quem descreve os nossos sentimentos.

Beijinho

samuel said...

Sentir? sinta quem lê!
(deve ela comentar sorrindo para o seu amigo Pessoa)

Fernanda e Poemas said...

Querida Maria, um bela foto, paraum lindo poema.
Beijinhos amiga,
Fernandinha

Um Momento said...

Ui!
Amei esta imagem!!
Soberba!
E a Sophia... como gosto de a ler...
Beijo agradecido por com tão belas lembranças nos presenteares

:)))

(*)

Alice Matos said...

Sophia... tem música até no nome... tem poema até nos olhos... TEM... porque o poeta não morre...

Beijos para ti...

ZezinhoMota said...

Gostei de tudo o que aqui encontrei.

Bom fim de semana.

ZezinhoMota

Gi said...

Minha querida sereia

Feliz fico eu por gostares das minhas escolhas .

Desvia sempre aquilo que quiseres.

A minha casa é tua também.

Um beijo grande tem que ser grande, já sabes que ando numa onda XXL :) )

AnaG. said...

Ainda bem que o desviaste....
Assim, fiquei a conhecê-lo.

Muito bonita, a foto.

Bom fim-de-semana.
Beijitos

Maria P. said...

Sophia, sempre...

Beijinho*

elvira carvalho said...

Adoro Sophia. E este poema é mt, mt, bonito, e a foto então nem se fala.
Um abraço e bom fim de semana

Ana said...

A eterna beleza das palavras de Sophia.
Um beijo , Maria.

Luis Eme said...

Curto e belo...

abraço

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram por aqui... e lerem Sophia, comigo...

Beijos e bom fim de semana