Friday, November 02, 2007

O amor vê-se?


Ainda foi ontem
E já parece tanto tempo passado
Que eu senti o que
Nunca tinha sentido antes
Desta maneira
Total, plena, quase sufocante
Ainda foi ontem
E já é tão bonito este amor
Que partilhamos
Assim, um amor só nosso
Que ninguém vê
Mas que é um amor
Maduro, consciente, forte
Que respiramos no dia a dia
E nos ajuda a suportar a distância
Ainda foi ontem
E já foi há tanto tempo...

84 comments:

Leticia Gabian said...

Maroca,
No amor, o tempo se comporta de forma muito particular. Não é verdade?

O verdadeiro AMAR é intemporal.

Beijo grande, amiga

Pitanga said...

Diz lá querida Maria. Combinaste com o Poeta? As gaivotas andam lá e cá.

Gi said...

Tudo é tão relactivo e nada o é mais que o tempo. O tempo de amar pior um pouco,minutos separados parecem uma eternidade e quando se esta junto, são tão fugazes. Quando se sente , bem lá do fundo , parece que se amou aquela pessoa toda a eternidade.
E para terminar ... é sempre tempo de amar :)

beijos
(não consigo ediar imagens outravez, acho que vou trocar tudo e baralhar-te outravez como de costume . Adoro fazer-te isto :) )

Maria said...

leticia gabian

Um tempo particular num Amor particular...
Intemporal, é, sim!!!!!!

Beijão enorme

Maria said...

pitanga

Não combinei nada com ninguém... fui lá agora e vi que ele também tem gaivotas.
Mas é natural, este blogue tem, sempre teve, muito mar e muitas gaivotas e muitas rochas, muita Ilha.
O dele também....

Maria said...

gi

É isso que falas, mesmo...
Já percebi que gostas de me baralhar..... e então a esta hora, sabes como é...

Beijinhos

Gi said...

Agora é que vou, já não te baralho mais. Quem está baralhada sou eu, Amanhã (daqui a pouco :) ) vai o neto para a escolinha, tenho que estar fresca para continuarem a pensar que sou a mãe lol. Vou-me. Chegou a hora dos disparates.

beijos

amigona avó e a neta princesa said...

Mas é sempre tempo...beijo querida...

Rui Caetano said...

O amor canta no topo dos sonhos, bonito poema, sugere o seu sentir profundo.

Pecadormeconfesso said...

E já foi há tanto tempo.

Paula (Broken) said...

O tempo passa e as memórias intensificam-se.

Ainda bem que assim é.

José António said...

É... o amor liberta e inspira.

O Profeta said...

O amor vê-se e é lindo quando verdadeiro...


Doce beijo

MiE said...

Ainda foi ontem
E já foi há tanto tempo...


Um beijo maria

Teresa Durães said...

o amor tem cheiro mas não se vê!

(os meds da felicidade são só para alguns :P)

beijo

Fernando Samuel said...

O amor vê-se?
No teu poema, por exemplo...

Mais: «o amor é o dobro», como nos disse o Pedro, de cinco anos.

C Valente said...

No amor o tempo não conta. O hoje é ontem. O ontem é uma eternidade
Saudações amigas

Maria said...

gi

O cansaço nosso também me venceu mais ou menos por aí. A minha vantagem é que depois durmo até... acordar (having breakfast now hehehehe).
Mas já vi que tens mais qualquer coisas nos pequenos nadas....

Beijinhos

Maria said...

amigona avó e a neta princesa

Pois, é sempre tempo e é sempre altura para....

Beijinhos, também à princesa

Maria said...

rui caetano

Obrigada...
neste caso é mesmo no topo da ilha...

Maria said...

pecadormeconfesso

ainda foi ontem...

Maria said...

paula (broken)

... vivem-se e revivem-se...

Maria said...

josé antónio

e que seria de nós sem o amor?

Maria said...

o profeta

Também o vejo, e concordo contigo

Beijo apertadinho

Maria said...

mie

e é só nosso....

malukinha d'arroios said...

maria,

não há um tempo, que possa pedir uma amor assim... foi ontem, há 10 anos, é amanha?

há amores, tão intensos... que mesmo que as pessoas se separem, ficam dentro de nós.

abracinho

Maria said...

teresa durães

o amor tem cheiro, sim...
(mas eu vejo-o...)

Beijo pra ti, sem medo

Maria said...

fernando samuel

Vê-se, eu vejo-o...
E o amor será o dobro... só me pergunto o que é que o Pedro (5 anos) pensaria quando o escreveu...

Maria said...

c valente

Deixaste-me a pensar. O ontem é uma eternidade, mesmo...

Abraço

Maria said...

malukinha d'arroios

Não podia estar mais de acordo contigo...

Abração!

herético said...

todos os dias são dias diferentes. sendo os mesmos dias...

atrevo-me a dizer - como os teus poemas! de que tanto gosto.

S.O.S. M I S É R I A said...

Olá vi seu blog na Internet e vim te fazer um convite: hoje à noite estaremos lançando mais um texto no blogue contra a miséria e venho convidar-te a ler. Quem estiver intressado em participar venha, estamos admitindo colaboradores.

Beijo grande e vem com a gente conscientisar pessoas!

Alda Inacio

Justine said...

Fotografia excepcional, poema a condizer

Meg said...

Ai as voltas que o tempo dá ao Amor!
Nãp há ontem nem hoje, é sempre Agora... cá deste nosso lado.

Beijinhos

JOSÉ NEVES said...

Um poema muito bonito com uma imagem a condizer.

Parabéns.

Fernanda e Poemas said...

Olá Maria, o amor é lindo!
Quando verdadeiro ?
Se não é verdadeiro,não é amor.
Passa-se bem sem ele, Concordas ?
Beijinhos!
Fernandinha

Alexandre said...

Quando o amor é forte e verdadeiro, claro que se vê, sente-se, cheira-se, o amor enche o ar, entranha-se por todo o lado...

Muitos Beijinhos, Maria!!!

rosa dourada/ondina azul said...

O amor, vê-se, sim !



Beijinho,

a.castro said...

Maria, parabéns pela poesia de tua autoria. É preciso ser muito inteligente para compor poesia como fazes.
Aproveito para te pedir o teu endereço de email, se possível acompanhado com uma foto tua. Se o fizeres envia-me para o meu email acastro@sapo.pt.
Só mais uma coisa: Não sei se tens o Messenger instalado, se tiveres envia-me o endereço para te incluir nos contactos, dado que não tenho nenhum e gostava de "conversar" contigo um pouco.
Beijos, Maria. Embora não te conhecendo, nem sequer por foto, gosto de ti.

Ch said...

Minha cara Maria;
Sei que andei perdendo algumas postagens bem interessantes por aqui. Culpa de uma constipação violenta que quase me pôs a pique esses dias.
Mas, enfim...eis-me de volta à ilha para ler um belo poema de lirismo. Falar de amor é um tanto difícil. Trata-se de um sentimento que palavras não costumam preencher.
Só que você o faz de um modo bonito e peculiar, inclusive com revoada de pássaros sobre essa mística ilha.
Quanto ao desafio do post anterior, vou guardá-lo para uma ocasião oportuna. É muito interessante.
Abraços do
Carlos

Papoila said...

(in)temporal de amor...
no tempo certo
vê-se.

Jinhos
BF

multiolhares said...

O tempo não existe
quando o amor acontece
beijinhos
luna

hora tardia said...

não sei.



sente-se.



pressente-se.




beijos.



___________________obrigada Maria.

Maçã com Canela said...

Revejo-me...
Não o amor não tem necessariamente que se ver...
Sente-se a dois!

Aromas...

Rosa Maria Anselmo said...

olá Maria
"Ainda foi ontem /e já foi há tanto tempo...",.
Tão bonito de sentir...
parabéns
jinhos
Rosamaria

Rui Vasco Neto said...

maria,
visitas pagam-se, claro.
estive por aqui, vi as vistas e as visitas, (espreitei cada uma) e antes de tudo li os seus posts. Parabéns pelos poemas e pela sensibilidade.

rvn

AnaG. said...

"Ainda foi ontem
E já foi há tanto tempo..."

Saudade... dói.

Beijitos

Zé Povinho said...

Poesia e felicidade... gosto.

Sol da meia noite said...

Quando os momentos estão em nós, o passar do tempo nada altera.
Doce poema!

*

SILÊNCIO said...

As gaivotas do amor...são lindas.

O tempo passa tão depressa que as vezes tenho a sensação que ele nao voou ;)

... beijinhosssssssss

Pitanga said...

Ó Maria, não era para te zangares com a pergunta, menina!É que gosto dos dois.

david santos said...

É claro que se vê, querida amiga!
O amor é a "coisa" mais nítida que pode haver no ser humano. Aliás, se não fosse assim, nem se sabia o que era amor. Não basta dizermos que amamos: sente-se.
Parabéns.

Maria said...

herético

Muito obrigada, Amigo...

Maria said...

s.o.s. miséria

Já passei por lá, obrigada

Maria said...

justine

São gaivotas da ilha, há uns dez anos...

Maria said...

meg

Ai, e as voltas que o amor dá ao tempo....

Beijinhos

Maria said...

josé neves

Muito obrigada....

Maria said...

fernanda e poemas

Não concordo, Fernanda.
Eu não poderia passar sem amor...

Beijinhos

Maria said...

alexandre

É isso tudo que dizes, fica-nos na pele...

Beijinhos, Alexandre

Maria said...

rosa dourada/ondina azul

Pois vê....

Beijos

Maria said...

a.castro

Não é uma questão de inteligência, é uma questão de sentimento.... acho...
Sim, vou mandar-te um mail explicando porque não te mando nenhuma fotografia... Eu sou o que escrevo, e só.
Muito obrigada pelas tuas palavras, tão simpáticas.

Beijo

Maria said...

ch

Ainda bem que essa constipação já se foi.
Por aqui há sempre muito mar e algumas gaivotas...
Aceite o desafio sim, e desafie por quem passar pelo almofariz..

Abraço

Maria said...

papoila

Vê-se. Sempre...

Beijos

Maria said...

multiolhares

Que frase linda a tua, Luna...

Beijinhos

Maria said...

hora tardia

vê-se. Nos olhos......

Beijos, I.

Maria said...

maçã com canela

Sente-se, é verdade, mas é muito melhor quando se vê....

Cheiros.....

Maria said...

rosa maria anselmo

Foi só ontem....
Obrigada

Beijinhos

Maria said...

rui vasco neto

muito obrigada pelas palavras que aqui deixou...
espero que tenha gostado das vistas...

Maria said...

anag.

Dói, sim.... mas vai passando....

Beijinhos

Maria said...

zé povinho

eu também....
esse boneco é da minha terra!

Maria said...

sol da meia noite

Como tu me percebes...

Beijo

Maria said...

silêncio

Argênteas, lindas...
(mas ele não voou......)

Beijinhos.....

Maria said...

pitanga

E achas que estou zangada? hehehehehehehehe
Quando cheguei ao blogue dele até abri a boca.... de espanto....
Fica tranquilona, pitanguinha.

Beijinhos

Maria said...

david santos

É claro que se vê....
Obrigada

Jose Gonçalves said...

O amor comanda...
O amor mastiga-se...
Devagarinho...
O amor não avisa...
Chega...
Sufoca...
Um bom fim de semana... com muito amor de preferência..
José Gonçalves

Fátima said...

Olá Maria!!
Quando nos sentimos felizes ao lado de alguem sentimos-nos muito bem.
De certa forma esse amor vê-se estampado no nosso rosto e faz-nos viver tao bem que nem nos damos conta que o tempo passa.
Fiquei contente que tenhas gostado do post dos vibradores,tinha receio em relaçao a publicaçao mas afinal foi bem aceite.

Um beijao enorme e que te corra tudo tao bem como desejares!!!!!

rascunhos said...

É feliz quem canta assim o Amor !!!

bom fim de semana

beijooooooooooooo

Vanda Paz said...

Este sim...é o amor que trago no meu sorriso... um amor assim... tal e qual...

muito bonito este teu poema

beijo

vanda

Maria said...

josé gonçalves

... devagarinho, é mesmo isso...

Bom domingo

Maria said...

fátima

Sabes que me fartei de rir com o comment da bia, que diz da vantagem de ter on/off....
O amor "brilha" na pele...

Beijinhos

Maria said...

rascunhos

Faz-se por isso, é nossa obrigação tentar sermos felizes.

Beijos

Maria said...

vanda paz

Amor assim... amor igual....
Que bom!

Beijos

Bia said...

Ainda ontem...
Tem dias...
Que até da minha "mentira" tenho saudades...
tenho saudades daqueles abraços...
ainda que mentirosos me davam um conforto e me faziam sentir tão amada... era a minha verdade, não a mentira dos outros...
tenho saudades da minha verdade mentirosa :)
Ainda ontem...
e já nem sei quando foi o último...
beijo meu
A_Tu

Maria said...

Querida Bia

Como eu TE sei.....
Tens por aí uns abraços mais pequenos, é certo, mas por agora são os abraços verdadeiros....
Um dia vais ter os abraços que queres, todos, a que tens direito, todos, e que eu quero, todos...

Beijinhos
G.-TE