Friday, September 23, 2011

Memória de Eugénio de Andrade e Pablo Neruda


É urgente o Amor,
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros,
e a luz impura até doer.
É urgente o amor,
É urgente permanecer.


Eugénio de Andrade

----------------------

Nós calávamos

Saber é uma dor. E o soubemos:
cada dado saído de sua sombra
deu-nos padecimento necessário:
o rumor transformou-se nas verdades,
a porta escura foi cheia de luz,
e se retificaram essas dores.
A verdade foi a vida nessa morte.
Era pesado o saco do silêncio.

E ainda custava sangue levantá-lo:
eram tantas as pedras do passado.
Porém foi assim de valoroso o dia:
com uma faca de ouro abriu a sombra
e entrou a discussão como uma roda
rodando pela luz restituída
até ponto polar do território.

Agora as espigas que coroaram
a grandeza do sol e sua energia:
de novo o camarada respondeu
à interrogação do camarada.
Caminho, aquele, duramente errado
voltou, com a verdade a ser caminho.


Pablo Neruda

12 comments:

Rogério Pereira said...

Pablo Neruda foi sempre minha bandeira. Com Eugénio foi diferente e posso dizer que só "recentemente o descobri".

Deixo-lhe dele um pensamento de entre alguns dos que editei:

"Ser jovem não é fácil. Alguns procuram-me para que lhes dê certezas, e eu não tenho nenhumas, nem sequer para uso pessoal. Por isso não deixo de lhes dizer que a única coisa em que estou interessado é em perturbá-los. A poesia é subversão, e esta passa pelo corpo, naturalmente"

Obrigado pelos poemas

trepadeira said...

Estas escolhas são sempre assombrosas.

Um abraço,
mário

mfc said...

E como dialogam tão bem!

Ricardo Santos said...

Não sei quem és... mas parabens pelo Blog. Apanhei-o por aí graças a um "mail" que me enviaram sobre a extraordinária intervenção do escritor Mia Couto, nas Conferências do Estoril.
Vou seguir-te no meu Blog

Ricardo Santos said...

Já agora... o meu também é um Blog despretensioso, mas com personalidade. Segue-se muita muita música, escreve-se algo, e da-me muito gozo fazê-lo. Também gosto de comentários, afinal como todos nós !
http://opactoportugues.blogspot.com

Justine said...

Que bem estão estes dois, juntos! E que bom é revisitá-los...
Beijo de bom fds

C Valente said...

Dois grandes escritores e poetas
Saudações amigas

C Valente said...

Dois grandes escritores e poetas
Saudações amigas

Fernando Samuel said...

Olha que DOIS!...


Um beijo grande.

elvira carvalho said...

Dois excelentes momentos de poesia.
Um abraço e bom fim de semana.

(Este começa mal, com a morte de José Niza)

Paula Barros said...

Concordo com as urgências de Eugénio.
Um lindo final de semana. beijo

BlueShell said...

Perfeita combinação.
parabéns menina. Deixo um beijo serrano.