Thursday, October 11, 2007

As tuas mãos


Faço amor contigo e cada vez me apeteces mais
e quero voltar a amar-te mais e mais
quero que me arrepies quando me tocas e acaricias
com essas tuas mãos que reconheço entre mil
porque únicas são as mãos que despertaram em mim
sentidos que julgava já esquecidos e que
acordaram o amor que estava adormecido
e é todo o teu corpo que eu vejo quando fecho os olhos
e oiço os gemidos do amor os teus gemidos,
o teu corpo no meu corpo,
nas tuas mãos tens a minha vida.

80 comments:

Manuela said...

Quente! Louco! Ui... Que poema!

Se puderes, dá uma espiadela no meu outro blog, ainda novinho...

http://manuela-guardadoradesonhos.blogspot.com/

Beijinhos e uma noite tranquila*

Leticia Gabian said...

Maroca,
As mãos do amado são únicas. Elas decoram a nossa geografia, aprendem os segredos mais guardados e nos depertam pra aqueles que até desconhecíamos. São mãos que nos aprendem e que nos ensinam.

Beijo grande, amiga

Isabel said...

Estou, hoje, só de passagem para te deixar um grande beijinho de gratidão.

Bjt

O Sibarita said...

Ulá lá! kkkk Minha conterrânea Maria você tá que tá heim? Hummmm kkkkk

Ah essa poesia tá o mel, o ouro! Ah vou horizontalizar... kkkkkkkk e ai? kkkkkk

Oi se zangue não viu minha nega, deixo uma poesia no reflexo da sua! kkkk
Plenitude

A minha paixão tem sintonia fina,
Porque o meu desejo é tão imenso,
Que o coração tocaia na esquina
Os teus lábios de beijos intensos...

Entrego-me, abro os teus flancos,
Desabrocho o fogo que te fervilha,
Porquanto beijo teus lírios brancos
Minha mão brinca entre tuas virilhas...

Minhas mãos - poemas perfeitos-
Deslizam no teu corpo de salgas,
E no arrebol de ouro do teu púbis
Eu defloro o amaranto do teu sol...

Na flora umedecida do teu púbis
Adentra com sede o meu sexo
E na turgescência a natureza flui
O vinho branco agudo dos nexos...

Unido ao teu tempo e na resina
Impregnada do teu olor, minha rainha,
Tu tens nos beijos o fogo de menina,
Ao afogar-me no melaço da tua vinha.

Vinhas dos céus, vôo de beija-flor!
Eu, menino, por ti, viajei longe
E fiz o pouso sob aquele cobertor
Para brincar de esconde-esconde...


O Sibarita

Jose Gonçalves said...

As mãos também apertam, também abraçam, também aquecem, também nos recebem...
Um aceno, uma carícia, um afago...
Uma noite em boas mãos
José Gonçalves

O Sibarita said...

Ah Maria vou mandar tocar os atabaques prás bandas dai viu fia? kkkkkkk

bjs
O sibarita

amigona avó e a neta princesa said...

Poema de amor e paixão...soberbo! beijo Maria...

cm said...

seja esse mar benção de um sorriso

um abraço

Zeca said...

Não sei se me foste visitar, mas eu vim e gostei.
Como gostei, lá foste pregada, sem pregos, mas com muito Amor.
Fica bem

PostScriptum said...

Potente e belo.
Beijinhos, Maria

Justine said...

Belo poema, excelente fotografia, mas fotografia bem mais serena que o poema. Para equilibrar?

Berta Helena said...

"Nas tuas mãos tens a minha vida", as mãos que acariciam, que protegem, tão sensuais na paixão. Bonito o poema, bonito esse mar da fotografia.

Beijos

AJO said...

... e vale muito a vida de uma pessoa... e ainda mais quando é a nossa vida... há poemas que mesmo não sendo eu a redigi-los são o espelho de algo que sinto... este é um deles... é um gosto visitar este cantinho... até breve

Entre linhas... said...

É através das mãos que que possuimos maior dom ...
Bjs Zita

samuel said...

Mas será possível que "tudo" me lembre uma cantiga de alguém?!
Agora é o Paulo de Carvalho...

"Nas tuas mãos repousa a minha vida
basta-me um gesto teu para acordar
pássaro ferido de asa enfraquecida
já sem força sequer para voar
nas tuas mão deixei a minha
parar"

Nem garanto que esteja certo palavra por palavra, nem sei se é do Ary, nem como continua.

Abreijos.

Pitanga said...

Ai Maria...acho melhor eu ir ao supermercado! ehehe

despertando said...

Bom ser amado assim, bom amar com esta força.
Que o amor continue sempre cada vez mais forte.
Beijinhos

Belzebu said...

Convém é que as mãos estejam lavadinhas e com as unhitas aparadas, sem aquela unhaca do dedo mindinho.

eheheh!! Excelente poema, amiga Maria!

Aquele abraço infernal!

david santos said...

É sempre bom ser amado.
Agora, como eu digo no meu poema, que seja sempre: "AMOR CONTINUADO",
Editorial Minerva! Poesia Volume 13.

Amor continuado, não é uma paixão...

Tudo de bom para ti, amiga.
Tem um bom-fim-de-semana

david santos said...

Desculpa, Maria!
Com a pressa nem tinha reparado no nosso Adriano Correia de Oliveira. Espero estar perto de Gaia para assistir a algum espect�culo em honra desse nosso GRANDE!
Parab�ns.

Papoila said...

Bonita entrega
entregues estamos nas mãos do amor

Beijos

BF

Maria said...

manuela

Registo com agrado a tua visita.
Já lá fui ao guardadora...

Beijinho

Maria said...

letícia gabian

São mãos que nos aprendem, sim...

Beijão enorme, Amiga

Maria said...

isabel

Um beijo também pra ti, Isabel

Maria said...

o sibarita

ô xente, que poemão, siba....
... horizontalizou foi, fio? kkkkkk

um beijo pra vosmecê, amigo

Maria said...

josé gonçalves

Um sorriso pra ti....
... e um abraço

Maria said...

o sibarita

Voltou foi? Danadinho....
Sei, tô voltando, ma num sei quando....

Maria said...

amigona avó e a neta princesa

Obrigada (fazes-me corar....)

Beijos, também para a princesa

Maria said...

cm

o mar é sempre um bênção, de tão bonito que é...

um abraço

Maria said...

zeca

Fui lá sim, ontem à noite, e voltarei....
Obrigada

Maria said...

postscriptum

.... ;)

beijinhos

Maria said...

justine

É preciso haver sempre um certo equilíbrio, não é?

Beijo

Maria said...

berta helena

As mãos que dizem sempre tanto....

Beijos

Maria said...

ajo

Acontece o mesmo comigo, há coisas que leio em que me revejo completamente....

abraço

Maria said...

entre linhas

... e as minhas mãos têm sido pouco hábeis a tentar entrar no teu blogue...
Vou tentar outra vez....

Beijos, Zita

Maria said...

samuel

Nem me lembro dessa letra, mas hei-de pesquisar entre os meus discos...

Abraço

Maria said...

pitanga

hehehehehehehe....
e vais comprar champanhe? Festejamos o quê?
Escolhe bem o carrinho, hehehe

Maria said...

despertando

obrigada, mesmo!

Beijinhos

Maria said...

belzebu

Nem me fales em unhacas, que nojo.... unhas só cortadas mesmo rentes...

Obrigada Amigo.

Um abraço fresquinho

Maria said...

david santos

Amor continuado, claro, e madurado, que é tão bom...

Um bom fim-de-semana pra ti também

Maria said...

david santos

Homenagear Adriano é uma obrigação nossa.
Para que nunca se esqueça....

Maria said...

papoila

e o amor entregue nas nossas mãos....

beijos

Pitanga said...

Maria, calma que ainda não é hora do champagne. Por enquanto, só vou lá para brigar com o carrinho de compras. hehehe
Amanhã é feriado aqui. Sabes como é...uma cervejinha gelada, umas castanhas de caju...

Gi said...

Minha querida, podes passar pelo meu blogue? Último post de hoje?
2 encomendas para levantares. Não são novidade mas gostava que as aceitasses :)

beijos

As tuas mãos são de oiro para nos presenteares com tantos mimos.

TINTA PERMANENTE said...

A extensão da volúpia que escorre em cada verso terá, talvez, a dimensão do horizonte que a imagem insinua...
Abraço.

p.s. - deixei (em Ponte de Lima) um 'acrescento' aos comentários.

Maria said...

pitanga

Muito bem, então ficas pelo chôpinho bem geladinho e pelo caju.... E amendoim cozido, não?
Bom feriado, Pitanga.

Beijinhos

Maria said...

Querida Gi

Já pasei por lá, já acrescentei, post de 7 de Outubro, "em tempo"....
Muito obrigada...

Beijinhos

Maria said...

tinta permanente

.... terá, porque mais será impossível....
Obrigada

Abraço
(já lá vou)

Bia said...

o sabor das mãos... lindo maria esse teu jeito...
também já senti assim... é bom demais, no meu caso era bom demais para ser verdade :(
Continua a amar assim Maria, e é perfeita a forma como nos descreves.
A.TU
Mil beijos no teu lindo coração

Sol da meia noite said...

Sentir a vida nas mãos de alguém...

Sublimes momentos de entrega!

Beijinho!

Besnico di Roma said...

Li o teu comentário no meu blog e passo a responder:

- Pronto, pronto Maria. Já voltei.
Não posso estar ausente um bocadinho que ficas logo assim… Mas é quando escreves coisas mais bonitas.

Beijitos

(não sou nada pretensioso, pois não?)

MiE said...

...


É o AMOR, em toda a sua plenitude, de dar e receber.

Um beijo Maria.

Obrigada por partilhares.

beijo

Sininho said...

Hoje não estou de maré para comentar coisas bonitas como o AMOR.
E tu já dizes tudo...

Beijinho, Maria

rosa dourada/ondina azul said...

"Nas tuas mãos tens a minha vida"

Belo poema de amor pleno !




Maria, deixo-te um beijinho,

Palavras ao vento said...

Belíssimo poema de amor!

Que entrega!!

Maria... Os meus PARABENS!

Beijinhos da outra

Maria :)

Meg said...

Maria, isto não é só um belo poema.
Isto é um incêndio!Cuidado!
Tinha de ser, vindo de ti... sem peias, como se faz deste lado.

Beijinhos

elvira carvalho said...

Que bonito poema maria.
Dos mais bonitos poemas que tenho lido nos últimos tempos.
Gostei muito.

herético said...

sensualidade vibrante. muito belo. viva a vida!

malukinha d'arroios said...

fico bem maria, fico...obg.
este fim de semana, vou entreter 20 crian�as numa festa de anos, para mim � a melhor terapia que pode haver... depois mostro as fotos para te rires, j� comprei os disfarces...

o teu post est� muito apaixonado, muito emotivo, muito quente e muito doce.

fica tu tbem bem.
bom fim de semana

foryou said...

Se existe na blogosfera um espaço que transpira ternura, esse espaço é este blog, sem qualquer dúvida!

Maria said...

bia

Que é isso, no teu caso etc. e tal?
Quem já sentiu o amor assim, só vai conseguir vivê-lo assim, não importa quando...

Beijinhos, querida bia, cheios de saudades...
G.-TE

Maria said...

sol da meia noite

completamente....
beijinhos

Maria said...

besnico di roma

Ausente um bocadinho? Foi tanto tempo, Besnico. Ainda bem que voltaste.

Beijinhos
(pretensioso.... claro que não, nunca!)

Maria said...

mie

Enquanto tiver inspiração, vou partilhando....

Beijinhos

Maria said...

sininho

Se eu pudesse ajudar..... espera pela mudança de maré....

Beijinhos, Sininho

Maria said...

rosa dourada/ondina azul

obrigada, rosa dourada, linda!

Beijinhos

Maria said...

palavras ao vento

São dias, Maria, são dias...
Obrigada

Beijinhos

Maria said...

meg

Foi o que saiu....
Às vezes escrevo e releio e corto ou vai para o lixo.
Ontem à noite saiu assim..... sem peias, mesmo....

Beijinhos

Maria said...

elvira carvalho

Muito obrigada, Elvira, mesmo...

Maria said...

herético

... e que viva a vida!
Obrigada.

Maria said...

malukinha d'arroios

Vais ter um fim-de-semana óptimo.....
Fico à espera para ver....

Beijinho

Maria said...

foryou

Acabas de me fazer um elogio do "caraças". Foi a palavra que me saiu.
Muito obrigada, mesmo..

LB said...

Uma palavra: Belíssimo!

Beijinho

Fátima said...

Que bom é amar assim Maria!!!!
Que bom é encontarmos alguem que saiba renascer sentimentos ja esquecidos....
Que possas gozar esse amor em plenitude e saibas tirar todo o partido dele.
Um abraço!!!!!

Maria said...

lb

Gosto de te ver por aqui, outra vez.....
Obrigada!

Beijinho

Maria said...

fátima

É o que estou a tentar fazer.....
Obrigada
Um abraço

Nilson Barcelli said...

Poema SOBERBO.
Escreves muito bem.
Bom fim-de-semana.
Um beijo.

Maria said...

nilson barcelli

Dito por ti, é um elogio enorme....
Obrigada.

Um beijo

Vanda Paz said...

Lindo Maria...

Deixei as mãos que amo ir embora... agora voltei a morrer...

Beijos

Maria said...

vanda paz

Vai buscá-las, corre atrás delas...
... para não voltares a morrer...

Beijos