Friday, January 16, 2009

BURGUESES

Não tenho pena dos burgueses
vencidos. E quando penso que vou ter pena,
aperto bem os dentes e fecho bem os olhos.
Penso nos meus longos dias sem sapatos nem rosas.
Penso nos meus longos dias sem chapéu nem nuvens.
Penso nos meus longos dias sem camisa nem sonhos.
Penso nos meus longos dias com a pele proibida.
Penso nos meus longos dias.

- Isto é um clube. Aqui não pode entrar.
- A lista já está cheia.
- Não há quarto no hotel.
- O senhor não está.
- Rapariga precisa-se.
- Fraude nas eleições.
- Grande baile para cegos.
- A taluda saiu em Santa Clara.
- Tômbola para órfãos.
- O cavalheiro está em Paris.
- A senhora marquesa não recebe.

Enfim, recordo tudo.
E como recordo tudo,
que caralho me pede você que faça?
E além disso, pergunte-lhes.
Com certeza
que eles também se lembram.


Nicolás Guillén

33 comments:

salvoconduto said...

Se Guillén ainda fosse vivo hoje respondia-lhe que os mandasse pró

Não me apetece mandá-los para outro lado, principalmente hoje que o mundo estremeceu com um acidente aéreo em Nova Iorque e mantém-se impávido com o que sucede em Gaza.

Abreijos

Ana said...

Um beijinho para ti, Maria, em exclusivo.
Se o Guillén fosse vivo, não teria um beijinho meu...
:))

Joao P. said...

É bom mesmo recordar

Recordar para quando a memória nos tentar enganar.

Beijo

Maria

Obrigado pelo post

mfc said...

Ninguém se esquece!
Está-nos marcado na pele.

O Sibarita said...

Burgueses, é? kkk Quero que todos eles se lenhem, tá bom assim minha nega? kkkkkkkkkkk

Belo texto!

Ô Moça a senhora não viu toda postagem do Sibarita, volte lá, viu? kkkkkkk

bjs
O Sibarita

BlueVelvet said...

Se calhar não se lembram.
Essa gente tem a memória curta.
Beijinhos

samuel said...

Grande!!!

Abreijos

O Sibarita said...

Dona luso-baiana a senhora ta dando bobeira viu?

A lavagem do Bonfim foi hoje quinta feira dia 15 fia! Se ligue, viu? kkkkkk

Ah as coxas da Ivete, demais a miseravona me matou! kkkkkkkkk

obrigado pelas palavras no sibarita

bjs
O Sibarita

salvoconduto said...

Porque comentaste o meu post informo-te que o mesmo foi aumentado.

Abreijos.

mié said...

digo com o mfc

ninguém se esquece!


obrigada :)

boa noite

paula barros said...

Entendo quem passou por determinado momentos na vida que fazem escrever assim.

No entanto atualmente o que percebo é quem discursava sobre burguesia e elite, apenas tinha um desejo enorme de o ser. E na primeira oportunidade fizeram do poder o trampolim para serem elite, excluirem, pisarem. Claro que tudo tem excessão.

abraços

MPereira said...
This comment has been removed by the author.
João Videira Santos said...

A-do-rei!

Belissimo post.

Belissimo e...oportuno!

Teresa Durães said...

Não seremos todos um pouco (pelo menos) burgueses?

Vekiki said...

Maria, cheguei hoje aqui pela mão do Escrito a Quente. Gostei muito do que li e do que por aqui vi, principalmente do que tens escrito no teu perfil que se encaixa tão bem no meu :-). Vou voltar. O Vekiki espera-te!

Ana Camarra said...

O Nicolás é um dos meus poetas favoritos.
Obrigado, Maria.

Beijos

MIMO-TE said...

Beijos Maria és imensaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!


:)
Paula

Justine said...

Recordar tudo, sempre!
Anda, oferece-nos mais Guillén:))

do zambujal said...

Esquecer? Já me esqueci de esquecer.
E o Brel, e o Brel?
J'oublie rien... je m'habitue!
Beijos

Apenas eu said...

tudo se lembra e é lembrado.
pena? penas têm as galinhas car***

Beijos Maria
dqtgmtesvg

Sunshine said...

Dois mundos tão diferentes!
É que num não há sapatos no outro vive-se stressado por a cor dos sapatos não ser a desejada.
beijinhos com raios de sol

SILÊNCIO CULPADO said...

Maria
Numa sociedade injusta há sempre os sobrantes que, frequentemente, até são a maioria. Cabe-nos conquistar a dignidade recusando ser sobrante.

Gostei do poema.


Abraço

lua prateada said...

Passei te desejando um lindo fim de semana e deixar-te um recadinho...
"Não á uma altura ideal para partir...Parte,simplesente e continua a viver e a amar.Não tens tempo para sempre..."
Beijinho prateado

SOL

Filoxera said...

Boa! "Dá-le"...
Um beijo.

isabel mendes ferreira said...

ih ih ih



Maria!



Belo!


Brilhante!!!!

Maria said...

Obrigada por terem passado aqui.

Beijos

escarlate.due said...

quem tem penas são as galinhas e eu não sou ave, até sou alérgica a penas

beijinhossssss

Fernando Samuel said...

Eu também não tenho pena nenhuma deles...



Um beijo grande.

Licínia Quitério said...

Quero lá saber deles e das suas afiçõezinhas. Guillén soube para onde os mandar.

Um beijo.

Licínia Quitério said...

Queria dizer "afliçõezinhas", claro :)

Arabica said...

Ai que a memória lhes falha!


:)

bettips said...

...falta dizer que "é para nosso bem"...

Belo encontro de palavras-chicote!
Pontes se façam.
Beijinho, Maria, primeira.

Agulheta said...

Maria! Pois cada vez vejo mais Burgueses" alguns até se armam em defesa de alguns,mas é só treta:agora sobre a música!parece uma combinação de gosto,o poema que postei e a música aqui.Beijinho bfs

Lisa