Tuesday, May 26, 2009

Este lado de cá


Sei como é este lado da viagem. E é deste lado que quero estar.
As tuas palavras sufocam-me, de tão intensas. E leio-te com ternura.
A inquietude das tuas águas chama o meu nome. E eu vou, sempre.
Dás-te conta que é o tempo em que preciso de ti. Para respirar.

33 comments:

Maria P. said...

O teu lado, ao teu lado...

Beijinho, minha Maria*

salvoconduto said...

Cada um escolhe o seu lado, nem todos vão por bom caminho.

Abreijos.

Joao P. said...

Maria:

é decerto uma margem de certa maneira

Beijo

João

simplesmenteeu said...

Dificil a viagem quando nos entregamos e apaixonamos pelo que nos rodeia e toca.
Mas esse é o unico sentido da vida. Deixar os olhos e o coração pelos caminhos...Abraçar com os sentidos e ser a própria "inquietude das águas" a chamar o teu nome...

Nascer e morrer a cada esquina...

Abraço carinhoso
Sempre

samuel said...

O tempo... sempre preciso, independentemente da inquietude das águas.

Abreijo.

Delfim Peixoto said...

... Jnhs

anamar said...

De cá para lá e vice-versa, a inquietude continua...
Abracinho

margusta said...

Lindo Maria!

Sufoco...Respirar...A-Mar!

BEIJINHOS Querida Amiga!

Cris Caetano said...

Ainda hoje li uma frase que tinha alguma coisa a ver com isso, precisar do outro pra respirar... é lindo.

Beijinhos

Justine said...

Simbiose perfeita. Total sintonia. Assim fosse com tudo...

A CONCORRÊNCIA said...

E é a ternura que me move, que nos move, e por ela eu vou, nós iremos sempre.

Beijo

clic said...

Porto de abrigo... :)

Sunshine said...

Que bom é estarmos onde queremos, com quem desejamos.
beijinhos com raios de sol

Uma aprendiz said...

Oi, Maria

sou amiga da Paula Bastos, vi seu blog no dela e vim te conhecer.

Amei!

Gostei de tudo por aqui.

beijos

paula barros said...

Maria

Quanta ao seu comentário sobre prudência concordo. Mas tem momentos querida que é necessário ser prudente. Muito prudente. Mesmo que feche portas, janelas, coração, alma....

E será um exercício, que não sei se conseguirei.

beijos, obrigada pela suas visitas maravilhosas.

paula barros said...

E essa inquietude chamando é para ter prudência?

Ah, a palavras que são intensans, e que mexem com as emoções.

abraços

Licínia Quitério said...

É esse o teu lado. O único lado em que respiras.
Bonito, Maria.

Um beijinho.

mfc said...

Deixarmo-nos seduzir... também é uma arte!

Agulheta said...

maria. Cada um escolhe o seu lado, o teu é lindo e com a força que tens.
Beijinho fica bem

Fernando Samuel said...

O tempo é esse: em que precisamos de alguém...

Um beijo grande.

mdsol said...

Pedes o certo. Nestes "jogos" ou é ou não é!
Um bom dia vizinha da blogosfera
:)))

De Amor e de Terra said...

Há palavras que sufocam, sim...
nossas e dos outros.
Há as que sufocam de amor, de desejo, e as que sufocam de dor.

Beijos

Maria Mamede

Baila sem peso said...

Este lado de cá...
na outra margem
escutas o teu nome...
e tu vais lá
agora e sempre
quando precisas...
e recebes...
e te dás!

Muito bonita essa forma de sentir!
estar no ir e no ficar
mas sempre a amar!

Beijo

Teresa Durães said...

e quando é possível darem-nos o tempo, é tão bom!

CelyLua - O blog das Letras said...

Olá, eu adorei conhecer teu abençoado e belo blog.
Sua inspiração é deslumbrante...
Palavras que despertam o espírito a meditar...
Tudo aqui é muito fofinho.
Parabéns e aplausos!!!
Voltarei mais vezes...
Já estou a seguir teu blog, rsrsrs.
Deus te abençoe.
Beijos de poesias perfumados...
Com ternura,
CelyLua, Amiga e fã da tua brilhante inspiração...

Muito obrigada!

Violeta said...

como te entendo.
bjs

Apenas eu said...

Este lado de cá é doce.
Como as tuas palavras e o teu olhar, o teu abraço.
é bom respirar assim.

beijo Maria
(quanta tranquilidade, dás-me um bocadinho?)

Lúcia said...

Vais.Sempre?
Felizes os braços que te recebem e te fazem respirar!
Beijos, Maria

Mar Arável said...

nO LADO ESQUERDO DA VIDA

Sempre

Bjs

Maria said...

Obrigada por terem passado aqui.

Beijos

heretico said...

as margens são apenas o caminho das pontes...

e a respiração das correntes.

beijos

Ana said...

E será esse "o lado esquerdo da vida"?

Deve ser, se é desse que queres estar:)))

Há muitas vezes duas formas de ler os teus poemas, mas só tu sabes a verdadeira...
Do lado de cá...fica-nos a imaginação.

Beijinho, Maria.

AnaMar (pseudónimo) said...

As viagens têm tantos lados. Seja de que lado viajes, farei-te companhia. Posso?
1001 beijos