Thursday, May 14, 2009

Uma onda a...


Perdi-me ao descer as escarpas da noite. Nem a lua para me orientar. Apenas um som longínquo de um piar de uma gaivota. Desci mais um pouco. De repente um cheiro familiar. O teu. E uma onda a rebentar...

36 comments:

FERNANDA & POEMAS said...

UMA ONDA A REBENTAR E A FAZER A NOSSA FELICIDADE, QUERIDA MARIA!!!
DESCULPA A MINHA AUSÊNCIA... aBRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

elvira carvalho said...

A eterna paixão pelo mar...
Um abraço

Maria P. said...

O (a)mar...
Sentes "coisas" tão lindas:)

Beijinho, minha Maria*

Joao P. said...

Maria

Será o cheiro da ilha?

Bonito, muito bonito

Beijo

João

salvoconduto said...

Perdido ando eu com o meu PC. Nem pio! Aqui não há escarpas, mas uma janela...Palpita-me que é hoje.

Abreijos.

Delfim Peixoto said...

Esse maroto mar... que saudade desse maroto mar!
...
jnhs...

simplesmenteeu said...

Nesse som longínquo... seria capaz de ouvir a tua voz.
O rebentar das ondas, seria uma dança de emoções a despertar...

Fico
no gosto gostoso, de te Abraçar

Apenas eu said...

Adoro as Tuas palavras.
Tu já sabes... és Tu.
Ainda hoje te disse, gosto quando escreves aquelas palavras tuas...

Não tenho sono.
e tu perguntas-te e o que tenho eu a ver com isso?
mas eu respondo, nada! sou como os miudos, gosto de me repetir :))

bem vou dormir, senão amanhã o despertador vai ser o meu pesadelo:))

Beijos muitos
Até amanhã.

Sal said...

Que bom ler-te antes de ir dormir...

Beijocas

Clotilde S. said...

Estas "marinhas" são telas encantadas onde me vejo e me espelho.

Adorei, amiga!

Beijos**

Cris Caetano said...

Como é verdade que se reconhece assim a pessoa amada, por vezes, é só fechar os olhos e o cheiro vem, ou vinha, não importa.

Tive que rir ao ler o Salvo... eu bem sei o que é isso.

Beijinhos

Só Eu (Ricardo) said...

Maria
Tantas vezes o nosso mar te toca que as maresias já têm o teu cheiro. E é bom.
Gosto de passear na rebentação deste teu (e meu) mar.
Beijinhos
Ricardo

Maria Clarinda said...

E como é bom e nos dá força, o cheiro do Mar!!!
Lindo o teu post.
Jinhos mil

A CONCORRÊNCIA said...

E a serenidade, a paz e ao mesmo tempo a força que nos dá o mar.

Beijo grande

clic said...

... Porque há apelos capazes de guiar os nossos passos, apesar da escuridão... :)

AnaMar (pseudónimo) said...

É o rebentar das ondas que me faz ficar sentada na praia a sonhar...
BJS

Pedro Branco said...

Curva-se a noite no meu leito
Carregada de memórias e longas paragens
Distante e próxima
Fresca e sonolenta
Como um pequeno sinal..
Abro os olhos sem ver
Solto um perdão, um nome, um gemido talvez
E fico deitado sobre mim
À espera de ser levado até uma nova madrugada...

Filoxera said...

Consegues sempre uma conjugação fabulosa entre o amor e o azul infinito do mar.
Beijos.

utopia das palavras said...

Nas ondas também... o cheiro de ti!

beijo

Rosa dos Ventos said...

Uma onda a rebentar docemente nas tuas poéticas palavras...

Abraço

Teresa Durães said...

lindo!!

Ana said...

«Terna é a noite»...

Beijinho

Agulheta said...

Maria. É na ternura de palavras escritas a um mar,que nos enche a alma de paixão,que te admiro pelo que és.
Beijinho

Fernando Samuel said...

O mar sempre presente, pois claro...

um beijo grande.

Luis Eme said...

grande poeta que és, Maria.

beijinho salgado

Ana Patudos said...

olá amiga
Passei pela tua ilha, para te dizer que morreu um grande camarada alpiarcense: Álvaro Favas Brazileiro.
Alpiarça e o PCP ficam mais pobres.
bjo
Ana Paula

PreDatado said...

Que extraordinária pista.

Mar Arável said...

Olhos nos olhos


minha querida

Bjs

rosa dourada/ondina azul said...

Uma onda a rebentar,
num momento precioso :)


Bom fim-de-semana,
Beijo,

Apenas eu said...

Olá outra vez:)

perdi-me.
perco-me sempre
nunca consigo seguir direita o mesmo caminho
a curiosidade. o voo de uma borboleta desvia-me sempre...
a lua guia-me e eu lá consigo regressar como se nem sequer me tivesse perdido..
acho que me perco pelo Gozo de me Encontrar...

olha até escrevi uma coisa gira, não?

beijos muitos de qtgmset

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui

Beijos a todos

Pitanga Doce said...

Talvez a gaivota fosse eu. A cada dia estou mais inclinada a voar, Maria! Ouvir o coração ou a razão???

boa noite amiga

isabel mendes ferreira said...

tão tu!!!!

O Sibarita said...

Oxente dona moça! Então você não tava em jauá, se não tinha lua e agora? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Dona Maria se oriente, viu? kkkkkk

Beleza de poema, essa é a Maria sim apaixonaderrima! kkkkkk

Será? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

bjs
O Sibarita

escarlate.due said...

há odores assim: intensos, eternos

De Amor e de Terra said...

Querida Maria, BELO!!!

E que maravilhosa rebentação!!!

Beijos

Maria Mamede