Monday, May 03, 2010

Nunca seremos demais


Quantos fomos, quantos somos
importa que a cada instante
todos juntos lado a lado
tenhamos a força bastante

Quantos desceram a avenida
mais uma vez no novo dia
importa a certeza do grito
e o punho erguido com alegria

Temos ainda o sangue a ferver
e recomeçaremos o tudo e o mais
ainda que sejamos bastantes
nunca seremos demais!

29 comments:

Maria P. said...

Seremos muitos mais um dia...

Beijinho, minha Maria*

Memória de Elefante said...

Maria!
Nunca serão demais os que têm um sonho nas mãos e a esperança no coração.

Um beijo

Joao P. said...

Maria:

Cada vez é mais urgente!
Nunca seremos demais para fazer ver a determinada gente que a força da gente unida é difícil de ser vencida

Beijo

João

Cris Caetano said...

E eu sou mais uma, mesmo distante.

Beijinhos, Maria. Boa semana pra ti.

salvoconduto said...

Os alcatruzes da nora hão-de dar a volta, não sei é quando.

Abreijos e boa semana.

Akhen said...

Maria

Acontece que nós, porque sabemos que estamos com a razão, fortalecemos as nossas convicções em presença dos obstáculos que nos colocam no caminho.
Eles, os outros, duvidam da razão das suas próprias convicções em presença dos obstáculos que eles próprios colocam no seu caminho.

Rosa dos Ventos said...

Quando é por bem nunca todos somos demais!

Abraço

Laous said...

e cada vez somos menos
os estóicos...

paula barros said...

Juntos, lutando por um mesmo objetivo. Lado a lado se faz a força.


abraço

quicas said...

... nunca seremos demais! Força, tenhamos força!
Beijo

Fernando Samuel said...

Verdades bonitas, estas que nos ofereces.

Um beijo grande.

Manuela Freitas said...

Olá Maria,
Gostei das tuas palavras sobre o Dia do Trabalhador no meu blogue, quando mataram os rapazes eu estava lá! É como tu dizes, não se pode baixar o ânimo e os braços. Descontentes há muitos e cada vez serão mais...
A tua poesia dá energia!
Beijinhos,
Manuela

Ana said...

Beijinho para ti, Maria!

clic said...

Somos os que sabem quem são! Nem mais, nem menos! :)

Baila sem peso said...

Uma questão matemática em poesia
que na força se mede bem
somos os que somos na maresia
a soma, que se multiplica também :)

beijitos e boa semana

ausenda said...

Seremos o que importa ser
Muitos, alguns,ou uma mão
O sonho saberemos manter
Na vida que é a nossa razão!

Beijo, Maria

Filoxera said...

Nunca seremos demais, por isso percorremos a avenida com os amigos, os filhos e um mar de gente unida na mesma luta.
Um beijo, Maria.

GR said...

Nunca seremos demais.
Mas novamente, somos muitos, somos mais!

Gd Bj,

GR

viajantes said...

e todos juntos lado a lado
recomeçaremos o tudo e o mais...
beijinho!

mdsol said...

Beijinho, Maria

:)))

Nilson Barcelli said...

Nunca seremos de mais, de facto...
Belíssimo, querida amiga.
Beijos.

Memória de Elefante said...

Oi Maria!

Exclui teu comentário acidentalmente lá em meu blog sem querer. Se tiveres um tempo passa lá novamente,pois tuas palavras sempre fazem a diferença!

BEIJO E MIL PERDÕES!!!

Memória de Elefante said...

Foi resgatado!Não precisa mais!!!(risos)

Beijo

Pondé said...

Ainda que com um delay de alguns dias, parabéns pelo 25 de abril, Maria! Parabéns a Portugal! Tenho consciência da importância histórica da data. Festejem - e muito, sempre!

escarlate.due said...

eu acho que mais importante ainda que sermos muitos a gritar ou erguer punho... é sermos bons a fazer algo que dê fruto

Valvesta said...

QUE ASSIM SEJA, COMO DESEJA NO CORAÇÃO.
BEIJOS

Duarte said...

Quanta garra!...
Isso é o que falta,
estamos assustados...
se nos suprimem
a força na expressão...
mudos ficamos:
para sempre,
de fome!...

Abraços de vida

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui.

Beijos a todos.

Parapeito said...

...que venha sempre mais um de coração aberto********