Tuesday, July 13, 2010

Deixa que me perca


Deixa que me perca em ti uma só vez
Que deste fogo me quero libertar
Devolve-me a frescura da pele ardente
Em que adormeceste e me fizeste sonhar
Com dias e noites de um desejo quente
E fomos rio juntos correndo para o mar
Deixa que me perca em ti mais uma vez
Que das noites de amor me quero libertar
Falaste ao meu peito com a tua voz quente
Deste-me as mãos e beijaste-me o olhar
Como queres que te esqueça ao sol poente
Se tudo de mim levaste no nosso amar...

25 comments:

GR said...

"E fomos rio juntos correndo para o mar"
Belíssimo!

Bjs,

Gr

Leticia Gabian said...

Lindo, amiga-irmã!

Beijo imenso, AICeT!

Ana said...

Fico sem palavras para comentar!
O que dizer do que é tão belo?

Um beijo enorme, Maria *

Oliva verde said...

Gosto tanto de te ler!
Obrigada.
Um abraço

Sunshine said...

É impossível esquecer quem amamos...podemo-nos lembrar de outra forma.
beijinhos com raios de sol

Paula Barros said...

Gosto de repetir que gosto do que você escreve..acho intenso no sentir, sinto suas palavras vibrarem...é sentimento puro.

Devia ser direito de todos viver o carinho, o amor, viver momentos de prazer, viver o que de bom se escreve...

abraço

Fernando Samuel said...

Impossível esquecer quem de nós tudo levou...

Um beijo grande.

smvasconcelos said...

Gosto do que escreves, Maria... é tudo tão intenso!
Um beijo.

clic said...

E a belíssima foto desenha as tuas palavras na perfeição!... :)

Manuela Freitas said...

Olá querida,
Deixa-me perder, para me encontrar!...Isto veio ao meu pensamento e nem sei a razão! Excelente poema!...
Beijinhos,
Manuela

Cris Caetano said...

Lindo!

Mais um candidato a ser bifado. :) Já tenho um post para amanhã. ;)

Beijinhos, Maria

samuel said...

"Deste-me as mãos e beijaste-me o olhar"

Bonito!

Abreijo.

ausenda said...

também me perdia nesse mar...!

:)beijinho

Vieira Calado said...

Esbelto,

bem ritmado,

sonante,

este seu poema!

Beijoca

viajantes said...

lindo... mesmo!...
beijinho

mdsol said...

As tuas palavras lembraram-me outras de que tu sabes que eu gosto muito. Acho que é um graaaaande elogio...

...
Dai-me outro verão nem que fique
à mercê da sede.
Para mais uma canção.

Eugénio de Andrade, Rente ao Dizer, 25

Beijinho elogioso

:)))

Aníbal Pires said...

Olá Maria,

Não tenho comentado mas venho aqui, dia após dia, fruindo momentos de um puro deleite que me afaga a alma e alimenta a vida.
Bem hajas por dares sentido à tua, à nossa existência.
Beijos

Rosa dos Ventos said...

Lindo o poema, linda a imagem...

Abraço

rosa dourada/ondina azul said...

Boa,

perder assim, vale!


Beijo e boa inspiração te desejo,

margusta said...

Lindo Querida Maria!...
Um beijinho para ti!

Margusta

A.S. said...

Um beijo Poeta! Lindo Poema!!!

BeijO
AL

Sonhadora said...

Um lindo poema...quem não se queria perder nesse mar.
Adorei.

Beijinhos
Sonhadora

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram aqui.

Beijos.

Filoxera said...

O amor não leva tudo.
Deixa, pelo menos, a lembrança. O cheiro na pele. A inspiração :-)
Um beijo.

soggyscheme said...

gostei de aqui passar. tens um bonito espaço, bem construído, inteligente e coerente. bela forma de "trabalhar" as palavras.