Friday, July 02, 2010

***

As pedras e os cristais ganham a força das palavras nos pássaros que espantam os teus olhos...

21 comments:

Cris Caetano said...

Uau!

E concordo, Maria...

Beijinhos.

(É amanhã)

Joaquim do Carmo said...

É tão bom "espantar-se"... em especial se com os pássaros! E... que dirão, então, as pedras e os cristais?!
Beijinho
PS: pensei em si ao mudar a caixa de comentários, pode crer, já tinha lido dos problemas dessa apresentação e... prezo muito seus comentários, claro!

Maria Clarinda said...

Maravilha de palavras, Maria...andei neste amanhecer pelo teu blog, pois estive sem vir à blosgoesfera.Li-te e adorei as fotos e as palavras dos outros posts. Obrigada pelo momento.Jhs mtos

clic said...

Não há pedras nem cristais
Tão duros como as palavras
Basta-me abrir os jornais
Saltam de lá em deslavras

Já dos pássaros não sei
Como podem espantar
Nunca com eles voei
A não ser com o olhar


:)

Rafeiro Perfumado said...

Pedras a espantarem pássaros já vi, o contrário é a primeira vez!

Paula Barros said...

Sinto ser forte e bonito o que está escrito, mas não compreendi o suficiente para dizer algo mais.

O olhar com a alma seja o olhar que toca.

beijo

Apenas eu said...

tal e qual!

um grande beijo e um xi-coraçao

Fernando Samuel said...

Os pássaros dão força a tudo...

Um beijo grande.

Ana said...

Palavras como só um poeta sabe escrever...

Beijinho, Maria.

margusta said...

Lindo e profundo Querida Maria!

"E,
hoje apercebi-me,
que o entardecer,
que sempre me trouxe
a tua presença,
pertence a todas as aves...
E,
eu que já não sei,
mais voar,
fico colada ao chão,
com os olhos a marear..."

Margusta

heretico said...

olhos espantados. os meus. no voo das tuas palavras belas.

beijos

Duarte said...

Espantado quedo...

Convida à reflexão.

Abraços

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui.
Bom fim-de-semana.

Beijos a todos.

A.S. said...

As palavras são pedras, são cristais que na penetram na retina, como os pássaros que poisam ao amanhecer no beiral da tua janela...

Beijos, Maria!
AL

Manuela Freitas said...

Poeta de corpo inteiro!...
Bj,
Manuela

Filoxera said...

"A pedra e a palavra, depois de lançada, não volta atrás".
Nos teus olhos, vejo ainda a chuva. Causada por palavras e acordes.
Um abraço, amiga.

De Amor e de Terra said...

...e há espanto nos olhos de quem ama, sempre que a força das palavras esteja presente, mesmo que as pedras e os cristais se percam noutras realidades.
Bjs. minha menina e obgd. pela visita.

Maria Mamede

Chris said...

Pedras como cristais que ganham o movimento nesse eterno voo dos pássaros...
Um beijo
Chris

Cris Caetano said...

Vou levar emprestada. ;)

Beijinhos

João P. said...

Maria

E é mesmo!

(ao poeta tudo é permitido!)

Beijo

JoÃO

pedras contra canhões said...

lembraste-me um poema que não lia há uma década:

"Mon coeur, oiseau du désert, a trouvé son ciel dans tes yeux.
Ils sont le berceau du matin, ils sont le royaume des étoiles.
Leur abîme engloutit mes chants.
Dans ce ciel immense et solitaire laisse-moi planer.
Laisse-moi fendre ses nuages et déployer mes ailes dans son soleil."

Rabindranâth Tagore, Le jardinier d’amour.