Thursday, July 08, 2010

***

Amarrei-me a ti por um cabo com cheiro a sargaço e maresia. Dei um nó cego.
Agora quero sair de ti e não consigo...

17 comments:

Apenas eu said...

vou guardar esta frase para mim. :)
lindo!
não há mais nada a dizer... apenas lindo!

beijos

Manuela Freitas said...

Gostei desta frase, tem muita força e determinação!
Tu não tinhas contacto com o blogue «Memória de Elefante»? Está encerrado, sabes de alguma coisa?
Beijinhos,
Manuela

Agulheta said...

Querida amiga.Que bem sabe sentir assim as palavras,a maresia e o sargaço,é um pouco como os sentimentos guardados.
Beijinho

G... said...

Conciso e perfeito. Porque tão pleno...
Adorei!
Beijo

Ana said...

Não fosse o nó tão forte e não terias palavras tão lindas para colocar aqui...

Beijinho, Maria.

bettips said...

Há as lutas fora e vêmo-nos em todos os braços.
Há as lutas dentro
que ninguém vê.
Tu consegues dar a dimensão da grandeza de ambas.
Bjs

Justine said...

Queres mesmo?
Beijo

Fernando Samuel said...

Quando nos prendemos assim... é assim...

Um beijo grande.

Cris Caetano said...

Lindo!

Beijos, Maria

Só Eu (Ricardo) said...

Quem se amarra assim só se liberta noutra amarra e eu penso (presunção a minha...) que tu não queres (permanece o cheiro a sargaços e maresias...tão bom!)
Beijinhos Maria
Ricardo

ausenda said...

Deixa-te ficar Maria!

Gostava de ter escrito isto!

Beijinho

Filoxera said...

Há nós que não se desfazem...
:-)
Um beijo.

Duarte said...

Se no amarrar existia cumplicidade, não desates... fica.

Abraços

quicas said...

Será que queres mesmo, Maria! Esse "cheiro a sargaço e maresia" permanece tão intenso que, parece-me, aperta mais ainda o "nó cego"!
Beijinho

Maria said...

Muito obrigada a todos por terem aqui passado.
Bom fim-de-semana e beijos.

Paula Barros said...

Ancorada no peito mar da emoção...atracada em versos, em belezas, em carinho profundo...arrebatando ondas espumas de amor.

beijo

mdsol said...

Laços fortes, esses das tuas palavras.