Monday, March 05, 2012

Há dias assim...



Não gosto dos dias assim. Húmidos e ácidos. Recolho-me em concha e espero que venhas. Sem pressas, já que o tempo é tanto.
Acendo a lareira e abro um vinho antigo. Como o amor que nos damos. Deixo-o respirar e sirvo-o em duas túlipas. Ao longe o mar.
Retomo a leitura do livro na página em que falas da vida. Talvez eu deva falar da morte. Da que sinto nos rostos de quem dorme na rua.
Não sei quanto tempo já passou desde que te espero. O vinho nos copos, a lareira crepita. Ao longe o mar, que me chama.
Sabes que não gosto dos dias assim. Ácidos e húmidos. Dispo-me de mim porque tu não vens. Abro a porta e saio. Vagueio sem tempo e sem norte. O mar chama-me e eu mergulho. E fico, no abraço imenso que me deste. Porque hoje, meu amor, o mar és tu...

14 comments:

Rogério Pereira said...

"O mar chama-me e eu mergulho. E fico, no abraço imenso que me deste"

Não trouxe um único adjectivo
comigo... :))

salvoconduto said...

Tens razão há mesmo dias assim, alguns logo ao nascer parecem noite cerrada. A ideia do tinto antigo até nem é má, às vezes salva o dia outras parece amargo, de outra colheita. Em todo o caso deixa que te pergunte, sobrou algum?

Abreijos

Luis Eme said...

lindo!

beijinhos Maria

trepadeira said...

Há dias assim,só que não o sei dizer assim.

Um abraço,
mário

Rosa dos Ventos said...

Também não gosto de dias assim, também gosto do mar...mas fico-me por aqui, incapaz de o dizer assim tão poeticamente sentido!

Abraço

Vítor Fernandes said...

Quando te vejo mergulhar nos dias assim tenho a certeza que na espuma das ondas saltam letras húmidas de uma doçura salgada. Mas não ácidas.

... said...

bebi cada uma das tuas palavras...
guardo-as muito bem em mim. para voltar a ler sempre que me der saudade, sempre que os dias estiverem assim...

beijos Maria

OUTONO said...

...já comentei em outros lugares, estas palavras deliciosas...

Beijo!

viajantes said...

é lindo Maria.
Obrigada.

Justine said...

Do amor, da espera, da vida, do engano da morte - que bem dizes tudo isso!

J. F. M. M. said...

oi
Sou um fotógrafo amador e publicado em blogs, as fotos do meu povo é:

http://zorita01.blogspot.com/

Comecei a refazer meu blog de fotos das minhas viagens em Espanha, espero que você visitá-la em:

http://hispania01.blogspot.com/

Espero começar a refazer minhas viagens na Itália, França e Marrocos.
Saudações da Espanha.

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram por aqui.
Os dias continuam assim. Conzentos e ácidos...

Beijos.

mfc said...

Um texto poético que nos preenche por inteiro e nos provoca um sorriso largo de muita ternura.
Beijos.

Cont(R)a Corrente said...

Gosto muito de prosa poética e também tento cultivar o género. Um abraço.

Jorge