Tuesday, August 21, 2007

A outra eu


Tens-me toda aqui e a tempo inteiro
E eu nem sei se te tenho ou se te vou tendo
E já nem sei se respiro e se vivo quando não estás

Queria não ser esta
E ser a outra eu...
... mas perdi a metade de mim...

74 comments:

O Sibarita said...

Dona Maria Soteropolitana, te tem é? Ah bom... kkk

Oh não... kkk Perdeu a metade nada!

Oi dona moça que o seu poema tá bonito prá zorra, isso, tá viu fia?

Depois que você bebeu água da fonte de Salvador heimmmmm... kkkk

bjs
O Sibarita

Belzebu said...

Ninguém perde a metade de si! É só uma questão de reencontro, de busca da tranquilidade!

O mar nunca nos nega essa tranquilidade!

Um abraço infernal!

Ludovicus Rex said...

Amiga...Eu também não sei...
Kiss

Sophiamar said...

Procura a outra metade. Encontrá-la-ás de novo.Sê persistente.
Beijinhos

Leticia Gabian said...

Ai, Maroca, que lindo!
E, ao mesmo tempo, que sofrido que é!
Quero muito te saber feliz, amiga. Mereces todos os sorrisos que a vida tiver pra dar.
Beijo grande.

alexandrecastro said...

a vida é sempre uma eterna "procura"...tb eu ando meio náufrago nesta imensa ilha de seu nome solidão. bjs e obg pela sua visita.

zambujal said...

Curioso, Maria.
A "blogosfera" tem diferentes "mundos", ou compartimentos. Os "blogosferas" (ou as feras dos blogs...) agrupam-se, formam circulos e circuitos.
Não sou deste - aliás, não sou de nenhum - mas sinto-me bem a visitar-vos.
Tu és uma "ponte" para outros lugares e sítios. Como o meu lugar e sítio de outros lugares e sítios que não só, e não muito, lugar e sítio da "blogosfera".
E gosto de te ir conhecendo (e aos teus amigos) e do teu tipo de escrita poética e... "solidária, inquieta, tolerante, transparente".
Disse.
Obrigado.

Maria P. said...

Belíssimo.
Sentido por mim.

Beijinho*

LB said...

Há uma metade ausente? Então, não se está completamente...

Beijinho

Papoila said...

Somos sempre a metade expectante na procura de nós mesmos...

Beijinhos
BF

Luis Eme said...

Não acredito que a tenhas perdido, quanto muito anda perdida, dentro de ti...

ap said...

.........

perdeste nada, é a outra metade de ti, que te faz escrever tão bem

:))

...........................

Beijo

António Melenas said...

Olá, Naria
Quem partilha nunca perde. Bonito e de bom gosto este pequeno poema.
______
Obrigado pelas tuas visitas e carinhosos comentários
Beijinhos

Dizeres de Andarilho said...

"Queria não ser esta
E ser a outra eu..."

Mário de Sa carneiro escreveu um dia
" Eu não sou eu nem sou o outro,
Sou qualquer coisa de intermédio:
Pilar da ponte de tédio
Que vai de mim para o Outro."

veritas said...

Sim, mas tens a felicidade de saber, de sentir o sabor e o tempero do verdadeiro amor...

Bjs. Passa um bom dia.

=^.^= Tarina =^.^= said...

Muito sentido!
Amei!

Um beijinho grande em ti!

=^.^=

albertokorda said...

Um pequeno texto interessante, mas com muitas interpretações, mas em todas elas um bom sentido.

Rosa dos Ventos said...

Se és assim pela metade imagino como serias se estivesses inteira! ;-))
Um abraço que te apanhe toda...

Manuelinho said...

E só quando perdemos metade de nós é que nos damos conta da incompletude..
Beijos

Teresa Duraes said...

li o comentário do Belzebu. Tem toda a razão, esse diabinho! Ninguém perde, pensa que sim, até ao reencontro.

Beijos

karvoeiro said...

zum zum...

Isabel said...

Deixa essa metade que dizes perdida, perder-se.Quando se sentirem perdidas uma sem a outra voltaram.
Eu sei que me perco às metades, aos pedaços, me desfaço em milésimas particulas até nem saber de mim, chego até a perder-me inteira, e tudo volta ao seu lugar porque a tua metade é sempre tua não é?

Um grande abraço.
Se vir a outra metade digo-lhe que lhe sentes a falta, embora ela o saiba.

Isabel

C Valente said...

bela foto,
Queria ser esta
E ser a outra eu.
Uma coisa de cada vez
saudações amigas

C Valente said...

tambem concordo. quando as coisas não correm bem , cada umpara seu lado
saudações amigas

Maria said...

o sibarita

Quem bebe água de Salvador fica com as duas metades coladas, é? kkkk

Beijo

Maria said...

belzebu

Então eu gostava muito de encontrar a outra metade de mim, nem que fosse no mar....
... que é a única coisa que me tranquiliza.

Abraço fresquinho

Maria said...

ludovicus rex

Pois não... se nem eu sei...

Beijo

Maria said...

sophiamar

Há tanto tempo que a procuro, tanto....

Beijinhos

Maria said...

leticia gabian

Não te preocupes, Amiga.
Eu estou bem...

Beijão enorme

Maria said...

alexandrecastro

Náufragos somos todos um pouco, por aqui...
Eu é que te agradeço a possibilidade que me deste de te descobrir.

Bjs

rui said...

Olá Maria

Por vezes sentimo-nos incompletos!
Acontece!

Grande abraço
Amiga

Maria said...

zambujal

Penso que, ao fim de um tempo, esta comunidade imensa de bloguistas vai naturalmente "afunilando" ou "alargando" visitas, e tem tudo a ver com identificações. Como nas relações humanas. Só que aqui não vemos as caras, só nos conhecemos através do que escrevemos ou gostamos de escrever...

Eu nem sei qual é o teu blog, porque me apareces a preto e não posso ir ao perfil... Mas gostava de te conhecer...
Da próxima vez que vieres aqui podias pôr o nome a azul, não era? hehehehe
Obrigada

Maria said...

maria p.

Eu bem te disse, há uns tempos, que tínhamos coisas em comum....

Beijinhos, Maria

Maria said...

lb

Pois não... é impossível...

Beijinhos

Maria said...

papoila

Gostava tanto de poder fazer essa afirmação...

Beijinhos

Maria said...

luis eme

Se eu fosse crente diria "deus nosso senhor te oiça".....

Maria said...

ap

Nisso tens razão... atrevo-me a perguntar-te se sentes o mesmo...

Beijinhos

Maria said...

antónio melenas

Nada que se possa comparar aos teus belos poemas de amor, que gosto tanto de ler...
Gosto de te ver aqui, sinal que estás mais animadito...

Beijinhos, Amigo

Maria said...

dizeres de andarilho

Mário de Sá Carneiro era ENORME!
Obrigada pela visita..

Maria said...

veritas

Nisso tens toda a razão. Sei, sim!

Beijo

Maria said...

tarina

Que bom..... gosto que tenhas gostado...

Beijinhos pra ti, querida

Maria said...

albertokorda

Sorri quando te li...
Obrigada...

Maria said...

rosa dos ventos

E viva a boa disposição!!!!
Há pouco sorri, agora gargalhei....

Um abraço enorme pra ti...

Maria said...

manuelinho

É que sentimos a falta que faz.... de verdade verdadeira...

Beijo

Maria said...

teresa duraes

Hoje sou eu que queria ter a tua certeza...

Beijos

E.Adriano said...

Dona Maria


A outra metade está onde quizer, basta sonhar.


È bom expremirmo-nos assim ...

Maria said...

karvoeiro

:)

Teresa Duraes said...

podes ter a minha certeza :) sou uma naba no que respeita ao amor mas garanto-te que é verdade!

(dei resposta ao teu comentário no Voando)

Maria said...

isabel

Obrigada pelas tuas palavra... souberam-me bem.
Também me desfaço às vezes, mas junto os cacos e colo-os. Esta metade é mais difícil...

Mas como tudo tem um tempo, um dia, quem sabe, vou reencontrá-la, sim...

Um abraço enorme pra ti...

Teresa Duraes said...

eu não sou a favor de regime algum :)

Maria said...

c valente

A foto foi tirada no Museu de Arte Moderna da Bahia....
E o que eu digo no post é
"Queria não ser esta
E ser a outra eu..."
tiráste-lhe o sentido...

Um abraço

Maria said...

c valente

Perfeitamente de acordo contigo neste comentário....

Um abraço

Maria said...

rui

Pois acontece. É bom termos consciência disso....

Um abraço, Amigo

Maria said...

e. adriano

É tão lindo o que disseste....
Obrigada....

Maria said...

teresa duraes

Quero acreditar que é uma fase menos boa que estás a passar...

Beijo
;)

Maria said...

teresa duraes

Pura Utopia..... não haver regime nenhum.......
Tu tomas partido todos os dias, em cada coisa que fazes.... em cada decisão que tomas....

:)

multiolhares said...

Quem somos de verdade, será que alguma vez saberemos...
ji

Ana said...

A outra metade... está aqui, nestas palavras balão.

Palavras balão = a palavras cheias de ti.

Anonymous said...

Procura que encontras. Olha bem para dentro de ti.

De vez em quando faço esse exercício. O pior é quando em vez da outra metade descubro mais "eus". Uma verdadeira multidão! Um quer outro não quer, um "eu" quer ir por aqui outro por ali. De vez em quando lá estão de acordo. Aí tenho paz :)


beijos sereia

Meg said...

Maria, passaste para o outro lado?
Ninguém perde nada, só se perde o que não faz falta. Mesmo.
Beijos

Carlos Ramos said...

Todos temos um buraco no coração, por vezes somente espera ser aberto.

Bjs.

Luís Galego said...

se ficou só uma metade, presumo que tenha ficado a melhor...belas palavras, grandes mistérios...

Maria said...

multiolhares

Eu quero acreditar que nós sabemos quem somos.....

Beijinhos, Luna

Maria said...

ana

Gostei da tua definição para palavras balão....

Beijo, Ana

Maria said...

anonymous

Imagino quando não estão de acordo.... deves ficar cansada...

Um beijinho grande, G

Maria said...

meg

Para esse outro lado? NÃO!!!!!
Talvez tenhas razão. Talvez esteja apenas adormecido....

Beijos

Maria said...

carlos ramos

Melhor mesmo é deixá-lo fechado..... mas de coração aberto....

Beijos

Maria said...

luís galego

Não sei se ficou a melhor...
... se calhar ficou a metade que tinha que ficar....

Ana Patudos said...

Lindo e triste ao mesmo tempo, mas profundo.
" queria não ser esta
e ser a outra eu...
... mas perdi a metade de mim"

Aqui me revi em algo,minha amiga...

beijos
Ana PAula

Fernanda e Poemas said...

Maria, lindo o teu poema.

Beijos,

Fany

Tiago said...

Tens-me, assim!
Meio com meio,
Folgo inteiro, vivo!
Em espaços, complementos de fazer-te por inteiro...

um beijo Maria

Maria said...

ana patudos

Um beijo pra ti, Ana Paula

Maria said...

fernanda e poema

Um beijo pra ti...

Maria said...

tiago

Meio com meio...
metade sem metade...

Um beijo, Tiago