Wednesday, February 11, 2009

Porque me apetece Joaquim Pessoa

BASTAVA

Bastava-nos amar. E não bastava
o mar. E o corpo? O corpo que se enleia?
O vento como um barco: a navegar
pelo mar. Por um rio ou por uma veia.

Bastava-nos ficar. E não bastava
o mar a querer doer em cada ideia.
Já não bastava olhar. Urgente: amar.
E ficar. E fazermos uma teia.

Respirar. Respirar até que o mar
pudesse ser amor em maré cheia.
E bastava. Bastava respirar

a tua pele molhada de sereia.
Bastava sim, encher o peito de ar.
Fazer amor contigo sobre a areia.


Joaquim Pessoa

45 comments:

salvoconduto said...

A mim já não mes basta, o ar que respiramos. Tóxico demais para o meu gosto. Só créditos, mal parados. Só ogres, empanturrados.

Abreijos

Joao P. said...

E apetece-te muito bem.

Ele tem uma força!

Respirar pois. Respirar

obrigado

Beijo

João

samuel said...

Grande Joaquim!

Abreijos

OnlyMe said...

Estive a ler alguns poemas teus em posts anteriores e gostei imenso. Escreves muito bem. Nem sempre consigo vir aqui e deixar um comentário, mas hoje não quis deixar de o fazer.
Qual Lya, qual Luft... lool
A sério, gostei muito e voltarei!
Jinhos :)

Fernando Santos (Chana) said...

Olá Maria, belo poema...Espectacular...
Beijos

Violeta said...

lindo poema que desconhecia. obrigada!

Ana said...

Absolutamente extraordinário!
Das coisas mais bonitas que li nos últimos tempos.

Obrigada por poder tê-lo feito aqui.

Beijinho

andorinha said...

Por vezes basta tão pouco. Apenas amar.

Um poema belíssimo. Obrigada por o trazeres aqui.
Um beijo.

Delfim Peixoto said...

Bastava... simplesmente olhar o teu olhar...
Bastava apenas pegar na tua mão
e deixar-me por ti guiar...
Bastava que me levasses ao mar
E como ele ama a areia, me deixasses te amar...


Até já........................!!!!

PreDatado said...

Quando nos apetece Joaquim Pessoa é porque estamos bem, obrigado.

Betty Branco Martins said...

._____________olá Maria




"Possuir o fogo ruivo sob a própria casa
numa chama de flechas ao redor".

(J.Pessoa)


excelente escolha

_________///











beijO_____ternO

Goldfinger said...

Bom gosto Maria. E diz tanto este poema de Joaquim Pessoa...

Continuação de boa semana, um abraço e um beijinho.

Menina_marota said...

E apeteceu-te muito BEM!!!

Joaquim Pessoa um dos meus poetas preferidos.

Grata pela partilha e pelo poema que conheço mas foi bom reler aqui.

Beijinho e continuação de boa semana ;))

do Zambujal said...

Tu e os teus (excelentes) apetites!

Beijos

utopia das palavras said...

Sim... apetece
e
é urgente... urgente
...amar...!



Beijos

Teresa Durães said...

também gosto!

MPereira said...
This comment has been removed by the author.
Tó-Zé said...

Ainda bem que te apeteceu porque eu gostei muito de ler :D

beijinho

Eduardo Aleixo said...

É um pooema muito lindo!
Beijo.
Eduardo

Maria P. said...

Que maravilha!...

:)Beijinho, Maria*

Pico minha ilha said...

Maravilha!
Ai o mar meu e também um pouco teu.Beijo Maria

O Profeta said...

BAstou-me para dar luz à tarde...


Doce beijo

O Profeta said...

BAstou-me para dar luz à tarde...


Doce beijo

isabel mendes ferreira said...

:))))))))))))um amigo!


que prazer vê.lo aqui.



beijo.

Nilson Barcelli said...

Acho que percebi por que te apetecia...
A mim também... não o poeta, mas algo do que ele fala...
Bela escolha, tens bom gosto.
Beijo.

Fernando Samuel said...

Olha!, também me apeteceu...


Um beijo grande.

Vieira Calado said...

Obrigado pela partilha.

Beijinho.

Rosa dos Ventos said...

Pois bastava...
E basta que tivesses partilhado este belo poema connosco!

Abraço

Justine said...

Gosto sempre muito de ler JP. Trá-lo de vez em quando, está bem??

bettips said...

"E fazermos uma teia."
...bem sabes lembrar os poetas!
Bj

Leticia Gabian said...

Lindo, Maroca!
Gostava de conhecer mais dele.
Beijo enorme, amiga-irmã

António de Ramalho Rijo said...

Passei por aqui e apeteceu dizer
Belo blog

Saudações

Artur Gonçalves Dias said...

Basta contemplar...

Ludo Rex said...

Amar, amar, amar...

Cris Caetano said...

Amar basta! :) Lindo!

Beijinhos

as velas ardem ate ao fim said...

Que apetite tão bom!

um bjo

Apenas eu said...

Excelente escolha (como sempre)!

Bastava-me a mim olhar-te
saber que eras Tu
Aquele
o Tal
Que eu ia buscar ao sonho
de mãos dadas na praia
no mar
sempre junto em tudo e em qualquer lugar

Beijos Maria
Ler o que aqui postas inspira-me sempre.

A_T

heretico said...

bastava, claro...
gosto muito do "lirismo" do Joaquim Pessoa.

beijos

Filoxera said...

Respirar e fazer amor: essenciais.
Belo poema.
Beijos.

mfc said...

O desejo lindamente sonhado pelo Joaquim Pessoa.

Maria said...

Obrigada por terem passado aqui
Beijos a todos

BlueVelvet said...

Gosto muito de Joaquim Pessoa.
E este poema é muito especial para mim.
Beijinhos

fjorge said...

obrigada pela partilha!
é sempre apetecivel re-ler os bons poemas...e com o Mar sempre presente...para não falar do Amor!
;)
beijos meus para ti Maria

pin gente said...

muito bonito!
mais que isso.

abraço

marialascas said...

O encontro com o seu blog foi o milagre do dia de hoje.Já não não necessito de mais nada. Sophia, o mar, Joaquim Pessoa, o Zeca...
Senti-me próxima.
Obrigada