Thursday, August 06, 2009

Para que nunca mais!


Rosa de Hiroshima

Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas

Mas oh não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária

A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica

Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada


(Vinicius de Moraes)
(foto da net)



(post pré-programado)

25 comments:

anamar said...

Viva Maria!
Bom reler o que deixas.
Bom relembrar Vinicius...
Vou aparecendo, as não muito..
Beijinho
:))

Cris Caetano said...

Adoro essa música. Acho bonitinho deixares escrito que foi pré-programado por não estares nos visitando. :)

Beijinhos e continuação de bom trabalho.

Me confesso curiosa com as tuas andanças por aí. :)

samuel said...

Que nunca mais!
(É o que, se lá chegarmos, postarei à tarde)

Abreijo

amigona avó e a neta princesa said...

Estou aqui...quietinha...Beijos amiga...

Rosa dos Ventos said...

Nunca se poderá esquecer!

Abraço

Justine said...

Para que nunca mais! Acompanho-te,de longe...

Sunshine said...

Será que os homens aprendem com os erros cometidos por outros no passado? Ou apenas aprendem com os seus erros?
Espero que tenham aprendido e que este nunca mais!
beijinhos com raios de sol

mfc said...

um poema escolhido a dedo....
É preciso não esquecer.

Fernando Samuel said...

Lutemos, lutemos muito e sempre para que nunca mais...

Um beijo grande.

Sérgio Ribeiro said...

Obrigado, Maria.
Já o ano passado te agradeci a lembrança... que não pode ser esquecida.

Beijos

Tite said...

Hiroshima...
Nunca Mais!!!!

Maria P. said...

Não se deve esquecer!

Beijinho, minha Maria...com saudades de te sentir perto:)

Filoxera said...

Há datas difíceis...
:-(

pico minha ilha said...

Gostei de Vinicius de Moraes e desta rosa.Tevejo por aí.Um beijo Maria

Carlos Albuquerque said...

Olá Maria!
Que belo blogue o seu. Lamento só hoje ter cá chegado. Por link vou segui-lo com amizade. Também recordei Hiroshima e Nagasaki no meu.
Um abraço!

Baila sem peso said...

Sem dúvida nunca esquecer!!
Só que para falar verdade
acho que bichinho Homem
tem memória curta
e a esta realidade
se junta tanta outra culpa!!!
Vamos ver se para nosso descanso
Lhe possamos (algum dia!)dar desculpa

Um beijo e bom fim de semana
(a minha dança foi improviso, mas animar o coração é preciso!:))

Violeta said...

gosto muito: poema e música.
bj

Maria P. said...

Bom fim-de-semana!:)

Beijinho, minha Maria*

Akhen said...

Para além de toda a brutalidade do gesto do governo americano, quando já tinham nas mãos, há mais ou menos seis meses, o acordo de rendição dos japoneses que apenas queriam a preservação do seu imperador; há outro facto que é tão brutal quanto o lançar da bomba.
Como se pode dar o nome ao avião que vai levar a morte, "Enola Gay", para homenagear a mãe, que é quem nos dá a vida.

Arabica said...

Eu gostava que os homens tivesssem uma resposta pré programada para saberem dizer não à guerra, ainda a tempo da paz.

Que nunca mais.


Um abraço, Maria.

antónio paiva said...

...

sim! para que nunca mais!

beijo.

Agulheta said...

Olá Maria.Vim espreitar embora com pouco tempo,cheguei a pouco, mas vejo que lembras-te algo que jamais pode ser esquecido perante os tempos.
Bom fim semana e beijinho.

elvira carvalho said...

Uma data que envergonha a humanidade.
E como Vinicius soube escrever os sentimentos que nos assolam.
Um abraço

Ana Patudos said...

Maria como me lembro de Ney Matogosso a cantar este poema tão cheio de emoções...
Até ao fim... lutaremos.
Fica bem
Ana Paula

Parapeito said...

...Para que Nunca se Esqueça.
Um abraço******