Wednesday, August 19, 2009

Recordando Federico Garcia Lorca


Verde que te quiero verde, ¡ay!
verde que te quiero verde.

Los toros se han revelado,
la impotencia llora y llama,
y desde un río de sangre
hay una voz que reclama, ¡ay!
hay una voz que reclama
la importancia de un amigo,
poeta de cien mil lunas,
garganta dura y hombruna,
gitano de profesión, ¡ay!
por quien hoy rompo yo la voz.

Verde que te quiero verde, ¡ay!
verde que te quiero verde.

Se te escapó la mañana
por detrás de la alcazaba,
caminando ya sin prisas,
amaestrando sonrisas, ¡ay!
amaestrando sonrisas;
y se tiñeron los campos
verdes de la primavera
cuando la nación entera
cabalgó sobre tu llanto ¡ay!
Tú poeta, y ellos tantos...

Verde que te quiero verde, ¡ay!
verde que te quiero verde.

Hoy el verso me reclama
una luz y una llamada,
un canto de cuerpo y alma
como el que el tuyo cantaba, ¡ay!
como el que el tuyo cantaba.

Y el pueblo llora la calma,
y canta porque se ahorca,
y hace tu muerte inmortal
cada vez que alguien te nombra
Federico García Lorca.


(a Federico Garcia Lorca, que partiu há 73 anos)

20 comments:

mfc said...

Uma força ímpar!
Foi bom recordá-lo.

Mar Arável said...

Até aos verdes da Atalaia

mariam said...

Maria,

..gostei de ouvir :)

um sorriso :)
mariam

Agulheta said...

Maria. Gostei de ouvir e ler,Garcia Lorca: deves andar em azafama,mas "vale a pena quando a alma não é pequena" assim dizia o poeta.
Beijinho fica bem

Fernando Samuel said...

LINDO!

Um beijo grande.

A.S. said...

Maria...

Ouvi este belo poema de Lorca na passada 5ª Feira, no Recital da Asun Estevez em Bonjóia!!!


Beijos...

Cris Caetano said...

Adorei! :) Obrigada.

Beijinhos

salvoconduto said...

Assassinado com um tiro na nuca...

Abreijos.

Carminda Pinho said...

E recorda-lo muito bem.
Beijos, Maria.

Era uma vez um Girassol said...

Belissimo!
Vim deixar-te um beijinho!

GR said...

Muito bonito!

Um grande bj,

GR

Rosa dos Ventos said...

Em Granada, a não esquecer!

Abraço

mie said...

Poderoso Lorca!

Um beijinho enorme

maria

ilha dos amores.

Sérgio Ribeiro said...

Lembrado. Como merece. E muito bem lembrado por ti. Obrigado.

Beijo

Violeta said...

Um grande poeta.
Obrigada!

elvira carvalho said...

Que bom encontra aqui Um poeta que sempre me apaixonou.
Um abraço e tudo de bom

J.S. Teixeira said...

Morreu pelas mãos dos fascistas, viverá para sempre no coração dos que respiram liberdade.

Samuel Cruz, candidato à Câmara pelo PS no Seixal, continua a sua demanda de victimização. Vejam porque no blogue O Flamingo

Papoila said...

Recordando

Beijo
BF

Anonymous said...

E estávamos a pensar "no verde que te quiero verde"...ao mesmo tempo, celebrando a vida além da morte física.
Celebrando causas.
Bjinho da Bettips

Nini said...

Tb sou do Sporting