Sunday, January 03, 2010

A fuga de Peniche foi há 50 anos!


Sessão comemorativa do 50º aniversário da fuga de Peniche, que restituiu à liberdade Álvaro Cunhal e outros destacados dirigentes comunistas, pelas 15h30, no Auditório Cultural da Câmara Municipal de Peniche, em Peniche.
A Sessão será precedida de uma visita guiada sobre a fuga no Forte de Peniche.



Mais informação aqui, aqui e aqui.

Até já, para quem lá for...

24 comments:

samuel said...

Desta vez acompanho... daqui.
Que seja um grande dia!

Abreijos.

Nilson Barcelli said...

Uma fuga histórica.
Querida amiga, ainda que um pouco tarde, não poderia deixar de passar por aqui para te desejar um excelente 2010.
Beijos.

salvoconduto said...

Ainda hoje li umas prosas a quererem também reescrever esse acontecimento.

Abreijos.

BlueVelvet said...

Deve ser bem interessante assistir.
Sei que estás lá. De certeza.
Beijinhos

tulipa said...

É inevitável! Com a entrada do novo ano, no mundo inteiro, milhares de pessoas desfiam um rol de bons propósitos. Algumas dessas intenções não passam do 1º mês do novo ano, caem no esquecimento. Por isso decidi que não faço promessas disto nem daquilo.

Hoje os meus votos para todo o ano vão em forma de IDEOGRAMAS.
São muitos os símbolos e os significados associados aos ideogramas. Cada traço do desenho imprime uma força mágica, duradoura e com a riqueza de uma escrita antiga e cheia de tradição e respeito.
Os ideogramas têm muita força e poder.
Deste modo os meus votos de
Saúde,
Coragem,
Amor
e Amizade para 2010.

anamar said...

Como gostaria de estar...
Ainda não conheço o Museu.
Conta algo depois, maria.
Abracinho

Teresa Durães said...

Um marco de um grande homem que foi Alvaro Cunhal, gostasse-se ou não da sua visão política

Justine said...

É preciso não esquecer!
Abraços

Carlos Albuquerque said...

Nunca é demais lembrar!
Não há machado que corte a raiz ao pensamento!
Por mais de uma vez estive no Forte de Peniche e visitei o Museu, acompanhando como me foi possível o percurso da fuga de Álvaro Cunhal, e a vivência dolorosa de quantos a ditadura lá encarcerou.
Um abraço

Silvana Nunes .'. said...

Salve o NOVO ANO !
Que ele seja de PAZ e de muita Saúde. E que estejamos juntos por mais um ano.
assim Seja !
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... começa o ano contando um

pouco sobre esse espetáculo maravilhoso que é a FLOLIA DE REIS ou REISADO, comemorado no dia 6 de janeiro. Aqui eu também coloco as famosas simpatias das Romã, muito utilizada no dia 6 de janeiro para atrair dinheiro.

Para quem curte uma simpatia, vale a pena fazer.Venha conferir.
E para quem não conhece o meu espaço, convido a dar uma chegadinha até lá para conhecer o meu espaço de histórias, o link está logo abaixo.
Que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010.
Saudações Florestais !
http://www.silnunesprof.blogspot.com

Papoila said...

Recordar quem ficou sem liberdade por lutar por ela.

Um bom ano para ti Maria
Um Beijo

BF

Mel de Carvalho said...

Maria,

importa lembrar, SEMPRE! A fuga e a luta. E os que para haver HOJE , lutaram ontem...

Beijo da Mel

Fernando Santos (Chana) said...

Olá Maria, belo posts de recordação do grande Homem que foi Alvaro Cunhal....
Beijos

Fernando Samuel said...

Não fui lá... mas tive pena...

Um beijo grande.

Maria said...

Fernando Samuel

Acabo de chegar de Peniche. Podes imaginar como foi emoção pura à flor da pele a cada momento. Cruzei-me com muitos jovens que estavam lá. Foi muito bom sabê-los e sentir tudo o que hoje sentimos!

Um beijo grande

Patudos do Paúl said...

Amiga Maria
Aqui de Alpiarça também estiveram alguns presos políticos aí em Peniche, entre eles o Sr. Leocádio do Vale que já falei sobre ele no meu Paúl
bjos
Feliz 2010 minha amiga
Ana Paula

Joao P. said...

Maria:

Quando vi a reprtagem na TV imaginei que estivesses por lá...

Procurei-te no meio daquela gente... (mesmo sem te conhecer)

Agora, ao ler o teu blogue, arrependo-me de não ter vindo aqui ontem à noite

Já fui a Peniche duas ou três vezes, mas hoje queria lá ter estado. Fazia muito sentido

Beijo

João

Licínia Quitério said...

É preciso preservar a memória.
Abraço.

Agulheta said...

Maria. Em 2007 visitei o forte de Peniche,e parece que estava a ver um filme diante de mim,um calafrio se aproximou de mim,vi nomes em cartas e até de uma pessoa que conheci,como podiam fazer disto a seres humanos...e ainda alguns duvidam?Que a memória sempre prevaleça fiel.
Beijinho Lisa

clic said...

Um cravo vermelho, hoje, como sempre! :)

Oliva verde said...

Para que nunca se esqueça!
Para que a memória daqueles que conquistaram a nossa liberdade se mantenha viva!
Um abraço

Lúcia said...

Ainda há pouco escrevi oq ue aqui te digo: as celas do Forte de Peniche inspiram-me um silêncio profundo. Em memória.

Beijinhos, Maria

bettips said...

Maria-lembrança-sempre: como quereria ter estado lá, a sentir o arrepio de "nunca mais".
Aproveito para te informar se o não sabes já: exposição de Alberto Korda na Cordoaria Nacional, Lx: imperdível. O mesmo calafrio de orgulho e silêncio e medo e esperança.
(as árvores e um coração, a luz, os meus desejos para os meus afectos, são na Curia)
Beijo da bettips

heretico said...

importa lembrar. sempre!

... porque o fascismo existiu.

beijo