Tuesday, January 19, 2010

Recordando Elis Regina



Para quem quer se soltar invento o cais
Invento mais que a solidão me dá
Invento lua nova a clarear
Invento o amor e sei a dor de me lançar
Eu queria ser feliz
Invento o mar
Invento em mim o sonhador
Para quem quer me seguir eu quero mais
Tenho o caminho do que sempre quis
E um saveiro pronto pra partir
Invento o cais
E sei a vez de me lançar

(Milton Nascimento)
(17.Março.1945 - 19.Janeiro.1982)

24 comments:

Nilson Barcelli said...

Inesquecível.
Música, letra, interpretação...
Querida amiga, excelente escolha.
Boa semana, beijos.

vovó said...

vi-a a cantar este tema ao vivo! bem pertp de mim...
um assombro!

beijocassssss
vovó Maria

samuel said...

Gosto muito de algumas músicas do Milton... na condição de que sejam cantadas por outras vozes (manias!...).
Então se for a Elis!...

Abreijo.

Sérgio Ribeiro said...

Que boa lembrança! E que triste... por se ter ido embotão cedo.

Beijos

Memória de Elefante said...

Maria!
Adoro a letra desta canção.Viajo quando a escuto ...
Até já postei ,só que com a Simone e o Milton(vídeo antigo).


Um beijo

Chris said...

Um pilar emblemático da Elis...
Um abraço
Chris

Florentino said...

é bom estar aqui com tigo
lindo texto

Era uma vez um Girassol said...

De volta ao cantinho português, com pena de deixar a netinha...até para o ano...
O tempo passou devagar, muito bem saboreado.
Agora começa a canseira, principalmente do corpo!!!
Recordar Elis é sempre nostálgico.
Porque queríamos tê-la muito mais tempo a cantar para nós.
Beijinhos da flor

clic said...

Também, também... :)

Leticia Gabian said...

Êita, Maroca... Recordando uma época inteira!!!!

Beijo grande, AICeT

Fernando Samuel said...

Esta Elis não me sai da memória...

Um beijo grande.

as velas ardem ate ao fim said...

que bom recordar Elis!

um bjo M

Agulheta said...

Maria.Que belo dueto poesia e a bela voz de Elis,nem a filha consegue penso eu a semelhança,e gostei de recordar.
Beijinho fica bem Lisa

Violeta said...

Recordar Elis, é sempre uma bênção.

Apenas eu said...

Boa escolha Maria. :)
Conheço algumas músicas de Elis Regina, todas muito profundas.
esta é particularmente linda.

beijos muitos

ausenda said...

A letra desta musica é como pele que me cobre!

Beijo

mariam said...

Maria,

tão bom, de ouvir :)
obrigada.

olha, no Sábado fui com amigos à T.Trov., mas não deu p´ra assistir..estava a sala lotada!

beijinhos, boa semana
um sorriso :)
mariam

Manuela Freitas said...

Olá Maria,
Poesia de Torga, do Ary, do Milton...Elis...Faz muito bem vir à ilha, respirar estes bons ares da ilha...coisas preciosas, que fazem bem ao espírito!...
BEM_HAJAS...
Porque não nos tratamos po tu?
Beijinhos, eu volto sempre
Manuela

Serenidade said...

Obrigada pelos votos, que são retribuidos, de coração imenso de amor fraterno.

Obrigada pela belíssima Elis, que nos deixas.

Serenos sorrisos

bettips said...

O trem da vida
que a levou tão cedo
"Não posso ficar, não posso ficar
nem mais um minuto com você
sinto muito, amor, mas não pode ser..."

(sabia que ias perceber, dos sótãos da memória, das "raças humanas" e da raça dos que nos ensinavam!)
Bjs

Baila sem peso said...

"...sou caipira pira nossa"...
menina linda que se foi embora
encantou corações e fundou trens
nas vidas de muitos, "aqui e aléms"

e obrigada por todos esses alguéns

beijinhos sem poréns :)

Joao P. said...

Maria:

Mas isto é liiiiindo!!

Eu já conhecia a música e ouço-a muitas vezes na voz do Milton.

Acreditas que nunca tinha lido a letra assim, em papel?

Mas é, FABULOSA! Nunca a tinha saboreado assim

Obrigado!

Claro que te vou roubar o post! nem outra coisa seria de esprar,
LOL

Beijo

João

paula barros said...

Muito bonita a canção.

"Invento em mim o sonhador" E sonharei...

beijo

Cris Caetano said...

"Para quem quer me seguir eu quero mais..." Isso pra mim é perfeito!

Elis, além de ser uma intérprete magnífica, sabia escolher bem as músicas para gravar. Gosto demais dela. Obrigada, Maria.

Beijinhos