Wednesday, April 21, 2010

Música de Abril IV



Cantar de emigração

Este parte, aquele parte
E todos, todos se vão
Galiza ficas sem homens
Que possam cortar teu pão

Tens em troca órfãos e órfãs
tens campos de solidão
tens mães que não têm filhos
filhos que não têm pai

Coração que tens e sofres
longas ausências mortais
viúvas de vivos mortos
que ninguém consolará

Este parte, aquele parte
E todos, todos se vão
Galiza ficas sem homens
Que possam cortar teu pão

17 comments:

salvoconduto said...

Também hoje este parte e aquele parte. Volta a velha necessidade de emigrar, os números não param de crescer.

Abreijos.

Maria Clarinda said...

Adorei voltar, adorei ver estes videos e ler-te. Jhs muitos

viajantes said...

gostei mesmo.
ainda tenho o vinil.
beijinho

Rosa dos Ventos said...

E há que voltar a partir, infelizmente! :-((

Abraço

Rosa dos Ventos said...

As tuas músicas de Abril estão a ser muito bem escolhidas!

Abraço

Manuela Freitas said...

Querida Maria,
Esta é excelente, mas todas são excelentes!...Tem me feito bem, ouvir estas músicas e andar a cantarolar...
Beijinhos,
Manuela

A.S. said...

Querida Maria,

Levaste-m à emoção com este poema do meu amigo Adriano!

Beijossss
AL

Memória de Elefante said...

Uma cançaõ intensa de posicionamento político em que sentimos a dor da partida deixando tantos "peitos" partidos.

Lindo!
Um beijo

Agulheta said...

Maria.
Música mais intensa e jamais esquecida! Hoje em dia tão actual e cada vez mais,sabes que tenho o disco,são presentes deixados pelo Pai,onde a palavra amigo e companheiro,era sempre presente.
Beijinho e obrigada pela partilha.
Lisa

Fernando Samuel said...

O que para aqui vai de Abril!...

Um beijo grande.

clic said...

Que mais posso dizer?
Que escolhes sempre muito bem? :)

heretico said...

Adriano, SEMPRE!...

beijo

Ana said...

Afinal estamos de volta ao Cantar de Emigração.
Infelizmente.

Ao menos a canção é lindíssima.
Já não a ouvia há algum tempo pelo que tenho a agradecer poder tê-lo feito aqui.

Beijinho, Maria.

samuel said...

Esta festa promete! :-)))

Abreijo.

quicas said...

Pena que, trinta e poucos anos volvidos, continue a ser necessário, para tantos, "partir"!... É preciso fazer ABRIL!
Beijo

GR said...

Adoro o Adriano.
Adriano, 1975, Abril, tantas memórias.

Bjs,

GR

Joao P. said...

Maria:

Só um pequeno parentisis para te dizer que estou a ver as "vozes de Abril" na TV e te "invejo" por teres lá estado

Bom 25 de Abril

beijo

João