Tuesday, April 13, 2010

Rente ao coração


Rente ao coração entardeço-me
embalada pelas tuas palavras
que não oiço, mas sei que dizes
No teu peito explodo-me
de pele desfeita todas as noites
com a certeza de que havemos
de nos amar outra vez, um dia...

32 comments:

margusta said...

Tão LINDO Maria!...
Bom sentires essa certeza.

Um beijo meu,
Margusta

Cris Caetano said...

Lindo... nem sei o que dizer mais. Obrigada por escreveres assim.

Beijinhos, Maria.

Sal said...

muito, muito bonito.
saudades

salvoconduto said...

Também eu me embalo nas tuas, que também não ouço, mas que leio.

Abreijos.

Alien8 said...

É uma certeza grande como o pôr-do-sol. Ou o nascer.

Memória de Elefante said...

Este amor que armou incêndios em teu peito na penumbra da noite mesmo estando ausente, virá...



Um beijo

Pitanga Doce said...

Ah Maria! As palavras que não ouvimos mas sabemos que são ditas! Será o amor em desespero a nos chamar? Nós sabemos esperar. "Ele" não.

bom dia Maria

Ava said...

Que singela homenagem ao amor. Belo e sentido como só tu consegues dar a este sentimento.

Um beijo cheio de esperança, Ava.

PS: Querida Maria, mudei de casa. Tenho agora um espaço novo para onde me mudei e ao qual terei muito prazer em receber-te...

http://ava-odiariodemaria.blogspot.com/

Justine said...

Pungente, Maria. E muito belo!

Rosa dos Ventos said...

Este pôr-do-sol é uma explosão de luz que ilumina a escuridão de muitos dias!

Abraço

viajantes said...

É lindo... de apertar o coração.
Doce int(c)enso.
Beijinho.

Luis F said...

Excelentes palavras enquadradas em bela fotografia.

Um momento para sentir e embalar.

Gostei muito amiga

Bjs
Luis

Tite said...

Palavras repletas de amor e esperança.

Beijossss

Baila sem peso said...

Que entardecer tão suave
embalado pela pele do teu desejo
um dia...não dirás um dia
e o coração será noite de eterno cortejo

fica meu beijo

Fernando Samuel said...

Dessas certezas são feitos os sonhos...

Um beijo grande.

Serenidade said...

O amor, ai o Amor, sempre inspirador para que ocorra a conjugação das letras em belas palavras e para motivar a andar para a frente, mesmo que por vezes se pense que estamos a andar para trás.

Foi lindo, maravilhoso conhece-la, Maria.

Um beijinho grande e sereno

fj said...

lindas!! a foto e estas tuas palavras.
um beijo, para ti Maria

João Videira Santos said...

...E enquanto esse momento não se concretiza, os pensamentos voam na ansiedade, poisam na singeleza das palavras que o coração dita...

(Agradeço a visita ao meu blog e esclareço que o poema que editei sobre Luiz Pacheco é de minha autoria e não dele.)

Filoxera said...

Reescreves o amor com mestria. E ainda o ilustras com uma imagem que, além de quente, eu adoro.
Beijos, Maria!

paula barros said...

Que assim seja...amar de novo, amar, amar...

A beleza da foto com as palavras é fantástica.

beijo

Ana said...

Essa certeza é o único que interessa! Dizê-la assim, no embalo das palavras, poucos o conseguem!

Foi bom voltar, para te voltar a ler, Maria !
Um beijinho graaande.

Agulheta said...

Maria. Belas e magnifícas as palavras de amor grande.
Beijinho Lisa

Maria P. said...

Um dia...

Fotografia bonita!:)

Beijinho, minha Maria*

joão marinheiro said...

Sempre a certeza de um dia...
Abraço de primavera

Joao P. said...

Maria:

Essas Intuições e essas certezas tão próprias de um 5º sentido...

Tomara eu tê-las

beijo

João

Pitanga Doce said...

Ouvi dizer que a chuva voltou. Não fui eu quem a mandou.

Boa noite Maria (acertei?)

clic said...

Com certeza!... :)

A.S. said...

És o sol incandescente
incendiando o poente!
És onda indefinida
entre o mar e o vento dividida!
És bruma que surge com fulgor
num amanhecer de desejo e de amor!


Um beijo, Maria!
AL

Manuela Freitas said...

Olá querida Maria,
Que esse dia chegue breve...são tão sentidas e ardentes as tuas palavras!...
No meu blogue A LUTA CONTINUA...
beijinhos, passa bem,
Manuela

Duarte said...

Sempre, Maria.
Quando o verso se expressa assim, é tal a foça que esgrime, que tudo consegue, nele vai a força do amar.

Abraços de vida

bettips said...

Bem sei que as coisas,
e as do coração, tuas,
são etéreas
nunca coisas de tocar: só de sentir.
Bjinho

Maria said...

Muito obrigada por terem passado por aqui.

Beijos a todos.