Saturday, August 21, 2010

Música para o fim-de-semana



Eran tres

Eran tres, eran tres, eran tres...
eran tres con palomas en las manos...
eran tres y los tres eran hermanos
de la luz, del amor y del saber.

Eran tres y se fueron los tres...
El primero detrás de algunos versos,
el segundo a pintar el universo
y tercero en mitad de su niñez...

Pablo gorrión, Pablo poeta y marinero,
Pablo arlequín, Pablo pintor, Pablo torero,
Pablo y ""el cant dels ocells"", Pablo maestro,
Pablos de todos, Pablos de nadie... Pablos nuestros.

Eran tres, eran tres, eran tres...
Tres senderos, tres huellas, tres caminos,
tres Quijotes venciendo a los molinos
con un cello, un poema y un pincel.

Eran tres y se fueron los tres....
nos quedamos sin Pablos en el mundo
y lo bello, sin ellos, moribundo...
¡qué va a ser de nosotros... qué va a ser!



daqui

12 comments:

Ana said...

Eram três ... e , quando se foram, todos nós ficámos mais pobres!
Um beijo, Maria, e bom fim de semana *

Fernando Samuel said...

Bela homenagem aos nossos três PABLOS...


Um beijo grande.

Justine said...

"...nos quedamos sin Pablos en el mundo..." - que triste, que belo!

Que o sono já te tenha batido à porta:)))

Manuela Freitas said...

Não conheço muito bem o cantor e a canção é completamente desconhecida para mim. Gostei muito.
Beijinhos,
Manuela

Memória de Elefante said...

Maria!

Que bela homenagem aos tres Pablos!

Não conhecia este vídeo!
Adorei!
Um beijo e ótimo final de sábado e domingo!

Maria P. said...

Fantástico!
:)
Bom fim-de-semana, beijinho minha Maria*

Carmo said...

Excelente homenagem!
Boa semana.

smvasconcelos said...

Tão bonito!:)
beijo,

Maria said...

Obrigada a todos que por aqui passaram.
Boa semana e beijos.

Rosa dos Ventos said...

Há que séculos que não ouvia Alberto Cortez!
E logo numa canção linda que desconhecia...

Abraço

Ana Oliveira said...

Obrigada pela partilha.

É sempre bom encontrar coisas novas para aprender e gostar.

Uma bela homenagem a três grandes Homens.

Bjs

Duarte said...

Sempre admirei a este grande homem, até o é quanto a corpulência, mas tudo pelo bem que canta, diria que interpreta y pelo sentido de humor e ironia .
Esteve na homenagem que fizeram ao meu cunhado e, como sempre, fez-nos vibrar...

Beijinhos