Monday, February 27, 2012

Escreve-me um poema



Escreve-me um poema. Um poema que fale de flores e de mar, de crianças e jardins, de rochas e de espuma, de canções e de rios. Solta as palavras que a tua voz não diz.
Escreve-as, na forma de um poema. Fala das aves e das montanhas, do silêncio e do azul do céu, das árvores e do grito, da água e da fonte. Mas solta as palavras que a tua voz não diz.
Escreve-me um poema. Fala-me do cheiro a terra molhada, do barulho da onda a rebentar, do choro de uma criança a nascer, da ternura do abraço, do olhar quente e doce, do beijo com sabor a mel e sal...
Solta as palavras que teimas calar e escreve-me um poema...

12 comments:

João P. said...

Lindo Maria!

Lindo

beijo

João

OUTONO said...

...quero escrever-te um poema e, apenas respiro o som das palavras que não digo, porque nem escrever consigo.
Falar-te de mares...de azuis ...de olhos...de abraços e quereres é um sonho que me tolhe a vontade de lançar no papel rios de verbos, porque só escreverei no idílio do horizonte a única plavra que me ensinaste...quando nasci depois do tormento do sonho e parti...para o teu abraço.
Nesse momento, ceguei-me de mais ventos e apenas acordo para soletrar o areal imenso, que me envolve e aconchega.
Não...não escrevas o que te vai na alma...eu adivinho-o...sinto-o e, nada posso fazer, porque moro longe do teu verbo e da tua respiração...mas sempre que posso, mostro o velho passaporte , passo a fronteira do silêncio e atiro gritos aos adamastores...para abrirem o caminho da esperança e deixarem passar o teu querer.
Acredita, sonha, regressa à tua meninice e vai até ao bosque dos segredos...relê o poema que te deixei debaixo do pinheiro amigo...vês como te adivinho...
Beijo.

... said...

tu nem sabes... o quanto eu ia amar escrever-Te um poema, com as palavras que a minha voz não diz...

beijos Maria
A_T

trepadeira said...

Deixo-te um poema escrito com o olhar.

Um abraço,
mário

Mar Arável said...

Eu bem tento Maria

Bj

mfc said...

E quem não quer um poema?!
E quem não quer sorrir?!

Agulheta said...

Lindo Maria a nudez das palavras com que escreves tanta maravilha junta que gostaria de escrever em qualquer hora e momento,num choro de criança o abraço,o sol e o mar.
Beijinho

viajantes said...

é lindo, Maria. E tão doce...
beijinho.

Justine said...

Ah se eu soubesse, Maria, fazia-te a vontade...mas sei que não seria o poema que esperas!

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui.

Beijos a todos.

Paula Barros said...

Hoje li os comentários primeiros e gostei como tocou cada um que veio aqui.
Adorei o que escreveu Outono. As palavras dele tem a beleza de cada uma das estações.

E você, escreveu um belo texto poético. E agora é esperar não que o outro escreva um poema, agora é convidar para que se viva este belo texto.


beijo

heretico said...

com um poema a brilhar nos olhos.

beijo