Wednesday, February 15, 2012

Solto...


Pudesse eu ser do outro lado a voz que te chama
ou noite ou vento ou chuva ou mar revolto
talvez viesses e o teu abraço aqueceria a nossa cama
para depois do momento perfeito te querer sempre solto...


15 comments:

salvoconduto said...

Solto é palavra com que encanito, por mim estavam todos presos...


Abreijos.

João P. said...

Pudéssemos ser absolutamente infinitos!

ao menos em breves instantes!

...

hum... se calhar até o somos em alguns momentos verdadeiramente intensos

Beijo

João P.

trepadeira said...

Sempre solto,intensamente,

Um abraço,
mário

Pedro Branco said...

Solto a voz ao tempo que não tenho
Quero esquecer cada pedaço do desespero
Sentir o meu peso e o meu tamanho
O sabor eterno do amor no seu tempero

Solto esta voz para de novo te encontrar
Seja nos silêncios de mim ou nos gritos vagabundos
O meu leito é muito mais que um mar
No meu peito cabem todos os mundos

Arraso a inquietação das flores bailantes
Sei que um dia haverá um calor de paz
Nos momentos soltos e cintilantes
Com que tudo se inventa e tudo se refaz!

Nilson Barcelli said...

Não se deve prender ninguém...
Belas palavras, querida amiga, gostei muito.
Beijo.

Manuel Veiga said...

laços de ternura...

beijo

mfc said...

Eu não sei se a soltaria...

Que lindo!!

Luis Eme said...

pudesses...

assim escreves coisas bonitas.

beijinho Maria

mariam [Maria Martins] said...

Que Grande Poema, Maria!
Lindo.

Beijinhos :)
mariam

Elvira Carvalho said...

Às vezes é precisamente o deixar solto aquilo que mais nos prende.
Um abraço

OUTONO said...

...calo-me...no silêncio que respeito!

Beijo!

A.S. said...

Para um momento perfeito, um abraço perfeito!!!


Beijos!
AL

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui.

Beijos a todos.

Branca said...

Muito bonito e libertador...!

Beijos

Unknown said...

Mas tu és.
Isso e muito mais...
Beijos.