Wednesday, February 07, 2007

Gaivota


Gaivota
leva-me contigo
abre as asas
e deixa-me voar
até onde
estiver o amor

34 comments:

bom dia isabel said...

Lindo poema. Em poucas palavras e tão singelass fazes um apelo inegável a uma gaivota.Imagem fantástica.
Beijinhos

Alexandra Caracol said...

Adorei seu blogue.

Sua poesia tão simples, como eu gosto, mas que toca tanto.

Eu sou Alexandra Caracol, escritora, e não gosto de coisas complicadas pois acredito que aquilo que escrevemos é tão importante, tanto quanto consegue tocar no coração de pessoas com as mais diferentes características.

Continue pois vejo talento no que escreve.

Alexandra Caracol

greentea said...

vou contigo , atrás da gaivota!


um beijo
para ti

tem graça (ou não tem graça nenhuma ...) podia ter pensado em fazer parte da tua equipa, seria interessante, mas até dia 15 estou atolhada de trabalho. Há dias uma médica amiga, falou-me em irmos fazer uma noite com os sem abrigo e é um desafio que não quero deixar passar ao lado. Vou, vamos , sem dúvida !

Anonymous said...

Adoro a tua poesia,sinto-a profundamente. Todos os dias venho ver o teu Blog para ganhar força e enfrentar a vida.
Gostava muito de conhecer a tua ilha e a tua gaivota. Gostava de sentir novamente esse amor descrito nos teus poemas.

Luís said...

Aqui fica a prova de que não é preciso escrever muitas palavras para dizer muita coisa.

Gostei muito =)

Paula Raposo said...

Nem mais. Concordo. Beijos.

poetaeusou said...

Esquece Gaivota.
A Maria Esquece.
É um pedido.
Muito sentido.
Quase agonia.
Voa Gaivota.
Vai á Ilhota.
Porque o amor.
Está na Maria.
bj)
(olvidaste esta foto...)
inté

Vera said...

Quriada Maria, com tão poucas palavras disseste tanto!
Fantástico amiga! Adorei!

Beijinhos

Pandora said...

Olá vim visitar-te e descobri qui ...SIM.
Beijos.

pitanga said...

Essa gaivota deve ter uma autonomia de vôo...!

beijos e já estou climatizadíssima.Às vezes até sinto menos frio que as pessoas de cá!

António Melenas said...

Olá Maria, o amor está certamente ao alcance do voo de uma gaivota...
Obrigado pelo teu comentário em Tempo de Trevas. Eu sabia que tinhamos algo em comum, desde que li a tua preferência em livros. Como eu gostaria que os mais jovens lessesm e tirassem ilações do que ali escrevi.
Um beijo

Luna said...

Voa com as gaivotas, ou fica onde estas, pois tu irradias amor
jinhos

DE PROPOSITO said...

Voar até onde está o amor!... E onde é que ele está? É que nem tudo o que é, é. E as aparências, não passam de aparências.
Fica bem.
Felicidades.
Manuel

Maria said...

bom dia isabel

Obrigada pela visita e pelas tuas palavras. Bem vinda à blogosfera (já lá fui...)

Fica bem

Maria said...

alexandra caracol

Muito obrigada pelas tuas simpáticas palavras.

Fica bem

Maria said...

greentea

E vamos poisar na Ilha...

Essa tua experiência com os sem abrigo será sem dúvida enriquecedora. Mas para isso eu não tenho muita queda...

Beijoca

Maria said...

anonymous

Fico feliz se o que lês neste blog te ajuda de alguma maneira.
A carreira para a Ilha começa em meados de Maio, parte de Peniche.
O amor vai acontecer quando menos esperares...

Maria said...

luís

Muito obrigada, deixo-te um beijo

Maria said...

paula raposo

Ora aí está. Um beijo

Maria said...

poetaeusou

Gostei do texto. Qual foi a foto que olvidei?
Inté (ao carnaval)

Maria said...

vera

Muito obrigada, ainda bem que gostaste.

Um beijo

Maria said...

pandora

Vem sempre que quiseres, já que eu nem consigo ver o teu perfil...
Esta é mesmo a única forma de falar contigo. Aqui.
É SIM!

Beijo

Maria said...

pitanga

Não só autonomia de vôo como asas muito fortes... para poder comigo...

Beijoca

Maria said...

antónio melenas

Quando em tempos comentaste aqui as minhas preferências no que respeita a livros, eu disse-te quase tudo...
Temos muito mais em comum, muito mais...
Continua a escrever o que passaste, o que viveste, pode ser que alguns jovens leiam e se perguntem como foi possível...

Um beijo

Maria said...

luna

às vezes voo, outras fico... tu sabes como é.

jinhos

Maria said...

de propósito

e onde é que ele está?
quanta descrença no amor, ou na possibilidade da sua existência, Manuel.

acho que pode estar mesmo aí à tua frente, ao teu lado...

Fica bem

A COR DO MAR said...

...tambem queria uma gaivota desas que nos levam até ao amor...
(mas queria gaivota da Foz, essa é da nazare)
Beijoca*

Anonymous said...

Olá, cá estou eu, sei que estive ausente ou talvez não. Mas todos os dias passo pela Ilha onde me permito voar nas doces palavras da tua brisa aconchegante!

E COMO SABE BEM!!!

"PS"- Estive a melhorar o meu canto. Daí a minha aparente ausência

Um beijo de Boa Noite, outro de Bom Dia, outro de Boa Tarde e outro porque sim.

O Beco do Arco das Velhas

wicky said...

deixa-me voar até onde estiver o amor...

beijo para ti

Maria said...

a cor do mar

Como eu te compreendo, uma gaivota da Foz... pois...
O amor pode estar mesmo aí ao teu lado, e nem precisas de gaivota...

Beijoca de boa noite

Maria said...

beco

Como eu andava preocupada com a tua ausência no teu blog...

Mas como eu gosto das tuas palavras, querido sobrinho, muito mais sabendo que te aconchegam...
passa sempre que quiseres e puderes.

Para ti vários beijos, e mais um porque SIM!

Maria said...

wicky

pega uma das gaivotas e voa até onde queres...

Beijo pra ti

gaivota said...

Ai esta foto... como a sinto tão próxima... é só atravessar a estrada e chegar ao paredão... É que nem todas as gaivotas são iguais, aves, sim, mas sempre diferentes. As minhas meninas que ali se reunião à frente do mar, e ao pé dos paneiros a secar o peixe.
Vou louvar o "meu" mar a nha praia e as minhas meninas...
É quase carnaval, tamos "ao raso este mês já távamos o mês passado"
Beijos

A COR DO MAR said...

Aonde, aonde ??????