Monday, February 19, 2007

Vem, amor


Vem amor
viver em mim
todo o tempo
em que nos perdemos
Vem beber em mim
e colher a rosa
vermelha do
meu ventre
Vem comigo
põe as asas de condor
e voa até ao infinito:
é lá que eu estou.
A noite é quente
e o mar está calmo

Fizemos amor e
caímos da face
oculta da lua...

35 comments:

Cadinho RoCo said...

Ai a efervescência do amor na ilha, no mar, no vôo alucinado da carícia, na rosa flor aberta cheirosa delicada sensível, tão sensível.
Peixe Dó e cardume chegam pela praia da Janga, litoral norte Recife que você sabe onde fica.
Cadinho RoCo

Maria said...

cadinho roco

Sei sim, e lá estarei...
Vou transformar-me em peixe pauta e com o cardume passarei por Fernando Noronha antes de rumar ao outro lado do Atlântico....

Que estória mais bonita esta, cadinho...

acordomar said...

... decerto foi na Ilha ;))
Beijoca*

Maria said...

acordomar

:)

Beijoca

Paula Raposo said...

Obrigada pelas palavras que me deixaste. Bjs.

gaivota said...

Gosto desta foto e gosto do poema, oh maria, andas muito inspirada... passarinho novo? Vá lá, não leves a mal...
1 beijo

Luís said...

Maria não me canso de te visitar: a tua poesia é envolvente. Muito.

Os meus sinceros parabéns =)

Maria P. said...

Lindo!- O teu escrever, o teu sentir.

Também hoje o meu mar estava calmo...sem pressa de amar-amou.

Beijinhos*

=^.^= Tarina =^.^= said...

São palavras maravilhosas aquelas que escreves...
Sentidas e carregadas de força!

1 beijo =^.^= tarina

Anonymous said...

É bom sentir a tua poesia. Tambem já fui feliz, muito feliz. Em breve irei para longe e gostava de levar o teu mar ...... mas não posso Maria, para onde vou é impossivel.
Continua a distribuir o teu AMOR. A ideia que levo é que és uma pessoa estruturalmente sã e certamente .... tambem conhecedora de sofrimento. Aqui fica um amigo que agradece a tua alegria

Sininho said...

Este é um poema que bem poderia ser musicado.
Beijinhos

Pedro Branco said...

Sabia que estavas ali. Perto. Num qualquer sorriso que era só o teu. Eu sabia. Que haveria um brilho a reflectir o mar e as falésias e as grutas secretas e o transparente das águas. Sabia que sim. Acho que consegui ouvir uma onda a bater-me no peito. "Sou eu..." Acho que ainda ouço. Harmonizando a minha voz solta ao vento. Ao azul da vida.

Beijo.

Maria said...

pedro branco

De repente os meus olhos foram mar. E eu sabia que tu me sabias ali, com toda a força que sabes que tenho. Para abraçar o Mundo. Para abraçar a Vida.
Na tua voz, na nossa voz, que teima em ecoar nos nossos corações.

Beijo

Maria said...

sininho

... mas eu nem sei fazer música... só conheço as notas, das aulas de solfejo...

Beijo

Maria said...

anonymous

Leva de mim o que quiseres, mas eu gostaria que não fosses...
Está a chover nos meus olhos ou os comentários são muito tocantes?
Hoje tá por aqui muita emoção junta, e tu acertaste em cheio no último parágrafo...

Deixo-te um beijo

Maria said...

tarina

Muito obrigada pelas tuas palavras.
Como já sou antiga, posso dizer-te que gosto muito de ti...

Um beijo

Maria said...

maria p.

É bom quando o nosso mar está clamo, e o vai vem das ondas é amar, amar, amar... amou...

Um beijo

Maria said...

luís

E eu não me canso de te ler... embora às vezes fique um pouco angustiada...

Um beijo

Maria said...

gaivota

Perdida por aqui? Então e o carnaval na praia?

Um beijo

Pedro Branco said...

Pena que não me tenhas vindo dizer "Sou eu...". Beijo.

Maria said...

pedro branco

A dois metros.... ficará para outro dia, pois dias não faltarão...
Beijo

Juda said...

Olá, por vezes umas nuvens ajudam... um abraço...

poetaeusou said...

Asas de Condor.
Não.
Não quero ser o teu, Icaro.
Maria.
inté.

Maria said...

juda

Gosto muito do teu blog. Gosto muito do que escreves, da forma como escreves. E das fotografias...

As nuvens podem ajudar, mas o mar... ai o mar...

Um abraço

Maria said...

poetaeusou

Presunção ou... cégada de carnaval?
ah inchentoso...
Inté

cacharel said...

Este é um cantinho replecto de sentimentos fortes, emoções ao rubro... :)

Lindo poema.

Como diz o anónimo... continua a distribuir o AMOR do jeito fantásctico que tu sabes.

Beijo perfumado e Bom Carnaval*

Maria said...

cacharel

Muito obrigada pelas tuas palavras.

Deixo-te um beijo

Luna said...

Pensa minha amiga, nesse lindo amor que tanta gente nunca chega a viver, e bebe dele para continuares a lutadora que és, o amor faz milagres
jinhos

Era uma vez um Girassol said...

Uaaaauuuuu....
Essa ilha é fogo...e o amor também!!!!
Beijokas

nanda said...

Tens sempre um poema surpreendente e lindas fotos.
Bjs

mfc said...

O Amor é a mola real da vida.
Como nos sentimos mal sem ele!!

Maria said...

Querida luna

É isso que faço todos os dias, para (con)viver comigo e com a vida...

Um beijo grande pra ti

Maria said...

era uma vez um girassol

Não será por acaso que a ilha é cor de rosa...

Beijoca

Maria said...

nanda

Muito obrigada pelas tuas palavras.
Um abraço

Maria said...

mfc

Mola real, motor, o amor é Vida!!!

Fica bem.