Tuesday, March 27, 2007

Debaixo da pele


Tenho na garganta um nó que me sufoca e que eu desfaço
quando a tua voz me sussurra ao ouvido
palavras tão bonitas e tão suaves
como são as palavras de amor que me dizes
Tenho nos olhos um mar imenso, azul e profundo
onde tu mergulhas sempre que eu quiser
depois de um chuto na bola ou de uma corrida
na praia e vens molhado ter comigo
Tenho nos braços e no peito uma enorme ternura
e um grande amor para te dar. Em troca, só quero
agora esse beijo salgado que me prometeste
e onde escondes todo o desejo que eu te adivinho
debaixo da pele.

25 comments:

Leticia Gabian said...

Maria, Maria!
É debaixo da pele que tenho guardada a tatuagem desse amor maduro, um presente que a vida me deu.
Como sei do que falas, amiga!

Maria said...

Leticia

Minha Amiga, é a distância que nos dá esta sensibilidade, este conhecimento... será?

Beijos, querida

inspiração said...

Um amor é assim é de se louvar, felizardo o homem que encontra um amor assim de uma mulher, eu sou um deles hehehehe.


Um abraço

Claudia said...

Eu também tenho um nó na garganta que me sufoca. Mas não consigo desapertá-lo...

Beijo grande

poetaeusou said...

***
pele
pela
com o amor
arrepia
pela o jogo
jogo a banca
na páscoa jogar
31 ganhar
como o amor
do desamor
*
inté
***

Sininho said...

Escondemos o desejo debaixo da pele, tal como enterramos a mão dentro da areia: Para não a estendermos, aos olhos do mundo, na direcção de quem amamos...

Beijinho.

pitanga said...

Ah Maria! Porque escreves assim? E Letícia assina em baixo. Ó dó!

beijos

Farinho said...

Mais um belo poema que nos encanta, é tão bom amar.


Olha o convencido do meu marido,lolol.

Farinho said...

Desculpa, esquecime de te deixar uma beijoca.

Tiago said...

De pés descalços, assim a sinto, a areia, a textura, o toque em pele, o formigueiro no braço, o gesto de enlaçar, recolher em mãos perdidas, nela, o suspiro, a mordida, o aumentar da batida...

Maria said...

inspiração

Não tenho dúvidas de que és um sortudo, sim...

Abraço

Maria said...

claudia

Eu sei que custa muito desapertar o nó, mas consegue-se.
Vais ver que consegues.

Um beijo Forte

Maria said...

poetaeusou

andas numa de trocadilhos... vê lá se jogas no 31...

Inté

Maria said...

sininho

... ou enterramos a mão na areia à medida que o desejo sai debaixo da pele...

Beijinhos

Maria said...

pitanga

É só um textozinho, que a Letícia compreende... sem dó...

Beijos

Maria said...

farinho

Como gosto de te (vos) ver assim, feliz...
Beijo grande

Maria said...

tiago

... o arrepio, o consu(a)mar...

Bia said...

Maria, só á pouco tempo tive o prazer de te começar a ler, gosto das tuas palavras e da forma como escreves por isso ler-te é muito bom.
debaixo da pele desejamos á flor da pele sentimos...
um beijo

Verde said...

Nasci do sublime amor de um Deus e o azul do arco-íris, navego em um mar de luz, transformo cor em amor, sou aquele que te dirá onde pára o eco da palavra…

Profético beijo

Maria P. said...

Mais palavras de encantar que encantam.


bjos*

Teresa Durães said...

:)

gostei!

Maria said...

bia

Muito obrigada pelas tuas palavras. tens razão, à flor da pele... sentimos..

Um beijo

Maria said...

verde

O:-)

Maria said...

maria p.

Obrigada, gosto sempre de te ver por aqui... e de ver as tuas / nossas janelas...

Beijo

Maria said...

teresa durães

Muito obrigada

;-)