Saturday, March 24, 2007

Despertas em mim o cio


Despertaste em mim
sensações há muito
adormecidas
e sentimentos que eu julgava
não voltar a poder sentir, viver
Apareceste em mim
e eu julgo que é sonho
não acreditamos, mas é assim
Despertas em mim o cio
e eu respiro e rio e vivo
quando me beijas
E é assim que me tens
nua, inteira, com todo
este amor para te dar.

40 comments:

Cadinho RoCo said...

O tempo de cada descoberta é dele mesmo. Cabe a nós assumi-lo ou não.
Cadinho RoCo

Leticia Gabian said...

Maria, Maria!
Tu escreves e eu me leio.


Um beijo bem grande

poetaeusou said...

///
e eu julgo que é sonho
/
inté
/

joão marinheiro said...

E o amor é assim.
Inteiro!
Pleno!
Grande. Grande o amor!
Abraço-te enquanto parto para a minha ilha dos sonhos,a hora é de partidas de novo...

Maria said...

cadinho roco

Às vezes assumir custa muito, mas tem de ser...

Maria said...

Querida Letícia

Será das distâncias que nos separam...
Como nos percebemos...

Beijo grande para ti

Maria said...

poetaeusou

... e eu respiro e rio e vivo...

Inté

Maria said...

joão marinheiro

O amor só faz sentido se for assim.
E que o amor te acompanhe nessa tua viagem para a ilha dos sonhos...

Um abraço forte

dulce said...

Eu diria: mais vele tarde que nunca! e mais ainda: há sempre tempo! de reaprender, de amar, de sonhar ... enfim, de viver.
Beijos

Ana said...

O amor e o desejo sempre presentes nas palavras que aqui leio.
Tal como a ilha ama e deseja o mar.
Um beijo, Maria.

david santos said...

Olá!
Passei para felicitar-te pelo teu trabalho e desejar-te um bom fim-de-semana

Maria said...

Dulce

Temos todo o tempo do mundo para amar, sonhar, viver...

Beijos

Maria said...

Ana

É. E o amor está associado ao desejo...

Um beijo

Maria said...

david santos

Muito obrigada.
Bom fim de semana pra ti também.

Tiago said...

Desperta, em cheiro,
Olho a olho, somos um,
Desperta, despertado em ti
O vivo rio,
Do escoar da emoção
Nas duas!
As pernas!
Sorris, aberta, inteira,
Ao querer do quente desejo...




bjs e bom fds
Tiago

Maria P. said...

O encanto da ilha e das tuas palavras.

Beijinhos*

Maria said...

tiago

O teu cheiro desperta-me
as tuas palavras envolvem-me
os teus braços chamam-me
......
e eu vou...

Beijos

Maria said...

maria p.

Que nem se compara ao encanto das tuas janelas e das tuas palavras...

Beijos

Ludovicus Rex said...

جيد عطلة نهاية الاسبوع

amigona said...

Estamos mesmo na primavera!

Bia said...

Maria simplesmente lindo o que escreves, tem uma intensidade e uma verdade que até arrepia...
É bom quando se tem a consciência dos sentidos e os sabemos usar...
beijo Grande

Entre linhas... said...

Primavera a estação dos poetas,onde intensificam o poder das palavras e das sensações.

Bom Domingo

Bjs Zita

pitanga said...

Quando encontramos alguém que nos faz sentir vivas é aproveitar e não perdê-lo.

beijos de domingo

Moura said...

Quem ama assim não é gaga...desculpa o trocadilho, mas como já referi anteriormente tu és um hino ao AMOR e às capacidades terapêuticas dele!!!
Bjos

Ps- em Junho vou às Berlengas com a minha Direcção de Turma...já que eles cumpriram com o estabelecido, ou seja melhoraram os resultados do Natal até agora...

Maria said...

ludovicus rex

:-)

Maria said...

amigona

E com as alergias primaveris, não falta nada...
Beijo

Maria said...

bia

Às vezes irrita-me "despir-me" tanto, mas é o que sai...

Beijo Forte

Maria said...

entre linhas...

Pois será...

Bom domingo pra ti também
bjs

Maria said...

pitanga

É isso mesmo, Amiga.
Fica atenta...

Beijos

Maria said...

moura

O amor faz bem à pele...

Talvez a gentre se encontre lá na Ilha, quem sabe.
Beijo

al cardoso said...

Lindo Maria!!!

Nao, o Paredes era mesmo de Coimbra.

um abraco d'Algodres.

Luna said...

se é para te entregares que seja por inteiro, só assim o amos vale a pena
beijos

Tiago said...

Abraças(me), aconchegas(te),
Chegas e desassossegas-(te)-me,
Curtas, as distâncias?
Entre ti ou em mim?
Pelo trilho, dessa ilha, de arvoredo, e seus cumes,
Um porto, para o aportar,
E os dedos?
Esses são para dedilhar, a curva no seu curvar...
E o beijo?
O beijo não o deixo,
Descubro-o, quando em silêncio me colocares...

Maria said...

al cardoso

Eu sei, só o referi porque será outra pessoa da cultura a cair no esquecimento um dia destes, e a quem o nosso país tanto deve...

Um abraço

Maria said...

luna

Eu não sei entregar-me só pela metade, ou aos bocadinhos...
É mesmo, e sempre, toda inteira...

Beijos

Maria said...

tiago

E agora?
Depois de te ler só me apetece correr junto às árvores e mergulhar na lagoa lá ao fundo...
... ou na gruta azul, da ilha...
................................

Eu deixo-te, aqui, um beijo

Luís said...

Tão cru. Tão intenso.

Amei

Maria said...

luís

Muito obrigada

isabel victor said...

cio

rio

vida que escorre,

em sobressalto,

ciosa

(o)ciosa

...

Maria said...

isabel victor

(obrigada...)

(feel shy...)