Wednesday, March 28, 2007

Palavras


(foto de Pedro Branco)

Não tenho mais palavras, as que tinha
escoaram pelos meus dedos como água
mas... para que quero eu as palavras
se tu já não me podes ler?

58 comments:

Luís Galego said...

ficou a interrogação....mas como sempre as palavras bem colocadas...

Leticia Gabian said...

Maria, Maria!
Quando escreves, conversas contigo mesma. E o que escreves, se assim o desejares, poderá ser lido por muita gente. Eu sou a primeira da fila.

Se aquele alguém especial não pode mais te ler, continua a ser o mote dos teus belos escritos.

Beijo grande, querida amiga

Luna said...

Não te pode ler, mas pode sentir, a tua luz, os teus sentires.
beijos

Ana Patudos said...

Palavras leva-as o vento...
Mas haverá sempre o Sol da Primavera para nos encher de alegrias.
beijos
Ana Paula

Teresa Durães said...

para as enviares a quem as ouça!!

boa noite para ti!

Anonymous said...

será...........???

Maria P. said...

As palavras fazem sempre falta.

Beijinhos*

Pepe Luigi said...

Pequeno poema em jeito de pensamento, que nos dá muito que pensar!

Um beijinho
do Pepe.

bettips said...

Aí, perto da tua ilha e da tua/minha indignação, deixei o meu sincero e amigo comentário (de quem leu "Dezassete Instantes de uma Primavera"). Há 15 dias tinha limões, uma foto como a tua, também os olhei. Meu amor-limão estava mais maduro... Diz! as palavras são doces! Bj

bettips said...

Li as tuas "sempalavras". Tenho ...dezenas, enlouqueci no mar das camélias nesse dia! Se queres, mando mais algumas por mail: diz! Não há pretensões, tal como as tuas das Berlengas, há amor, ao mar, à liberdade, à rectidão, às camélias...Xi

Tiago said...

Em mim, não as tenho, as palavras,
ler não as posso, nem as escrever,
por ti, com a mão direita, porque com a esquerda o aparo não me calibra a letra. não, não as posso ler, posso de ti ouvir, ouvi-las...


um beijo

amigona said...

Pois eu aqui estou a ler-te! Beijo, amiga...

G. said...

Mas pode sempre ouvir!!! E palavras faladas e cheias de emoções, resultam por mil escritas!
E além do mais NÓS também merecemos LER AS SUAS PALAVRAS!
Deixo aqui a minha simples reinvindicação :-) espero que alinhem e exijam mais e mais palavras para lermos :-)

Adorei, escusado será dizer.
Beijos
G.

Maria said...

luís galego

Ficou muito mais que a interrogação...
... ficou a vontade de continuar a escrever...

Beijo

Maria said...

Querida Letícia

Escrevo para mim mesma, sim. E converso muito comigo. E não só...

Obrigada.

Beijo muito Grande

Maria said...

luna

Será que pode?
Já uma vez abordámos esta questão...

Obrigada.
Beijinhos

Maria said...

ana patudos

O sol da primavera ou o mar em qualquer altura... não é?

Beijos

Maria said...

teresa durães

Pois...

Tem um bom dia, Teresa

Maria said...

anonymous

:)

Maria said...

maria p.

Pois, acho que estou de acordo...

Beijinhos

Maria said...

pepe luigi

Obrigada por teres passado por aqui.

Um beijinho

Maria said...

bettips

Também li os "dezassete instantes de uma primavera". Pelos vistos Semioonov marcou-nos...
Por muito maduro que seja o limão as laranjas serão sempre mais doces... o amor também...

Digo sim.

Beijos

Maria said...

bettips

Já lá vou, às camélias...
Acho que vou aceitar, sim.
Bj

Maria said...

tiago

Tens sim, as Tuas palavras, que eu bebo todos os dias...

Um beijo

Maria said...

amigona

que bom ver-te por aqui.. e ler-te...

Beijos

Maria said...

g.

Claro que sim.
No fundo, se publico aqui, é para quem quiser ler...

Beijos

Kalinka said...

Eu continuo a mostrar as fotos que captei quando estive aqueles 3 dias pelo Algarve.
...e, é nos pequenos gestos que, por vezes, encontramos momentos de Felicidade.
Fui surpreendida por um amigo virtual, que deixou no meu blog esta mensagem:
José Alberto Mostardinha said...
Olá Kalinka:Andas arredia mas eu não me esqueço de ti :-)
Para o saberes és "Blog da Semana" no Estados Gerais.
Uma pequenina homenagem á tua persistência.Beijokas.

É isso mesmo, caso queiram visitar este blog, vão encontrar como destaque em: «O blog da semana» o meu espaço!
De 27/Março a 4/Abril de 2007
http://estadosgerais.blogspot.com/

Mas que belas palavras as tuas. Gostei muito.
Beijitos.

Desassossego said...

Maria, sente o que não é dito...

Eu encerro um capitulo da minha vida, para ti um beijo doce... agradecida pelas palavras que aqui li e as que deixaste lá por casa...
Talvez volte noutro abrigo.

Farinho said...

Mas que coisa, ultimamente vejo tantas pessoas a comentárem o mesmo, será que a primavera este ano em vez de trazer inspiração, trouxe o reverso da medalha?

Não deixes de escrever essas palavras tão bonitas que nos encantam.


Beijoquinhas
Fica bem


PS-o teu texto não é o que estou a pensar, pois não?
Espero que não amiga, eu quero que estejas sempre feliz, tudo há-de correr bem, vais ver.

Se precisares de alguma coisa, fala comigo pelo email, está sempre ligado, apesar de aparecer sempre ofline.

poetaeusou said...

***
a água
nunca
se perde
*
maria
*
inté
***

Eu said...

de certeza que há quem as sinta
bjos

João said...

São as palavras que te querem

Maria said...

Kalinka

Muito obrigada. Já lá vou ver...

Beijitos

Maria said...

desassossego

Tenho pena que vás.
Mas fico Muito Feliz por TI!

Quem sabe, talvez um dia destes voltes...
Toda a felicidade do Mundo para ti, Mulher Coragem!

Beijos apertadinhos

Maria said...

farinho

Não, querida, não é o que pensaste.
São apenas dias, em que nos faltam as palavras, e nós não sabemos porquê...

Beijos

Maria said...

poetaeusou

O que eu perdi foram as palavras, não a água...

Inté

Maria said...

eu

muito obrigada...
bjs

Maria said...

joão

serão?
:)

Bia said...

Não guardes as tuas palavras deixa-as fluir como sempre fizeste...
e lembra-te que há mais pessoas que te apreciam e muito (dá para ver pelos comentários) e porque haverias de deixar as tuas palavras ao abandono quando aqui estamos a ler-te com todo o carinho?
A foto é linda!
Um beijo

Luís said...

Deixa de fazer sentido, não deixa?

bom dia isabel said...

Escrever para quem já não pode ler?
Não estranho. É uma forma de dizer aquilo que sentimos por quem partiu.
Beijinhos

rosa dourada said...

Maria,

o que sentimos vale mais
do que muitas palavras,
e tu sabres expessar!

Beijocas

isabel victor said...

Maria,
estas tuas palavras ...
medidas
belas e pensadas
parecem-me tristes ...
dedicadas a " alguém " que já não as pode ouvir ?

Beijo-te *****

Grata pela tua passagem lá pelas folhas do caderno

Maria said...

bia

São apenas dias... uns mais assim que outros...

Vou continuar a escrever, sim.
Obrigada pelas tuas palavras.

Beijo apertadinho

Maria said...

luís

Às vezes acho que deixa.
Mas alguém irá ler... tu irás ler...

Um beijo

Maria said...

bom dia isabel

Acertaste, mesmo, mas é bom escrever...

Beijinhos

Maria said...

rosa dourada

Muito obrigada. e eu escrevo o que sinto...

Beijo

Maria said...

isabel victor

Às vezes os gritos saiem em forma de palavras...
Mas já passou...

Beijo

Luis Eme said...

Mas podemos nós, Maria...

Por isso não desistas...

Maria said...

luis eme

Não desisto nunca, Luis, nunca!

Um beijo

Maria said...

teresa durães

Onde está o teu blog??????

Gi said...

Maria, obrigada pela visita. Sobre o que escreves posso só dizer duas coisas. A primeira é que há silêncios que falam mais do que as palavras e a segunda é que a nossa voz interior chega onde nós queremos. Quem quer que seja ou tenha sido ouve-te. basta que acredites. Um beijo
(gosto pouco de escrever mas é segredo :O) falo por imagens mas deleito-me com as palavras dos outros)

Maria said...

gi

Obrigada pela visita. Será como dizes...

Tenho o teu blog aqui "pendurado" ao lado para ir lá com mais tempo, mais tarde, durante a noite.

Agora vou tentar postar, a net hoje está um pouco marada...

Um beijo

herético said...

as palavras são como os limões: devem espremer-se até ao ámago!

Maria said...

herético

Foi o que eu fiz!
Em cheio, Amigo!

gaivota said...

limões, lembram-me os limoeiras que a minha avó tinha no quintal... era táo querida a minha avó Tá, fazia o melhor caldo verde do mundo e os "patitas"...
Só por isso, hajam limões!!!
beijos

Claudia said...

Porque as palavras perduram para sempre. Mesmo quando tudo o resto já partiu...

Beijo

Maria said...

claudia

as palavras... sempre...

Beijo