Tuesday, December 16, 2008

Chega-te cá


Chega-te cá e ouve o que te digo
são muitas as águas que hão-de correr
são tantos os rios que se encolhem nas margens
são imensos os mares que temos por navegar
Chega-te cá e olha-me nos olhos
diz-me o que quero ouvir para renascer
diz-me que a esperança se renova em todas as paisagens
e que não tarda o tempo de te amar...

46 comments:

Ludo Rex said...

Adorei... Amei...
Kisses

Fernando Santos (Chana) said...

Olá Maria, bela fotografia...Belo texto...Espectacular...
Beijos

salvoconduto said...

Já me estou a chegar, vai-me dizendo, vai continuando a escrever assim.

Abreijos.

samuel said...

Bonito!

PreDatado said...

Este imperativo: Chega-te cá! Nada melhor do que falar olhos nos olhos. Boa foto :)

Eduardo Aleixo said...

Contente fiquei.
Fico sempre contente quando uma onda do mar traz a mensagem do amor.
E mais: os beijos vão ser redondinhos:dissseram-me as conchas.
Bj.
EA

Pitanga Doce said...

Se pudéssemos fazer o tempo correr quando ainda não chegou a hora de ficar ou fazê-lo parar quando aproxima-se a hora de ir...

boa noite Maria

mfc said...

Para ter... o primeiro passo é sempre desejar.

FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Maria, Belo foto... Lindo poema... Adorei Amiga!...
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Cris Caetano said...

Lindo... e a foto, parece que elas querem se aproximar uma da outra, ou é a minha vontade de vê-las juntas.

Beijinhos

Oris said...

Lindo...
Não vai tardar o tempo, com certeza....

Beijitos

mié said...

A fotografia é magnifica.

É preciso estar sempre de coração receptivo, disponível.

Tudo se renova

ilha

como o musgo das tuas pedras que mudam a paisagem.

Um beijo enorme

ilha dos amores

MPereira said...
This comment has been removed by the author.
zmsantos said...

Um dos mais belos que te senti.
Quero mais, destes!

Beijocas.

mundo azul said...

___________________________________

...é lindo o seu poema!

Sim, que ele ouça esse canto tão bonito e responda...


Beijos de luz e um dia muito feliz, amiga!!!

___________________________________

A CONCORRÊNCIA said...

Que a esperança se renove em todas as tuas (e já agora nossas) paisagens.

Beijo bem grande

Teresa Durães said...

e aproximando-se, sussurrando ao ouvido, um amor quente espalha-se

Mukanda said...

Que maravilha Maria!
Amei.
Lindo, lindo...
Beijo grande.
Andreia

escarlate.due said...

Chega-te cá e olha-me nos olhos

:) adoro essa frase

Só Eu said...

Olá Maria.
Cheguei-me. Aquietei-me à espera dum vento mais forte que me leve ao teu porto.
O tempo não ha-de tardar.
Beijinhos
Ricardo

Lúcia said...

Ai, Maria - tu a falares do amor -
que suavidade, que ternura.

Beijinhos meigos

Leticia Gabian said...

"Chega-te cá e olha-me nos olhos
diz-me o que quero ouvir para renascer
diz-me que a esperança se renova em todas as paisagens
e que não tarda o tempo de te amar..."

Diante destas palavras, o que ainda se pode dizer sobre o amar?


Beijo muito grande no coração, amiga-irmã

pin gente said...

estou suficientemente perto?
encosta-te a mim para que te diga... "chegou o tempo de te amar"

beijo

isabel mendes ferreira said...

cheguei. à tua Ilha.


aonde sabe bem regressar.


sempre.


como onda....navegável.




beijo. Maria!

Filoxera said...

Sempre cheia de poesia, sempre com palavras que nos fazem bem...
Beijinhos.

meus instantes e momentos said...

gosto muito de voltar sempre aqui.
|maurizio

em azul said...

... o que quiseres ouvir é o que te direi... mergulho no teu (a)mar, maria da ilha.

beijo
em azul

poesianopopular said...

Maria
Só é preciso querer sonhar, e o sonho faz o resto...que é o melhor!
Bjos amiga

Fernando Samuel said...

Eu gostei.


Um beijo grande.

Cheira-me a Revolução! said...

Belo, doce...

Pico minha ilha said...

Renascedo sempre no amor, lindo Maria.Um beijo

Círculo Literário said...

Lindas palavras, imagem maravilhosa... enfim deslumbrante!!!!

utopia das palavras said...

Lindo, Maria

chega-te cá
e diz-me
a hora
em que passa
por aqui...
o amor...!

Um beijo

as velas ardem ate ao fim said...

Estou juntinho.Bem juntinho.

um bjo

Delfim Peixoto said...

Voltei, noutro endereço... apaguei tudo :(

Helena Paixão said...

Olá Maria!
Gostei de te conhecer pessoalmente no passado Sábado e cá vim cuscar o teu blogue. Parabéns por este teu lindo espaço e em especial por este último post, com uma foto lindissima e um texto ainda mais bonito e expressivo.
Bjinhos

Maria said...

Obrigada a todos que passaram aqui.

Beijos

heretico said...

muito bonito, Maria. gostei muito.

beijos

Ana said...

Porque é que este não me parece exactamente um poema de amor?
Tu chamas-me desconcertante e agora deixas-me desconcertada...

São bonitas as palavras.

Beijinho

joão marinheiro said...

Já não sei falar das palavras, ou o que encerram em si, o que não dizem, o que fica por dizer nas curvas do tempo.
Prefiro contemplar a foto e atravessar a nado, de memória o carreiro até à fortaleza.
Abraço com mar.

Apenas eu said...

cheguei, nem sempre chego a horas... mas estou aqui.
olha para mim, eu sei que todas as paisagens se vão renovar, para Ti, o tempo não tarda... ás vezes atrasa-se...

beijo sempre sempre meu

Pitanga Doce said...

O quê te dói tanto, Maria? A ausência ou o medo de não haver "de novo"?

beijos de cá

bettips said...

Falam para ti as pedras.
Escorregam as mãos do mar por estes vales de palavras.
Bjinho

Visitante Imprevisto said...

Não conheço o autor (ou autora), vim a este blog por acaso e, penso, pela primeira vez. O confortante poema CHAGA-TE CÁ, é muitíssimo mais do que a agradabilíssima primeira leitura que se faça. A intimidade da escrita revela uma beleza poética e uma música não muito frequentes mesmo em poetas da língua portuguesa muito considerados. Gostei muito de ler.

elvira carvalho said...

O poema é belo, a foto um espectáculo. Os olhos e o coração saiem daqui mais reconfortados.
Um abraço

O Sibarita said...

Moça tô chegando e ai? Vai fazer o que? kkkk Vá me diga! kkkkkkkk

Que poemaço de Maria meu Jesus!

bjs
O Sibarita