Monday, December 15, 2008

Regresso


Quando é que as camélias estão em flor?
diz-me em que mês, para eu arrancar as outras folhas do calendário
as que faltam até ao mês das camélias
Quando voltará o vento a soprar ameno, se nem chegou ainda
o inverno de todos os ventos?
Não quero deixar de sonhar, e não podendo escolher os sonhos
faço deles uma forma de luta
da luta que me fará regressar a mim
um dia
para me ter, de novo, inteira!

41 comments:

Eduardo Aleixo said...

Nunca deixes de sonhar.
As camélias nuncam deixam de sonhar.
Beijinhos e obrigado pelo lindo poema.
EA

salvoconduto said...

Quanto às camélias, só perguntando à vizinha que tem uma.

Quanto ao resto, acompanho-te no sonho!

Abreijo.

pin gente said...

como estas tuas palavras me soam... bem

um beijo, tão apertado como o abraço que me deste

Nuno de Sousa said...

Belas palavras Maria, bonitas e cheias de cor.
Bjs amigos,
Nuno

zmsantos said...

Maria, mulher inteira
Em mil sonhos repartida
Nos nossos peitos semeias
Camélias de uma vida (de luta)

Beijo

A CONCORRÊNCIA said...

Estão agora em flor as cameleiras. Abre bem os olhos , elas estão por aí ...

Beijos Amiga

utopia das palavras said...

A luta
nos dias
em que o vento
não sopra
e a força
de ser...
faz nascer
todas as flores...!

Beijos

Teresa Durães said...

depressa a primavera voltará com o aparecimento de todas as cores

escarlate.due said...

estou farta de Inverno :( não gosto de frio nem chuva e ainda menos de vento :(
gosto de sol, das cores vivas da primavera, da descontracção do verão

Leticia Gabian said...

A luta sempre estará em ti, Maroca, da mesma forma que as flores e os sonhos no teu coração.

Beijo enorme, amiga-irmã

BlueVelvet said...

Diz-me tu...Quando voltará o vento a soprar ameno.
Também espero esse tempo.
Beijinhos Maria

Parapeito said...

...E pelo Sonho se Luta...

*** Uma boa semana

Meg said...

Maria,
Não sei do tempo das camélias mas não deixes de sonhar mesmo que os não possas escolher.
Acabarão por se revelar nessa forma de luta que existe em ti.
Do nosso lado sempre.

Beijos

Justine said...

Estás inteira, amiga, e as camélias não tardam a florir! Só mais um pouco de paciência...
Beijo - vou já, já:))

poesianopopular said...

As cameleiras florescem
No mês de sonho...Abril
Mas outras coisas acontecem
Se formos muiros, muitos mil.

Bjos amiga

Filoxera said...

Claro que sim. De certa forma, se perdermos os sonhos, perdemo-nos a nós próprios.
Beijos.

Ana said...

Não sei nada do tempo em que as camélias florescem.
Sei que os sonhos não têm estação, mês, dia ou hora marcada.
Crescem-nos no peito e rebentam-nos na garganta e nos olhos.
E depois nascem outros.

Beijinho

Apenas eu said...

Camélias... não sabia.
Não sei o tempo delas, sei do teu.
E sei também que o tempo passa e o vento devolveu-te os sonhos.

beijos Maria

de qtgmtesssss

Joao P. said...

Olá Maria:

Também eu espero por elas.

Bonito poema. Vou imprimi-lo e colá-lo num caderninhomuito meu.

Bjs

João

rosa dourada/ondina azul said...

Poema bonito!

As camélias florescem
e completam nossos sonhos:)))


Beijinho,

SMA said...

Não faço ideia qual é o mês da camelias
.
.
.
mas sei qual é o teu
.
.
já me floriste... :-)))
bjo doce
cameliano

Anonymous said...

As camélias são flor de inverno, estão agora floridas,lindas como as que ilustram o teu texto lindo!
Beijo
Lagartinha de Alhos Vedros

Maçã com Canela said...

E é o sonho que nos faz andar.. onde andaria eu sem sonho?? Não sei.. talvez perdida entre as falhas do tempo... talvez...

A minha casa está bonita? Está à experiência lol
Apetece mudar... porque até eu tenho essa vontade.. ent~ºao começo por umas das minhas coisas...

Beijinhos maria

elvira carvalho said...

Se perdermos a capacidade de sonhar, o que é que nos resta?
Um abraço e boa semana

Fernando Samuel said...

O teu tempo é o tempo das camélias, tempo de luta necessária, pelos vistos...


Um beijo grande.

bettips said...

Há caminhos de camélias, bem sabes que os temos. Custa é esperar ...
Nesta época custa mais!
Ser inteira.
Bj

Agulheta said...

Neste sonho que ele nunca acabe,não sei o mês certo das camélias florir!mas que o sonho jamais fique sombrio.
Beijinho

Lúcia said...

'e não podendo escolher os sonhos
faço deles uma forma de luta
da luta que me fará regressar a mim
um dia
para me ter, de novo, inteira! '
Ó mulher, isto é aplauso de pé! Que força!

Beijinhos, Maria

Ludo Rex said...

Belo... Da luta...
Kiss

JOSÉ NEVES said...

E como é bom sonhar Maria, se possível um sonho colorido como o destas camélias lindíssimas.

Um beijinho e votos de FELIZ NATAL.

C Valente said...

Bela flor
Saudações amigas

mariam said...

Maria,

muito bonito!

um abraço afectuoso
o meu melhor sorriso :)

e FELIZ NATAL!

mariam

Rosa dos Ventos said...

Eu pergunto o mesmo!
Este é o mês mais marcante na minha enorme tristeza!

Abraço

do zambujal said...

Há o sonho, há o sonhar, há o saber sonhar. Dizia, ao que me parece, um senhor chamado Vladimiro.
Vamos aprendendo a sonhar, não é?
Ajudando-nos.
Obrigado, Maria.
Até breve

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram aqui, hoje.
Boa viagem a quem vai de viagem. Voltem bem, com muitas fotografias.

Beijos

Duarte said...

Por aqui o vento soprou
forte, e limpou
as árvores de folhas,
agora mais nuas,
com os braços erguidos
ao vento a pedir
um novo equinócio
que faça brotar as folhas.

:))

Saudações

Pitanga Doce said...

Esperas o tempo das camélias? Os amores-perfeitos que plantei não vingaram, mas eu sabia que seria assim.

mfc said...

Quando se saía da casa da minha avó para o quintal, havia duas cameleiras, uma branca e uma vermelha, a ladearem o coradouro...
Ainda hoje as vejo!

Cris Caetano said...

É preciso sonhar sempre, sonho é vida!

Beijinhos

Chris said...

Lindissimas palavras a acompanhar belas imagens

O Sibarita said...

Oxente moça! E não tem não, é? kkk E como vai ser então? Metade? Sei não... kkkkkkkkkkkkkkkkk

bjs
O Sibarita