Friday, December 05, 2008

Nasci para te amar


Nasci para te amar. Sempre.
Para te beber gota a gota. Nas noites.
Para te abraçar assim. Nos dias.
Nasci para morrer contigo. Hoje.
Esmago-me no beijo da tua boca. Aberta.
Estremeço-me e contigo morro. Agora.
Nasceremos outra vez. Sempre…

47 comments:

Vera said...

Ai Maria... nem comento. Estou assim... Li, reli e estremeci....
Belo demais!

Beijo grande

Eduardo Aleixo said...

Que belo!
Um beijo.
EA

mfc said...

A entrega recíproca é lindíssima.
Tu conseguiste de uma forma espantosa a tua parte.

Ana said...

O amor como forma de vida. Sempre.
Tão belo, assim, tal como o dizes. Assim, como o sentes.
Um beijo, Maria.

salvoconduto said...

Olha que eu às vezes julgo que nasci para ser bombo da festa...

Abreijo

FERNANDA & ASTROLOGIA said...

Olá querida Maria, é o que eu estou a pensar ?
Lindo minha Amiga!
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

BlueVelvet said...

Xii,
se a Maria Teresa Horta te lê, fica cheia de inveja.
Nem ela, escreve o amor e a sensualidade assim.
Beijinhos

A CONCORRÊNCIA said...

E sempre que se renasce, renasce-se mais forte ...

Beijo Grande Maria

Teresa Durães said...

o amor que vai além da vida

Joao P. said...

lindíssimo.

Sem palavras para mais!

lindíssimo

beijo

João

do zambujal said...

Os verbos de que se faz a palavra.
Os tempos de que se faz o sempre.

Ou

As palavras que fazem o verbo.
Os sempres que fazem o tempo.

Gostei. Muito.
Beijos

escarlate.due said...

bonito! só não gostei muito daquela parte do morrer, mas como nascerão depois, está salvo :)

beijinhosss

Utopia das Palavras said...

...até ao infinito...!!!

Lindo!

Um beijo, Maria

pin gente said...

um espanto... o teu coração apaixonado... sempre!

beijo, maria

pin gente said...
This comment has been removed by the author.
Fernando Samuel said...

SEMPRE!...


Um beijo grande.

Filoxera said...

És uma romântica. Que bom...
Beijos.

Luis Eme said...

mais um lindo poema de amor...

que Maria tão apaixonada...

beijinho

em azul said...

Não escolhi o amor ou amar.
Quando te vi, os meus olhos perderam-se nos teus. Não te escolhi. Não se escolhe. Acontece e ponto. E por muitas voltas que o ponto dê, o amor cresce... amadurece. Como se mata o amor? Não mata! Acordo e adormeço e os meus olhos continuam a ver só os teus. Não te escolhi, amor!
Sei que os meus lábios sonham dormir encostados aos teus. Os meus braços desejam tocar a pele do teu corpo. E não escolhi! Como não se escolhe a fome ou a sede. Como não se escolhe o calor ou o frio. O dia ou a noite. Acredita que eu não te escolhi, meu amor!
Foram os meus olhos que de ti se encantaram.


Um beijo, Maria da ilhha
em azul

De Amor e de Terra said...

Realmente Amiga, amar é teu "destino " e escrevê-lo, também.

Beijo

Maria Mamede

Leticia Gabian said...

Grande, Maroca!
São dois poemas em um! Depois do ponto há uma coluna sintética, mas que diz TUDO!
Amei!

Beijo enorme, amiga-irmã

Anonymous said...

Pronto, agora que te descobri, não passo um dia sem por aqui passar.
Faz-me bem, obrigada pelos bons momentos
Abraços da Lagartinha de Alhos Vedros

A. Jorge said...
This comment has been removed by the author.
A. Jorge said...

Se fosse uma escultura, uma pintura ou qualquer outra obra de arte, existiria sempre um pormenor ou outro sobre o qual se pudesse opinar. Mas... o que é que se pode dizer perante um poema e ainda por cima um poema como este?!... Não sei! Vou ler mais!

Um beijo

Jorge

Vanda Paz said...

Beijo

Anonymous said...

a vida leva-nos a estas estradas. longas rectas, curvas que nos escondem o que acontece para lá delas. mas lá estavas tu ao virar. sorri. daqueles sorrisos que nos encontram, expontâneos, sinceros de lembranças boas. foi bonito encontrar-te nesta caminhada. vou tentar andar por aqui. um beijo grande
madalena leal

Anonymous said...

junto o meu e.mail. nunca se sabe...
mleal@economicasgps.com
de madalena leal
beijos

O Profeta said...

Este Mar que beija a Ilha
Traz de longe sonhos perdidos
Adormece na areia e deixa
Na espuma mil e um segredos

Meus sonhos são estrelas que semeio no espaço
São corpo nu que vagueia pela saudade
Brotam e correm para o Mar
Enfrentam a dor a tempestade


Bom fim de semana


Mágico beijo

andorinha said...

O amor como renascimento. Belo poema, Maria.
Um beijo.

Pico minha ilha said...

Sempre Maria...
Um beijo

Violeta said...

Há amores assim...

poesianopopular said...

Maria

Que entrega arrebatadora
De mútua confiança
Morredo e nascendo...Agora
Mantendo viva a esperança.

Bjo amiga

mié said...

maria

ilha

dos

amores

:)

vim deixar-Te um beijo

bom fim de semana

CNS said...

E para escreveres coisas lindas assim...


um beijo

Fernando Rodrigues said...

Lindo este poema miga!
bjito

Fernando

Ana said...

Sensualidade à flor da pele...
E tão bem posta em palavras, Maria.

Linda!

Beijinho

Meg said...

Maria,
Isso não é só amor... é um sufoco.
Mas se é assim que sentes, nem a Teresa Horta se atreve a enfrentar-te.
Aproveita, minha amiga e ama como se ama do lado de cá. Intensamente.

Beijinhos

Apenas eu said...

queria tanto um dia amar assim... e saber dize-lo assim tal e qual!

Perfeita a forma de amor em beijo.
sempre.

beijo sempre meu
dqtgmetstst

Agulheta said...

Maria. Que belo é este amor vivido intensamente como deve,nunca percas esta vontade de amar.
Beijinho bfs

tufa tau said...

nasceste para a melhor coisa do mundo, maria

beijo

Anonymous said...

Venho refugiar-me nesta tua ilha… e nesta tua escrita.

Beijinho de quem gosta mto de ti

Catarina

Maria said...

Catarina

Mais ou menos à hora a que estavas aqui estava eu a falar de ti com alguém de Santarém...
Vamos ver se é desta.

Beijinho.
Gosto-te

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram aqui, hoje.

Bom fim-de-semana
Beijos

rosa dourada/ondina azul said...

Muito bonito :)

Todos nascemos para amar !

Bom domingo,
Beijo,

LB said...

Uma paixão assim... admirável!

Beijinho

O Sibarita said...

O mar ou eu? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Se rete não dona moça! Mais amr é bom demais, aiaiaiaia... kkkkk

Belo poema Maria!

bjs
O Sibarita

mariam said...

que LINDOS! estes cantos de amor... :)